terça-feira, setembro 30, 2008

Net e BD no estrangeiro - Comics, Bande Dessiné, Fumetti, Historietas, Mangás e Quadrinhos - "Blogs" e "Sites" de A a Z

À semelhança do que fiz para esta temática na área portuguesa, decidi elaborar listagem semelhante para o universo dos espaços virtuais estrangeiros dedicados à Banda Desenhada.
Poderá parecer supérfluo tal trabalho: para pesquisar há já os eficientes motores de busca. Mas, mesmo assim, acho que talvez tenha interesse, porque irei comentar os que achar mais dignos de visita, além de eventualmente destacar aspectos menos conhecidos da generalidade dos visitantes da internet (como, por exemplo, a existência de autores portugueses em sites de âmbito europeu).
Vou começar hoje (30 Set. 08) a listagem desses sites, blogues e portais estrangeiros, depois continuarei devagarinho. Hei-de chegar a um resultado qualquer, ou até pode ser que desista a meio, em vista da tarefa incomensurável que o projecto configura.
Vamos a ver como me saio desta.
Acervo HQ
http://www.acervohq.com.br/ (Brasil)
Um bom sítio para downloads de bandas desenhadas e leitura on-line
Actua BD
http://www.actuabd.com/ (França)
Again With the Comics

http://againwiththecomics.blogspot.com/ (USA, Colorado)
Um blogue de excepcional categoria. Brian Hughes iniciou-o a 13 de Junho de 2006, e, desde então, tem mantido uma postagem de elevada frequência, além de supinamente interessante. Do melhor que tenho visto, ao nível de análise e divulgação da banda desenhada americana.
BD Angoulême - Festival Int. de la Bande Dessinée
http://www.bdangouleme.com/ (França)

BD Paradisio
http://www.bdparadisio.com/ (França)
"Dez anos de arquivo acerca de todos os assuntos de banda desenhada", pode ler-se, em francês, à entrada do "site". Afinal de contas, a base deste espaço virtual é um fórum, internacional, onde cada visitante (a entrada é totalmente livre!) pode participar em qualquer assunto já em discussão, ou iniciar um tema a seu bel-prazer. Aliciante, o convite.

BD Zoom
http://www.bdzoom.com/ (França)

Bedeo. Fr
http://www.bedeo.fr/ (França)

Bedetheque.com
http://bedetheque.com/ (França)


Bibitcanus
http://bibitcanus.blogspot.com/ (Brasil/Recife)
Quadrinhos e Humor, assim se subtitula este blogue brasileiro. Mas eu tomo a liberdade de acrescentar: ...e Cinema. No mínimo, comentários e vídeos com apresentações de filmes, como é o caso de "Watchmen", a singular obra de Dave Gibbons (desenho) e Alan Moore (argumento).
E veja-se a coincidência: esse filme estreia-se amanhã, dia 5 de Março 09 em Portugal, e eu já combinei com uns tantos amigos/as) que participam numa minúscula tertúlia de bedéfilos cinéfilos (somos entre 8 e 12 participantes, que vemos todos os filmes baseados em obras e/ou heróis da BD), irmos ver esse filme num cinema aqui de Lisboa.
Explicação para algum visitante brasileiro: nós chamamos bedéfilos a quem gosta de BD (ou bd, ou bedê)...
BPIB (Bud Plant Illustrated Book/ Bud Plant & Hutchson Books
http://www.bpib.com/ (USA)
Como tenho escrito muitas vezes, um autor de BD é, essencialmente, um ilustrador, que faz ilustrações sequenciais.
Este site comunga do mesmo princípio, ao incluir, numa extensa listagem, sob o título "Illustrators", grandes nomes de autores de banda desenhada, nomeadamente (contra o que é habitual, não aparecem por ordem alfabética) Carl Barks, Hal Foster, Frank Frazetta, Frank Godwin, Burne Hogarth, Walt Kelly, Jack Kirby, Bernard Krigstein, Harvey Kurtzman, Winsor McCay, Moebius/Jean Giraud, Alex Toth, Wallace (Wally) Wood...
Destes, e de muitos outros, são apresentadas ilustrações e bandas desenhadas, a ladear fotos dos autores ou auto-retratos, complementados por extensos textos biográficos.
Para se chegar à dita lista de autores, há que escolher o item "Frames" e, em seguida, clicar na tal rubrica "Illustrators", indicada à esquerda.
Vai-se ter, de imediato, àquela página, apresentada da seguinte forma:
"The list below contains a smattering of some of the most famous illustrators of the last 125 years". Claro que uma selecção deste tipo é muito subjectiva, mas há nomes que estão sempre garantidos.
Jim Vadeboncoeur, Jr., é o responsável por essa selecção, pelos textos e pelo design.
Café Espacial
http://cafeespacial.com/ (Brasil)
O pessoal brasileiro que trata deste sítio quadrinhístico (ou quadrinístico, como eles dizem, mas como a palavra de origem é "quadrinhos") tem, logo à partida, o mérito de não se limitar à actividade no ciber-espaço: também editam na versão clássica, isto é, em papel, sob o título homónimo do "site", "Café Espacial", e classificam-na como Revista Independente.
Saiu já o #3 e teve lançamento condizente, que, conforme a descrição, faz-nos ficar com pena de não termos estado lá.
Comic Book Database, The
http://www.comicbookdb.com/ (USA)

"Last 15 issues catalogued", "Last 15 TPBs/HCs Catalogued", "Last 15 issues reviewd", "Top 15 Favourite Creators", são títulos que surgem na página inicial. O interesse do conteúdo deduz-se de imediato. Mas se dúvidas houvesse, bastaria ler as primeiras linhas da saudação aos visitantes:
"Welcomo to ComicBookDB.com (...) the fastest growing comic database on the web. The first goal on this project is to catalog every comic, graphic novel, manga, creator, character and anything else that could possibly relate to the field of comics (...)"

Comic Book Resources - CBR
http://www.comicbookresources.com/ (USA, Los Angeles)

Comicspace
http://comicspace.com/ (USA)

DeviantART
http://deviantart.com/ (USA)
Gir & Moebius
http://www.bpib.com/illustrat/giraud.htm (USA)
Na realidade, o título deste sítio é BPIB, e também já está incluído nesta listagem por esse título, mas como o encontrei através de pesquisa que fiz acerca de Jean Giraud/Moebius, considerei justificável destacar esse capítulo.
Todavia, no decorrer da visita, vale a pena continuar e explorar outras áreas, designadamente a da Ilustração, onde cabem ilustradores de BD. Não é por acaso que, à entrada, os seus responsáveis escreveram:
"A site devoted to illustrate art with biographies of 105 artists, and thousand of images".
E, com a modéstia posta de parte, acrescentaram:
"(...) has been selected for the Violet Bookmark Award for excellence in coverage of vintage genre literature".
Guia dos Quadrinhos
http://www.guiadosquadrinhos.com/ (Brasil)
Os quadrinhos e a reforma ortográfica - Parte 1 - Por Érico Molero, um assunto que de imediato me chamou a atenção, e a ele voltarei. Para começar, diz o Érico que a reforma que houve entre o Brasil e Portugal obrigou os brasileiros a mudarem muito a ortografia mas, curiosamente, o bloguista Wellington Srbek, do "Mais Quadrinhos" continua a escrever Brazil. Por exemplo...

Heromorph
http://heromorph.com/
Para já, aconselho uma visita à "3D Gallery".
Histórias em Quadrinhos - HQ's de Daniel
http://ds.art.br/ (Brasil)
Cada vez mais se vai tornando possível ver banda desenhada no espaço virtual da Internet, em substiuição do gradual desaparecimento das publicações de papel. A evolução tecnológica impõe esta mudança de hábitos. Mas o importante é que a Banda Desenhada (Histórias em Quadrinhos, Comics, Bande Dessinée, Fumetti, Historieta) tenha visibilidade, e esteja disponível para quem aprecia esta forma de arte sequencial. E o Daniel (Daniel Pereira dos Santos) é um talentoso cultor da 9ª Arte, o que até lhe permite transmitir ensinamentos de como se faz BD.
Image Comics
http://imagecomics.com/
King Features
http://www.kingfeatures.com/ (USA)
A King Features Syndicate (atenção, uso o feminino porque se trata de uma agência e não de um sindicato, porque, nesse caso, seria "union") é a representante de muitas das séries que todos nós conhecemos, algumas já vêm da "Época de Ouro".

Lambiek
http://lambiek.net/
Uma verdadeira enciclopédia, aliás os seus responsáveis chamam-lhe "The comiclopedia". Os autores de BD são apresentados por ordem alfabética, e de todo o mundo estão lá representados banda-desenhistas ("cartoonists", como em língua inglesa são designados).
Autores-artistas da BD, portugueses, vamos lá encontrar não só muitos dos consagrados, como também bastantes autores novos. Pelo facto de abranger autores portugueses, esse portal será mais escrutinado do que qualquer outro. Vejamos, então, letra a letra:
A
Abranches, Filipe
Abrantes, José
Álvaro
André, José Maria
António
(essencialmente cartunista, todavia também já fez alguma, pouca, BD)

Antunes, José
Mas noto a falta de: Abel, José (grande artista da BD, precocemente falecido); Alves, Pedro; Amaral, João; e Amorim, Nuno (está lá um brasileiro com este nome, falta o português que mostrou talento na revista Visão, editada entre 1975 e 76).
Como será possível colmatar estas, e outras, omissões? B
Baptista Mendes, Carlos
Barata, António (recentemente falecido, mas, claro, esse pormenor ainda não consta do verbete)

Barradas, Carlos
Botelho, Carlos
(sim, pintor consagrado, mas também talentoso autor de BD, o que está lá bem demonstrado)

Burgos, Pedro (que fez uma estupenda capa para nº 7 do meu fanzine "Eros", no qual usou pela primeira vez o pseudónimo Burgos, ainda sem Pedro, e onde tinha colaborado em números anteriores sob o seu primeiro nome artístico, Miguel Alves).
C
Camara Pestana, Teresa (já creditada por "Postais de Viagem", de edição recente, pormenor demonstrativo de que os responsáveis do portal Lambiek estão atentos... Ou haverá colaboradores portugueses a cuidar da actualização deste quadrante? Por exemplo, alguém chamado António Santos, nome que aparece a assinar um texto sobre Eduardo Teixeira Coelho?)
Cardoso Lopes, António, "Tiotónio"
Carneiro, Carlos ("Portuguese Magazine Oporto" é o que se lê no verbete quando é referido o local de publicação em que o ilustrador colaborou, mas de facto devia antes lá constar "portuguese newspaper Comércio do Porto", jornal onde Carlos Carneiro fez muitas bandas desenhadas)
Carrilho, André ("illustrator, caricaturist and comic artist", como é descrito o nosso brilhante grafista. Mas, o mais curioso é o facto de as quatro vinhetas que ilustram o texto terem as legendas em alemão, o que significa que o autor do texto não tinha nada em português para ilustrar o verbete).
Carvalho, Maria Isabel (Bem, o nome artístico pelo qual se apresenta é Isabel Carvalho, e assim já será reconhecida por quem leu o fanzine "Satélite Internacional").
Cavalheiro, Pedro (não confundir com José Pedro Cavalheiro, "Zepe", de quem é primo, mas cujos estilos e percursos artísticos são amplamente diferentes).
Cid, Augusto ("portuguese comic artist/cartoonist (...) He made ironic comments on the army and colonies (...) which was probably why he was one of the few artists whose work was forbidden after the military revolution", é o desconcertante comentário que alguém lá escreveu, certamente sob influência de algum colaborador português. Porque, se o cartunista Cid fazia cartunes irónicos acerca do exército português e das colónias portuguesas, antes do 25 de Abril, seria paradoxal que tivesse sido proibido após o 25 de Abril, antes pelo contrário, ele teria sido louvado pelos que fizeram a revolução de Abril, que também estavam contra a existência de colónias...
Coelho, Eduardo Teixeira - Bom texto de António Santos (divulgador de Miranda do Douro?Com este nome apenas conheço um cartunista), colaborador português do [portal] Lambiek. Nele se dá a conhecer o mais conceituado autor português de BD da época clássica, com alargada produção em França, onde começou por aparecer sob o pseudónimo Martin Sièvre, mudando para Eduardo Coelho nas última obras editadas pela Larousse.
Colombo, Jorge - Não sei se, legalmente, ainda será português, ou se já será luso-americano, pois fixou-se nos Estados Unidos, após ter casado com uma americana. De tempos a tempos vem a Portugal e faz umas ilustrações.
Conefrey, Diniz
Corbel, Alain (é francês, esteve em Portugal onde teve algumas bandas desenhadas editadas. Mas não diz no texto que ele já não vive cá.
Correia, Artur
Cortesão, Ana
Cortez, Jayme - Embora tenha vivido grande parte da sua vida no Brasil, e até talvez se tenha naturalizado brasileiro, nasceu em Portugal, e é da sua actividade banda-desenhística em revistas portuguesas, em especial n'O Mosquito, que fala o texto.
Cottinelli Telmo, José Ângelo - Apesar de o nome José aparecer no verbete do portal sem acento agudo, o texto, resumido, dá uma ideia do autor de BD, cineasta e arquitecto português, e percebe-se o nível artístico das suas bandas desenhadas através da prancha reproduzida.
D
(falta ver)
(em construção, irei esmiuçando as restantes letras, a pouco e pouco)
Mais Quadrinhos
http://maisquadrinhos.blogspot.com/ (Brasil, Belo Horizonte, Minas Gerais)

Miguel Porto: Blog
Miguel Porto: Portfolio
http://mporto.blogspot.com/ (Espanha)
http://www.miguelporto.com/
Mundo BD
http://www.mundo-bd/fr (França)

(em construção - Este endereço está mal)
Neorama dos Quadrinhos

http://www.neorama.com.br/ (Brasil)
Um portal incomensurável de informação a jorrar em grande caudal bi-semanal. Muito bom trabalho de Marko Adjaric, que assim o apresenta: "A maior newsletter da Nona Arte do Mundo".
E aqui registo o facto de ter tido o prazer de conhecer pessoalmente Adjaric (brasileiro, sim, mas com ascendência romena, salvo erro) no Festival Internacional de Banda Desenhada da Amadora (aqui mesmo ao lado de Lisboa), em 2007, se a memória não me atraiçoa.

Nona Arte
http://www.nonaarte.com.br/ (Rio de Janeiro/Brasil)
Em apoio do "site" há a homónima Editora Nona Arte, ambas as iniciativas sob a batuta de André Diniz, desenhador e argumentista de banda desenhada, também editor do fanzine (ou talvez seja melhor chamar-lhe prozine, visto que o seu editor é um profissional da área) gratuito "A Classe Média Agradece" (de que possuo um exemplar, sem data).

One Manga. The home of manga
http://www.onemanga.com/
Um espaço dedicado à mangá e ao animê. "Select a manga series to start reading", é o conselho dado aos visitantes. Como se vê, é no idioma inglês que está o site, mas, de forma algo desconcertante, pode surgir uma frase em português. "Como Vais Morrer? (Nov!)...
Ao seleccionar-se qualquer série (por exemplo: OM / Naruto / Chapter 462), tem-se acesso a informações várias, como seja a categoria em que se inclui (shounen, neste caso) e incluindo a já dispensável, para os iniciados, indicação "This series is read from right to left" (mas não estando visível outra mais importante, o nome do criador da série, Masashi Kishimoto), clica-se na indicação "Begin reaching Naruto 462", entra-se no respectivo capítulo (!), intitulado "Kumogakure vs Hawk", e aí se vê uma prancha daquelas que fascinam os apreciadores, incluindo o mangaka luso Hugo Teixeira.
Autêntico paraíso para os(as) fãs da banda desenhada japonesa ou afins, e para os curiosos eclécticos em geral.

Quadrinho. com
http://www.quadrinho.com/ (Brasil)
O seu portal de Quadrinhos (Banda Desenhada), assim é apresentado o espaço internético, com o uso da expressão em português de Portugal (muito embora entre parênteses).
Para nós, internautas portugueses, começa por nos surpreender o "post" debruçado sobre a Bedeteca de Beja, e a nova exposição na cafetaria daquele equipamento cultural alentejano, afixado a 19 Dezembro 2008. Surpreendente, pela inusitada abrangência deste sítio, reciprocidade quase inexistente nos blogues, sítios e portais portugueses dedicados à BD.
Revista Latinoamericana de Estudios sobre la Historieta
http://www.rlesh.110mb.com/
Uma revista indispensável para quem estiver interessado em investigar, ou mais simplesmente, tomar contacto com o panorama da BD nos países latino-americanos: Argentina, Bolívia, Brasil,Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, México, Paraguay, Perú, Uruguay e Venezuela.
Splash Pages
http://splashpages.wordpress.com/ (Brasil)
Strip Generator
http://www.stripgenerator.com/
Crie a sua própria tira de banda desenhada, é o convite implícito na apresentação do site. No subtítulo pode ler-se:
"The World of Comics Strips", que é, afinal, o cartão de visita deste projecto invulgar, já com mais de cento e cinquenta mil strips: são tiras de BD, embora não diárias, e, em vez de serem desenhadas para jornais, são feitas propositadamente para a internet, e mostradas neste site aos navegadores virtuais.
Quem quiser desenhar uma tira, esteja à vontade. Já lá estão representadas muitas nacionalidades. Há espanholas, brasileiras, francesas, e outras dificilmente identificáveis.
Vi uma tira escrita em português, com o título "Bispo Flaggman", mas com a palavra "ações" que, por enquanto, só é escrita assim pelos nossos irmãos brasileiros. Vi outra com o título "Sete", e pensei: «É agora, cá está um desenhador 'tuga'». Mas não, a tira é de um italiano. Nada de portugueses, até agora. Que eu tenha visto...
Para visitar, há uma infinidade de "favoritos" (um dia não chega para todos), desde "Bastard" a "Zats", todos com tiras desenhadas a negro (por vezes com pormenores a vermelho), ao estilo e estética que o "Strip generator" cultiva.

Tebeos dum Estranho Estrangeiro

http://tebeosparaestranhosestrangeiros.blogspot.com/ (Espanha)
Pela análise dos comentários aos "posts" deste interessante blogue, terei sido um dos poucos "estranhos estrangeiros" a visitá-lo. Ou, pelo menos, a deixar vestígios da minha visita, tal como aconteceu com uma brasileira.
Mas vamos ao que interessa: Ismael Fancito é um bloguista espanhol que gosta da língua portuguesa e de banda desenhada ("quadrinhos", como ele escreve, a propósito do que lhe expliquei a diferença, no comentário, entre o português de Portugal e o português do Brasil, ou seja, nós dizemos, ou antes, dizíamos, "quadradinhos", "histórias aos quadradinhos", mas ainda há quem prefira, em detrimento de "banda desenhada".
Leia-se também o seu texto de apresentação do blogue, à laia de prefácio:
"Quero servirme (sic) deste blog para aprender português e divertirme (sic) enquanto recordo alguns velhos quadrinhso espanhóis (mais algum atual). Seguramente dentro dum ou dois anos rirei de todos os absurdos gramaticais e erros ortográficos (...) Perdoem os erros gramaticais, qualquer indecisão ortográfica, e assinalem essas faltas se dispõem de tempo, graças."
E diz mais o confrade bloguista, logo no início do blogue, em 28 Janeiro 2008:
"Este blog não posue (sic) uma intenção crítica, senão o desejo real de criar algum vínculo entre os leitores de quadrinhos espanhóis e lusófonos mediante um singelo arquivo".
Só por este inusitado interesse pela nossa língua, e pela desenvoltura com que a utiliza, o blogue merece a nossa consideração. Mas, claro, na componente propriamente dita da BD, há muita coisa que já justifica visita atenta, mal grado a ainda curta vida do blogue.
Tongo! Comics
http://tongocomics.blogspot.com/ (Brasil -Apucarana/Paraíba)
O cartunista/autor de banda desenhada Elton Silva inicia o seu blogue (16 Jan. 09) com as seguintes palavras:
"Hello! Está no ar o blog do Tongo! Comics, quadrinhos, com o velho lema do 'faça você mesmo', nem que seja assim, meio torto, meio mongo (...) esta primeira tirinha que vou postar é a de Billy Rock (..) ele é uma espécie de Alter Ego meu (...)
É notável a frequência com que aparecem postadas novas tiras (em dias seguidos, muitas delas, ou de dois em dois dias, outras), algumas em tonalidade cinzenta, mas a maioria em policromia.
As personagens participantes sucedem-se a participar nas tiras do Elton Silva: Elmer, Barroso e Macarrão, são as que têm direito a maior frequência, mas há também algunas esporádicas (em 27 Fev. há uma recém amiga do Billy que se chama Geralda...), todas elas hilariantes, com um tipo de desenho que conjuga o trabalho de três portugueses que fazem BD humorística: Álvaro (pelo género de humor), Derradé e Antero (pelo estilo de desenho, as figuras das personagens).
Um aspecto curioso é a de o autor-artista (de óculos e despenteado) se incluir com alguma frequência como personagem das próprias tiras (ver as de 5 de Junho, 24 e 25 de Agosto, e a de 09/09/09!), uma delas absolutamente genial: ele começa a desenhar a tira, mas acha-lhe tanta piada que se desmancha a rir e não a consegue acabar!
Muito bom mesmo!
Vale também a pena ver as suas paródias a várias personagens bem conhecidas, como, por exemplo, o Capitão Marvel, Os Simpsons, Little Lulu (Luluzinha, como a baptizaram os brasileiros), Popeye, Astérix e Obélix, Mafalda, Yellow Kid...
Last but not the least, deixei para o fim o mais desgraçado anti-super-herói que vi até hoje, e que me fez rir até às lágrimas: Capitão Gabiru é o nome dele, e remete para uma palavra já caída em desuso na língua portuguesa, de Portugal, e que era aplicada àqueles sujeitos com a mania de espertalhões e de engatatões conquistadores de mulheres. Um espanto de riso, este Gabiru, na pele de um frustrado super-herói, a quem tudo sai mal (quanto a mulheres, até agora, Out.09, ainda não deu para ver...).
Elton Silva não começou a sua actividade artística virtual na blogosfera, visto que, antes, já mostrava tiras de bandas desenhadas (ou de quadradinhos, ou de quadrinhos, nós, portugueses, também usamos estes vocábulos). E fazia-o num site chamado "Tongo!Comics", ele próprio me disse, por estas sugestivas palavras: "Também tenho um site que eu mesmo a duras penas construí, tem lá umas tiras velhas". E deixou-me o endereço, que aqui reproduzo: http://www.tongocomics.com.br
Tiras velhas? O humor, quando inteligente, não tem idade. É isso que eu acho dessas tiras, caro Elton. A sério!

Universo HQ
http://www.universohq.com/ (Brasil)

Wart
http://www.wartmag.com/ (França)
Dizem os responsáveis, entre outras coisas, que "(...) la ligne éditoriale est très ouverte, mais quand même pas autant que Paris Hilton (...). De resto, os textos do blogue não indiciariam este estilo malicioso...

Wizard

http://www.wizarduniverse.com/

Zine Brasil
http://zinebrasil.wordpress.com/ (Brasil)

Zine Royal 3
http://zineroyale.wordpress.com/ (Brasil)

Zines 80
http://fanzinespt.com/ (Brasil)

terça-feira, setembro 23, 2008

Banda Desenhada portuguesa em jornais (CIV) - Autor: Jorge Mateus


Jorge Mateus tem já bem preenchido currículo na banda desenhada, na ilustração e no cartune. 

Na componente que preenche este blogue, a BD, podemos encontrá-lo em variadas publicações, começando pelos fanzines, passando pelas revistas, até chegar aos álbuns.

O seu talento bivalente demonstra-se tanto no desenho como no argumento, e prova disso está nesta banda desenhada "Love Will", que apenas numa prancha consegue criar expectativa (aquilo a que se chama habitualmente "suspense", no nosso gosto muito português de usarmos termos estrangeiros) e conseguir que o curto episódio tenha um final inesperado. Excelente trabalho.
----------------------------------------------------------
A fim de ver as postagens anteriores, basta ir à coluna "Etiquetas", localizada do lado direito, e clicar na alínea "Banda Desenhada portuguesa nos jornais".

terça-feira, setembro 16, 2008

Banda Desenhada portuguesa nos jornais (CIII) - Autor: Paulo Marques

Acabaram as férias, voltou a publicar-se o semanário Mundo Universitário, de distribuição gratuita nas universidades. 

E com ele voltou a rubrica BD, onde cabe uma pequena notícia sobre o universo bedéfilo, e uma banda desenhada a cores, autoconclusiva, sempre (ou quase sempre) realizada por autor diferente. Paulo Marques é o nome de quem assina a bd do recomeço, onde participa um tal Professor Linux que, além do nome, tem mais semelhanças com este bloguista, ou seja, tem bigode e é pencudo. 
Hã, hã... Qualquer dia começo a cobrar direitos de imagem.
------------------------------------------------
Os visitantes habituais já sabem que para ver as postagens anteriores basta ir à coluna "Etiquetas", localizada do lado direito, e clicar na alínea "Banda Desenhada portuguesa nos jornais".

segunda-feira, setembro 08, 2008

Comic Jam - 2ª prancha realizada na Tertúlia BD de Lisboa em Setembro

Mais uns tantos desenhadores que, presentes no mais recente encontro da Tertúlia BD de Lisboa, cocretizaram a segunda prancha de Comic Jam, iniciativa surgida o mês passado, como se pode ver, indo clicar na rubrica Categorias, na coluna da esquerda, onde aparece a expressão "Comic Jam" na respectiva ordem alfabética.
Nesta segunda prancha colaboraram:

1ª vinheta - Autora: Sara Franco (visto em picado, de grande altura, vê-se alguém a passear um cão num jardim)
2ª vinheta - Autor: Nuno Duarte (ou "Outro Nuno")
3ª vinheta - Autor: Falcato (ou Miguel Falcato)
4ª vinheta - Autor: Hugo Teixeira
5ª vinheta - Autora: Inês Barros
6ª vinheta - Autor: Guilherme Mendes
------------------------------------------------
O espírito de uma tertúlia de banda desenhada esteve mais uma vez bem presente neste encontro: além de se ter ficado a conhecer melhor a vida e obra do precocemente desaparecido autor Nelson Dias, através das palavras da pintora Maria João Franco, sua viúva, houve ainda ocasião para seis desenhadores participarem na prancha de "comic jam" acima reproduzida, e também houve oportunidade da tertuliana Inês Ramos, gatófila assumida, e bloguista igualmente, ter posto em prática a ideia de pedir a todos os presentes para desenharem um gato na toalha de mesa, que ela reproduziu no seu blogue "Queridos Gatos" (http://queridos-gatos.blogspot.com/, onde aparecem alguns brilhantes improvisos, como é o do Falcato com o seu "o gato que ri".
Mas o melhor mesmo é os visitantes deste blogue irem ver a gataria desenhada naquela animada noite tertuliana.
-------------------------------------------------
Quanto ao "Comic Jam", podem visitar o anterior clicando naquele item na coluna das categorias, ou simplesmente no rodapé desta postagem.
Para lhes dar uma ideia do que vão encontrar, aqui fica a lista dos seis colaboradores desse primeiro divertimento gráfico:
Comic Jam (I) - Autores: M. Tx (Mário Teixeira), Rodrigo, Álvaro, ARechena, Zé Manel, Zé Oliveira

terça-feira, setembro 02, 2008

Tertúlia BD de Lisboa - Ano XXIII - 289º Encontro - Homenageado (póstumo) Nelson Dias


Realiza-se hoje, 2 de Setembro de 2008, entre as 20h e as 23h, o 289º Encontro desta Associação Informal (isto é, uma associação sem formalismos: sem corpos gerentes, sem associados, nem, obviamente, sem quotizações), denominada Tertúlia BD de Lisboa. Como sempre, há um autor de banda desenhada homenageado (quando se trata de autor consagrado ou, simplesmente, já com mais idade), outras vezes um Convidado Especial (para autores mais novos, digamos que se trata de um escalão abaixo na hierarquia). Nelson Dias (*), talentoso artista-autor de BD, já falecido, desenhador da obra Wanya Escala em Orongo, é o homenageado (póstumo) de hoje, graças à presença da viúva, a pintora Maria João Franco, e da filha, Sara Franco, designer e também autora de BD.
Filha de Nelson Dias, autor de BD, e não só, e de Maria João Franco, pintora, Sara Franco é ilustradora, e, obviamente, gosta de BD e de a fazer. Dela é a banda desenhada The Red House Street, que preenche o fanzine Tertúlia BDzine (nº 132, de 2 de Setembro 2008), a que têm direito todos os presentes na TBDL.
-----------------------------------------
(*) Com Nelson Dias e outros, tenciono iniciar uma nova categoria, intitulada "Autores de Banda Desenhada Homenageados na Tertúlia BD de Lisboa".