terça-feira, setembro 02, 2008

Tertúlia BD de Lisboa - Ano XXIII - 289º Encontro - Homenageado (póstumo) Nelson Dias


Realiza-se hoje, 2 de Setembro de 2008, entre as 20h e as 23h, o 289º Encontro desta Associação Informal (isto é, uma associação sem formalismos: sem corpos gerentes, sem associados, nem, obviamente, sem quotizações), denominada Tertúlia BD de Lisboa. Como sempre, há um autor de banda desenhada homenageado (quando se trata de autor consagrado ou, simplesmente, já com mais idade), outras vezes um Convidado Especial (para autores mais novos, digamos que se trata de um escalão abaixo na hierarquia). Nelson Dias (*), talentoso artista-autor de BD, já falecido, desenhador da obra Wanya Escala em Orongo, é o homenageado (póstumo) de hoje, graças à presença da viúva, a pintora Maria João Franco, e da filha, Sara Franco, designer e também autora de BD.
Filha de Nelson Dias, autor de BD, e não só, e de Maria João Franco, pintora, Sara Franco é ilustradora, e, obviamente, gosta de BD e de a fazer. Dela é a banda desenhada The Red House Street, que preenche o fanzine Tertúlia BDzine (nº 132, de 2 de Setembro 2008), a que têm direito todos os presentes na TBDL.
-----------------------------------------
(*) Com Nelson Dias e outros, tenciono iniciar uma nova categoria, intitulada "Autores de Banda Desenhada Homenageados na Tertúlia BD de Lisboa".

4 comentários:

RUFO disse...

Caro Lino,
Espero encontrar-te em forma.
Embora ausente das "lides Tertúlianas", tenho, na medida do possível, seguido os vários Posts que vais publicando no teu, sempre, actualizado Blog. Parabéns pelo feito e, aproveito para agradecer o repto via SMS's que me vais enviando. Infelizmente, não tenho tido hipótese de comparecer. Mas, lá dizia o ditado: "...quem é vivo, sempre aparece...".(O que acalenta a esperança de, brevemente me poder reunir de novo convosco.)

Relativamente ao Post do Duocentésimo octagésimo nono encontro da Tertúlia, mais uma vez estás de parabéns por ires "resgatar" a memória de um excelente autor de BD... Curiosamente, Wanya Escala em Orongo,é o único trabalho de Nelson Dias que conheço. (E, confesso, só tive acesso a algumas vinhetas. Mas, desde logo vislumbrei a qualidade da obra.)
Mais uma vez,
Parabéns pela idéia, e até breve.

Grande abraço para o "BD-Man-Lino",
Rui Fradinho (RUFO)

Geraldes Lino disse...

Olá Rufo
Costumo enviar sms para muita gente, entre os quais uns tabtos que nunca aparecem, mas aos quais gosto de mostrar, mais que não seja para isso, que eu e a tertúlia estamos sempre no activo da BD.
Abraço.

Geraldes Lino disse...

Não é "tabtos", é tantos. Gralha ao teclar, obviamente.

Luís Graça disse...

TABTO (do latim tabtium) --- Pessoa falsamente interessada em participar em tertúlias;
planta da família das tabtiáceas, originária dos Alpes suíços;
pequeno insecto mediterrânico, que mantém as melhores relações com os piolhos.