domingo, dezembro 30, 2007

Banda Desenhada portuguesa nos fanzines (XXI) - Autor: ZéPaulo

Prancha inicial (1 de 3) da banda desenhada "A Mão Cheia", de ZéPaulo, publicada no fanzine Tertúlia BDzine (nº120 de 11 Dezembro 07)

ZéPaulo, grande nome da nossa BD, com percurso extenso e valioso, cume atingido na revista Visão (de BD), tinha um episódio desenhado na década de 1980, que redesenhou expressamente para o Tertúlia BDzine.
--------------------------------------
Os admiradores deste notável autor-artista poderão ver outra das pranchas desta bd no blogue
http://fanzinesdebandadesenhada.blogspot.com
--------------------------------------
Para conhecer melhor ZéPaulo, ler a entrevista que lhe fiz e postei em 2006-Junho 30

sexta-feira, dezembro 28, 2007

Banda Desenhada portuguesa nos fanzines (XX) - Autor: Pepedelrey

Prancha inicial (1 de 4) da banda desenhada Da Memória dos Desejos, por Pepedelrey

Há vinte anos editei o fanzine Eros, dedicado à banda desenhada erótica, mas, atenção! não pornográfica. Porque defendo o ponto de vista de que entre o erotismo e a pornografia há uma fronteira, ténue, é certo, mas reconhecível. Não é por acaso que, também em inglês, há duas expressões distintas: softcore e hardcore.
Desta vez, após um hiato de dezasseis anos, o Eros, no seu nº 10, além das bandas desenhadas em registo erótico, inclui um encarte de banda desenhada pornográfica, pura e dura, de um autor português já falecido, que assinava simplesmente Henrique.
Deste meu fanzine, e do seu conteúdo, tenciono dizer mais algo, se a afluência de material não o impedir.
Por agora, quem estiver interessado em ver a sugestiva capa do fanzine (desenhada por Pepedelrey e colorida por JCoelho), e a segunda prancha da bedê do Pepedelrey, mais a valiosa lista de colaboradores (autores de BD e Ilustração), terá de visitar o blogue Fanzines de Banda Desenhada, no endereço:
http://fanzinesdebandadesenhada.blogspot.com/
---------------------------------------------------
Deste tema há mais "posts", visitáveis na coluna do Arquivo do blogue, nas datas:

(XVII) Nov. 7 - Autora: Andreia Rechena
(XVI) Out. 3 - ZéPaulo
(XV) Ag. 8 - Autor: ZéPaulo
(XIV) Junho, 28 - Autores: Joana Lafuente e Miguel Ângelo Martins:
(XIII)Junho 21 - Autor: Eduardo Teixeira Coelho, Fernando Bento, Vítor Péon
(XII) Junho 15 - Autor. Carlos Apolo
(XI) - Junho 9 - Autores: Estrompa (desenho), José Lopes (argumento)
(X) - Maio 21 - Autores: João Leal (desenho), André Oliveira (argumento)
(IX) - " 15 - Autor: Pedro Massano
(VIII) -Março 9 - Autor: Ferrand
(VII) - Jan. 6 - Autores: João Maio Pinto, Joana Figueiredo, Pedro Zamith, Filipe Abranches, André Lemos, J. Coelho, Pepedelrey, Chambel, Feitor & S.G.
2007 (daqui para cima)
(VI) Dez. 20 - Nuno Sarabando
(V) Nov. 24 - Autor: Paulo Monteiro
(IV) Nov. 12 - Autor: José Lopes
(III) Nov. 9 - Autores: Aires Melo (desenho), Daniel Maia (argumento)
(II) Nov. 1 - Autores: Rui Lacas, Pepedelrey, JCoelho, Pedro Nogueira, Renato Abreu
(I)Out. 14 - Autores: Pedro Figue (desenho), Daniel Maia (argumento)
2006 (daqui para cima)

terça-feira, dezembro 25, 2007

Natal 2007 (IX) - BD portuguesa nos jornais - in Sol - Série Sol aos Quadradinhos - Autor: Luís Afonso

O Natal, ou o Pai Natal, são temas que atraem os autores de banda desenhada. Todos os anos, nesta época, há uma boa safra, e por isso não resisti a reproduzir aqui no blogue algumas peças, em tiras e/ou pranchas.~
-------------------------------------------
Os autores a quem tenho de agradecer a reprodução das obras nesta rubrica Natal 2007 são os seguintes:
Neste "post" (IX)
Autor: Luís Afonso
in Sol - 22 Dezembro

Nos "posts" abaixo:
(VIII) Autores: Joba (desenho), ML (argumento)
(VII) Luís Afonso
(VI) Autores: Joca (desenho), Gui (argumento)
(V) Autor: Luís Afonso
(IV) Autor: Joba
(III) Autores: Luca
(II) Autor: Luís Afonso
(I) Autor: "Dar o litro" (colectivo)

Natal 2007 (VIII) BD portuguesa nos jornais - in Sol - Série As Tias - Autores: Joba e ML

O Natal, ou o Pai Natal, são temas que atraem os autores de banda desenhada. Todos os anos, nesta época, há uma boa safra, e por isso não resisti a reproduzir aqui no blogue algumas peças, em tiras e/ou pranchas.
-------------------------------------------
Os autores a quem tenho de agradecer a reprodução das obras nesta rubrica Natal 2007 são os seguintes:
Neste "post" (VIII)
Autores: Joba (desenho), ML (argumento)
in Sol - 22 Dezembro

Nos "posts" abaixo:
(VII) Luís Afonso
(VI) Joca (desenho), Gui (argumento)
(V) Autor: Luís Afonso
(IV) Autor: Joba
(III) Autores: Luca
(II) Autor: Luís Afonso
(I) Autor: "Dar o litro" (colectivo)

Natal 2007 (VII) BD portuguesa nos jornais - in Sexta - Série Robinson - Autor: Luís Afonso

O Natal, ou o Pai Natal, são temas que atraem os autores de banda desenhada. Todos os anos, nesta época, há uma boa safra, e por isso não resisti a reproduzir aqui no blogue algumas peças, em tiras e/ou pranchas.
-------------------------------------------
Os autores a quem tenho de agradecer a reprodução das obras nesta rubrica Natal 2007 são os seguintes:
Neste "post" (VII)
Autor: Luís Afonso
in semanário gratuito Sexta - 21 Dezembro

Nos "posts" abaixo:
(VI) Autores: Joca (desenho), Gui (argumento)
(V) Autor: Luís Afonso
(IV) Autor: Joba
(III) Autores: Luca
(II) Autor: Luís Afonso
(I) Autor: "Dar o litro" (colectivo)

Natal 2007 (VI) BD portuguesa nos jornais - in A Cruz Alta - Série O Gui, a Nô... e os outros - Autores:Gui & Joca

O Natal, ou o Pai Natal, são temas que atraem os autores de banda desenhada. Todos os anos, nesta época, há uma boa safra, e por isso não resisti a reproduzir aqui no blogue algumas peças, em tiras e/ou pranchas.
--------------------------------------------
Os autores a quem tenho de agradecer a reprodução das obras nesta rubrica Natal 2007 são os seguintes:
Neste "post" (VI)
Autores: Joca (desenho), Gui (argumento)
in mensário Cruz Alta - Dezembro

Nos "posts" abaixo
(V) Autor: Luís Afonso
(IV) Autor: Joba
(III) Autores: Luca
(II) Autor: Luís Afonso
(I) Autor: "Dar o litro" (colectivo)

Natal 2007 (V) BD portuguesa nos jornais - in A Bola - Série Barba e Cabelo - Autor:Luís Afonso

O Natal, ou o Pai Natal, são temas que atraem os autores de banda desenhada. Todos os anos, nesta época, há uma boa safra, e por isso não resisti a reproduzir aqui no blogue algumas peças, em tiras e/ou pranchas.
--------------------------------------------
Os autores a quem tenho de agradecer a reprodução das obras nesta rubrica Natal 2007 são os seguintes:

Neste "post" (V)
Autor: Luís Afonso
Série "Barba e Cabelo"
Jornal A Bola" - 24 Dezembro

Ver nos "posts" abaixo
(IV) Autor: Joba
(III) Autores: Luca (Luís Afonso, Lu [arg.], Carlos Rico, Ca [desenho]
(II) Autor: Luís Afonso
(I) Autor: "Dar o litro" (colectivo)

Natal 2007 (IV) BD portuguesa nos jornais - in Sol - Série As Tias - Autor:Joba (desenho),ML (argumento)

O Natal, ou o Pai Natal, são temas que atraem os autores de banda desenhada. Todos os anos, nesta época, há uma boa safra, e por isso não resisti a reproduzir aqui no blogue algumas peças, em tiras e/ou pranchas.
--------------------------------------------
Os autores a quem tenho de agradecer a reprodução das obras nesta rubrica Natal 2007 são os seguintes:

Neste "post" IV
Autores: Joba (desenho), ML (argumento)
in semanário Sol - 15 Dezembro

Ver nos "posts" acima
(V) Autor: Luís Afonso
(VI) Autores: Joca (desenho), Gui (argumento)
(VII) Autor: Luís Afonso
(VIII) Autores: Joba (desenho), ML (argumento)
(IX) Autor: Luís Afonso

Ver nos "posts" abaixo
(III) Autor: Luca
(II) Autor: Luís Afonso
(I) Autor: "Dar o litro" (colectivo)

Natal 2007 (III) BD portuguesa nos jornais - Jornal Diário do Alentejo - Série RIbanho - Autor:Luca

O Natal, ou o Pai Natal, são temas que atraem os autores de banda desenhada. Todos os anos, nesta época, há uma boa safra, e por isso não resisti a reproduzir aqui no blogue algumas peças, em tiras e/ou pranchas.
-------------------------------------------
Os autores a quem tenho de agradecer a reprodução das obras nesta rubrica Natal 2007 são os seguintes:

Neste "post" (III)
Autores: Luca
in Diário do Alentejo, 21 Dez.

Ver no "post" acima:
(IV) Autor: Joba
(V) Autor: Luís Afonso
(VI) Autores: Gui & Joca
(VII) Autor: Luís Afonso
(VIII) Autor:Joba
(IX) Autor: Luís Afonso

Ver nos "posts" abaixo:
(II) Autor: Luís Afonso
(I) Autor: "Dar o litro" (colectivo)

Natal 2007 (II) BD portuguesa nos jornais - in A Bola - Série Barba e Cabelo - Autor:Luís Afonso

O Natal, ou o Pai Natal, são temas que atraem os autores de banda desenhada. Todos os anos, nesta época, há uma boa safra, e por isso não resisti a reproduzir aqui no blogue algumas peças, em tiras e/ou pranchas.
----------------------------------------
Os autores a quem tenho de agradecer a reprodução das obras nesta rubrica Natal 2007 são os seguintes:

Neste "post" (II)
Autor: Luís Afonso
Jornal A Bola - 22 Dez.
Série Barba e Cabelo

Nos "posts" acima:
(III) Autor: Luca
(IV) Autor: Joba
(V) Luís Afonso
(VI) Gui & Joca
(VII) Luís afonso
(VIII) Joba
(IX) Luís Afonso

Ver no "post" abaixo:
(I) Autor: "Dar o litro", série "O Árbitro Hipólito"

Natal 2007 (I) - BD portuguesa nos jornais - in Record - Autor: "Dar o litro"

O Natal, ou o Pai Natal, são temas que atraem os autores de banda desenhada. Todos os anos, nesta época, há uma boa safra, e por isso não resisti a reproduzir aqui no blogue algumas peças, em tiras e/ou pranchas.
-----------------------------------------
Os autores a quem tenho de agradecer a reprodução das obras nesta rubrica Natal 2007 são os seguintes:

Neste "post" (I)
Autor: Dar o litro (pseudónimo de colectivo, de que conheço a eminência parda, mas que, por pedido expresso, não nomeio).
Jornal Record - Data: 22 Dez.
Título da série: O Árbitro Hipólito

"Posts" acima - Autores:
(II) Luís Afonso
(III) Luca
(IV) Joba
(V) Luís Afonso
(VI) Gui & Joca
(VII) Luís afonso
(VIII) Joba

domingo, dezembro 23, 2007

Banda Desenhada portuguesa nos jornais (LXXX) - Mundo Universitário - Autores: André Gomes e Hugo de Sousa

Agarrar em poesia de Paul Verlaine e ilustrá-la por imagens sequenciais de grande beleza, eis a tarefa conseguida de Sko Nihil Vo, pseudónimo de jovem autor português, que contou com o apoio de Hugo de Sousa, na sensível mancha cromática.
O resultado pode ter chegado às mãos de alguns milhares de leitores do 90º número do semanário Mundo Universitário, editado a 17 de Dezembro. A próxima banda desenhada, da autoria de Hugo Teixeira, só irá sair em 7 de Janeiro de 2008, isto porque o MU suspende a publicação durante as férias de Natal e Ano Novo. De facto, para que se publicaria um jornal, com distribuição gratuita nas universidades, se elas estão vazias?
**********
Por trás do pseudónimo Sko Nihil Vo esconde-se o talentoso André Gomes (aliás, André Francisco Amaral Gomes), nascido em Vila do Conde a 8 de Novembro de 1979, residente em Póvoa de Varzim. Possui o curso de caracter geral - Artes (1998), curso técnico-profissional de teatro de formas animadas e conservação do património (2002).
No que se refere a distinções obtidas na BD, teve menção honrosa num concurso realizado em Matosinhos (1998) com a bd "Necrófilo vacuofóbico-Cefalagia", publicada depois no fanzine The Gates of Ur (1999). Ainda no capítulo dos fanzines, foi co-editor de um estranho "Fósforo", e teve duas ilustrações, em 1998, num outro chamado Bode (os fanzines são espaços de liberdade que permitem a imaginação sem peias dos seus editores...). Foi galardoado com o prémio Concelho no Concurso Internacional de BD da Póvoa de Varzim (1995).
--------------------------------------------
A montra da banda desenhada portuguesa que tem sido o semanário Mundo Universitário corre as persianas por um breve lapso de tempo. Vale a pena ver o que nele foi mostrado nestes três anos de publicação ininterrupta, assim como se fosse folheado um álbum colectivo. Para tal basta clicar na coluna Arquivo do blogue, nas datas abaixo indicadas.

Dez. 16 - Pepedelrey
" 8 - Relvas
" 1 - Phermad
Nov. 25 - Nuno Saraiva
" 23 - Algarvio (Alexandre Algarvio)
" 18 - José Pedro Costa e Arlindo Fagundes
" 11 - Derradé
Out. 31 - Agonia Sampaio
" 25 - Manaças (Pedro Manaças);
" 16 - Álvaro
" 12 - Pedro Alves
" 10 - Lam (João Lam)
" 3 - Autores: Ricardo Reis, Cristiano Baptista e André Oliveira
Set. 25 - Autor: Antero Valério
Agosto, 14 - Gui e Joca
" 13 - Joba e ML
Julho 12 - Luca
Junho 4 - Esgar Acelerado
Maio 31 - Algarvio
" 28 - Ricardo Cabral
" 14 - José Carlos Fernandes
" 12 - Filipe Andrade (desenho), Filipe Pina (argumento)
" 1 - Vasco Gargalo
Abril 24 - Zé Manel
" 18 - Arlindo Fagundes (arg. e desenho), José Pedro Costa (cor)
Março 30 - Pedro Nogueira
" 23 - José Lopes
" 16 - Zé Paulo (MU nº 60)
" 7 - Lam (MU nº 59)
" 1 - Ricardo Correia (desenho), André Oliveira (arg.), Ana Maria Baptista (colorido)
Fev.12 - Pedro Zamith
" 7 - Nazaré Álvares
" 7 - Marco Mendes
Jan. 23 - Ângela Gouveia
" 16 - Filipe Goulão
2007 - (lista acima)

Dez.6- A.Rechena
Nov.28 - José Lopes
" 21 - Pedro Alves
" 14 - Nuno Saraiva
" 8 - Pedro Morais
Out.31 - Ricardo Ferrand
" 24 - Algarvio
" 17 - Ricardo Cabral
" 11 - Álvaro
" 5 - Pedro Massano
Set.27 - Derradé
" 24 - Nuno Saraiva
Ainda em 2006, mas após as "férias grandes" (entre 8Jun. e 24Set, lapso de tempo em que o MU não foi editado), a lista de colaboradores vê-se daqui para cima

Jun.8 - Estrompa
Maio 31 - António Valjean
" 24 - Pedro Nogueira
" 20 - Zé Manel
" 16 - Ricardo Cabral e Jorge Cabral
" 12 - Pepedelrey
" 4 - J.Mascarenhas
Abril 5 - Cheila
Março 29 - Pedro Manaças
" 20 - Júcifer (Joana Figueiredo)
" 15 - Pedro Nogueira
Fev.14 - A.Rechena
" 8 - Derradé
Jan.19 - Pedro Alves
2006 (lista acima)

Dez.12 - Álvaro
Nov.24 - Luís Valente
" 15 - Paulo Marques e Bruno Silva
Out.28 - Fritz
" 13 - Francisco Sousa Lobo
2005 (Lista acima).
Neste ano houve mais autores publicados no MU, mas cujas pranchas não foram reproduzidas aqui no blogue)

quinta-feira, dezembro 20, 2007

Concurso de banda desenhada na Figueira da Foz - Tema: Invasões Francesas

Criar uma banda desenhada tendo como tema as invasões francesas em Portugal poderá dar direito a prémio literário. Ou seja, esse período da História de Portugal é a ideia-base de um concurso de BD, em proposta de alto nível integrada na edição 2007 do prémio literário "Cidade da Figueira da Foz", em iniciativa do pelouro da Cultura da Câmara Municipal daquela cidade.
Como se entende, a obra pretendida terá carácter histórico, incidindo sobre as Invasões Francesas e a Guerra Peninsular.
E, pela primeira vez, a forma de arte escolhida foi a da Banda Desenhada, pese embora à opinião expendida por Teresa Machado, vereadora da Cultura da autarquia figueirense, que defende a ideia de que a BD não é um género literário. Sim, de facto trata-se de uma forma de expressão artística que comporta um tipo de linguagem mista, verbo-icónica, ou seja, expressa-se pela simbiose da componente literária com a da imagem.
Mas, já agora, se por acaso (improvável) a senhora vereadora ler este "post", tomo a liberdade de lhe dizer que, cada vez mais, os autores-artistas da especialidade classificam as suas obras como "novelas gráficas" (graphic novels) como, por exemplo, o notável Will Eisner.
Com efeito, a arte que intelectuais franceses, nos idos de sessenta do século passado classificaram de Nona, mistura harmoniosamente (nas obras de nível superior, quando realizada por autores de elevado gabarito, obviamente) as componentes literárias e ilustrativas, dando-lhe o direito de ser classificada como, lá está, Narração Figurativa, expressão da minha preferência pessoal, e que é bem explícita quanto à importância do texto na Banda Desenhada.
--------------------------------------------
Mas indo directamente ao concurso, e relevando as suas partes mais importantes, aqui fica uma síntese do regulamento:
1 - Esperam os organizadores que as bandas desenhadas concorrentes assumam uma função pedagógica sobre o tema da Guerra Peninsular, visto comemorar-se o seu bicentenário;
2 - Anexo ao regulamento que será entregue ou enviado a quem o requerer, será fornecida uma sinopse dos principais episódios ocorridos na Figueira da Foz, por motivo da 1ª Invasão Napoleónica;
3 - São admitidos a concurso os indivíduos de nacionalidade portuguesa ou estrangeira, residentes em Portugal.
Nota deste bloguista: É omissa a indicação da idade admissível para os concorrentes, pelo que se deduz não haver qualquer limite, nem de mínima nem de máxima.

4 - A data limite de entrega de obras participantes é 31 de Março de 2008;
5 - Será atribuído um único prémio, no valor de €3.500.00 (três mil e quinhentos euros). Todavia, em acréscimo, a C.M.de Figueira da Foz assume o compromisso de desenvolver esforços no sentido de chegar a acordo com uma editora a fim de publicar a obra premiada.
6 - Todas as bandas desenhadas a concurso terão de ser originais, inéditas e não premiadas anteriormente;
7 - Cada original deverá ser constituído por um número mínimo de 4 pranchas sequenciadas e numeradas, a duas cores, obrigatoriamente acompanhadas de sinopse do argumento da obra, com menção do título proposto para a mesma.
8 - As obras de BD participantes podem ser concebidas em qualquer técnica ou suporte, num formato máximo de A3 (420x297mm). As que forem realizadas em computador deverão ser remetidas em CD ou DVD, no programa em que foram concebidas e em formato TIFF ou JPEG (numa resolução mínima de 300 dpi) acompanhadas de 4 cópias impressas de boa qualidade, identificadas no verso com o nome do autor.
9 - As bandas desenhadas concorrentes poderão ser entregues directamente ou enviadas por correio registado (neste caso será considerada a data do carimbo dos CTT) para:
Prémio Literário Cidade Figueira da Foz 2007
Biblioteca Municipal Pedro Fernandes Tomás
Rua Calouste Gulbenkian
3080-084 Figueira da Foz

As obras terão de ser acompanhadas de um pequeno currículo, uma fotocópia do BI, número de contribuinte, morada e outros contactos (e-mail, nº de telefone ou telemóvel).

10 - Para a execução literária da obra, a organização sugere que os concorrentes efectuem pesquisa bibliográfica e iconográfica, para cuja concretiação a Biblioteca Municipal disponibiliza o envio, por correio, de um dossiê com documentação policopiada, mediante pedido endereçado a


(Um pormenor importante e dissuasor de meros curiosos: os respectivos portes de envio serão cobrados ao concorrente).

11 - No âmbito do contrato a celebrar entre a Câmara Municipal de Figueira da Foz e o autor vencedor do concurso, este comprometer-se-á a entregar a obra, com extensão entre 28 a 32 pranchas, arte-finalizadas, prontas portanto para a edição em livro, no prazo máximo de 6 meses a contar da data da comunicação da atribuição oficial do prémio.

Claro que, em caso de dúvidas, também será possível contactar a organização do concurso através do endereço electrónico acima indicado.

12 - Não é vulgar haver conhecimento público da constituição do júri de um concurso (posso dizê-lo com a autoridade de já ter participado em algumas dezenas de jurados), mas, neste caso, os nomes estão publicados, e aqui se registam:

Dr. Pedro Moura (crítico e pedagogo de BD) e, acrescento eu, brilhante ensaísta literário do blogue Ler BD). Ver no endereço: http://lerbd.blogspot.com/

Drª Rosa Barreto (Coordenadora da Bedeteca de Lisboa)

Comandante António Rodrigues Pereira (Director do museu de Marinha; Membro da Academia de Marinha)

terça-feira, dezembro 18, 2007

Gatos na banda desenhada portuguesa (II) - O gato da andaluza - Autor. Relvas






Um gato na banda desenhada de Fernando Relvas, "Mediterrâneo"

"Um gato salta, na ponta duma trela vermelha, para cima dos bancos altos, perante o orgulho da dona, que o repreende sem convicção num espanhol com forte sotaque andaluz."
Assim escreve, em fluente e realística descrição, Fernando Relvas, autor da banda desenhada "Mediterrâneo" (já reproduzida neste blogue na postagem de Dezembro 8).
Na realidade, este gato sem nome não tem acção directa na sequência de imagens, mas nem por isso deixa de ser elemento importante na crónica de costumes que o escritor/desenhador nos relata, tendo por cenário a Playa de la Malagueta, em fundo uma plataforma petrolífera, e como personagens um homem que lá trabalha, uma andaluza e o seu gato.
------------------------------------------
"Post" anterior deste tema:
(I) Junho, 18 - Autor: José Abrantes

Para os que sentem carinho por gatos, recomendo também visita ao blogue "Queridos Gatos", de Inês Ramos, no endereço:
http://queridos-gatos.blogspot.com/

domingo, dezembro 16, 2007

Banda Desenhada portuguesa nos jornais (LXXIX) - Mundo Universitário - Autor: Pepedelrey

Pepedelrey criou, nas componentes argumento, desenho, legendagem e cor, a banda desenhada O Calor Que Arrefece, uma peça autoconclusiva acima visionável.
Publicada originalmente no semanário Mundo Universitário - nº 89 - 10 Dez. 07

Há bandas desenhadas que plasmam o estado de espírito do seu autor, no momento da criatividade. Em O Calor Que Arrefece, senti isso, eu que conheço o seu autor, o Pepedelrey (Lisboa, 1967) há mais de vinte anos.
Neste caso, o Pepe (é assim que toda gente mais chegada lhe encurta o pseudónimo) criou uma pequena obra, algo enigmática, em que participa uma alma como personagem. Daí que as leituras da bd possam variar, consoante o ponto de vista do leitor/visionador.
Seja como for, está-se perante uma peça de incontestável encanto formal, mesmo que as cores originais tenham sido traídas pela reprodução. Como, por exemplo, o raio mortífero solar tinha a cor amarela, mas a que se vê é verde.
---------------------------------------
"Posts" anteriores
Dez. 8 - Relvas
Dez. 1 - Phermad
Nov. 25 - Nuno Saraiva
" 23 - Algarvio (Alexandre Algarvio)
" 18 - José Pedro Costa e Arlindo Fagundes
" 11 - Derradé
Out. 31 - Agonia Sampaio
" 25 - Manaças (Pedro Manaças);
" 16 - Álvaro
" 12 - Pedro Alves
" 10 - Lam (João Lam)
" 3 - Autores: Ricardo Reis, Cristiano Baptista e André Oliveira
Set. 25 - Autor: Antero Valério
Agosto, 14 - Gui e Joca
" 13 - Joba e ML
Julho 12 - Luca
Junho 4 - Esgar Acelerado
Maio 31 - Algarvio
" 28 - Ricardo Cabral
" 14 - José Carlos Fernandes
" 12 - Filipe Andrade (desenho), Filipe Pina (argumento)
" 1 - Vasco Gargalo
Abril 24 - Zé Manel
" 18 - Arlindo Fagundes (arg. e desenho), José Pedro Costa (cor)
Março 30 - Pedro Nogueira
" 23 - José Lopes
" 16 - Zé Paulo (MU nº 60)
" 7 - Lam (MU nº 59)
" 1 - Ricardo Correia (desenho), André Oliveira (arg.), Ana Maria Baptista (colorido)
Fev.12 - Pedro Zamith
" 7 - Nazaré Álvares
" 7 - Marco Mendes
Jan. 23 - Ângela Gouveia
" 16 - Filipe Goulão
2007 - (lista acima)
Dez.6- A.Rechena
Nov.28 - José Lopes
" 21 - Pedro Alves
" 14 - Nuno Saraiva
" 8 - Pedro Morais
Out.31 - Ricardo Ferrand
" 24 - Algarvio
" 17 - Ricardo Cabral
" 11 - Álvaro
" 5 - Pedro Massano
Set.27 - Derradé
" 24 - Nuno Saraiva
Ainda em 2006, mas após as "férias grandes" (entre 8Jun. e 24Set, lapso de tempo em que o MU não foi editado), a lista de colaboradores vê-se daqui para cima
Jun.8 - Estrompa
Maio 31 - António Valjean
" 24 - Pedro Nogueira
" 20 - Zé Manel
" 16 - Ricardo Cabral e Jorge Cabral
" 12 - Pepedelrey
" 4 - J.Mascarenhas
Abril 5 - Cheila
Março 29 - Pedro Manaças
" 20 - Júcifer (Joana Figueiredo)
" 15 - Pedro Nogueira
Fev.14 - A.Rechena
" 8 - Derradé
Jan.19 - Pedro Alves
2006 (lista acima)
Dez.12 - Álvaro
Nov.24 - Luís Valente
" 15 - Paulo Marques e Bruno Silva
Out.28 - Fritz
" 13 - Francisco Sousa Lobo
2005 (Lista acima).
Neste ano houve mais autores publicados no MU, mas cujas pranchas não foram reproduzidas aqui no blogue)

sexta-feira, dezembro 14, 2007

Língua portuguesa em mau estado na Banda Desenhada, no "Cartoon", na Internet e nos Fanzines (XIII) - Um fanzine é um "acto de simpatia"??? Não!!!

Iliteracia tem a ver com o uso de palavras sem se conhecer correctamente o sentido delas. Acontece haver grande ignorância em relação ao neologismo "fanzine".

Por exemplo: um fanzine, além de ser um magazine feito por um fã, também pode ser um acto de simpatia da parte de um admirador?

Eu nem queria acreditar no que os meus olhos liam, hoje, no jornal gratuito Sexta Feira, numa frase dita pelo líder dos UHF, António Manuel Ribeiro.

Para além de lastimar, sinceramente, a desagradável situação em que ele se encontra, devida a sistemático assédio persecutório de uma apaixonadiça fã, também lamento o mau uso que dá à palavra fanzine, utilizando-a com o sentido de simpatia, admiração, da parte de uma fã em relação a ele.

O título da peça "Líder dos UHF apresentou queixa contra uma fã que o persegue" é sintomático da desagradável situação, que o cantor descreve em pormenor, dizendo a certa altura:
"Há muito tempo que isto não tem nada a ver com música ou com fanzine - é uma patologia."

Por conseguinte, parece óbvio que ele atribui o significado de "admiração da parte de uma, ou um, fã" à palavra fanzine.

Por estas e por outras quejandas é que eu atribuo aos músicos que foram editores de fanzines a criação da aberração que constitui a transformação do género masculino da palavra fanzine em feminino, de que me apercebi pela primeira vez há uma dúzia de anos nuns fanzines dedicados à música pop, aberração essa que, qual vírus informático, se espalhou por estas gerações mais recentes, onde caminha a par-e-passo com o crescente fenómeno da iliteracia.
-----------------------------------------------
Ver mais comentários acerca deste assunto no meu blogue "Fanzines de Banda Desenhada", no endereço:http://fanzinesdebandadesenhada.blogspot.com/

quarta-feira, dezembro 12, 2007

Banda Desenhada portuguesa em revistas não especializadas em BD (XXIII) - Elegy - Autor: J.Coelho

Pranchas da banda desenhada Psycho Whip, da autoria de JCoelho (desenho), DjGoldenshower (argumento)
in Elegy Ibérica nº 8


Quando um autor de BD tem talento, é-lhe sempre possível convencer o editor de qualquer revista publicar a sua obra.
Foi o que aconteceu com JCoelho e o argumentista que usa o pseudónimo DjGoldenshower (porque, de vez em quando, lá está ele, feito DJ, a tratar do ambiente musical de eventos variados), ao apresentarem proposta aos responsáveis da revista bimestral Elegy Ibérica, e que foi aceite.
Isto está a acontecer desde há alguns meses. Quando soube da novidade, graças ao meu amigo de longa data e talentoso artista JCoelho (banda-desenhista, ilustrador, colorista), que me deu a novidade. Infelizmente, não consegui comprar os números anteriores onde se iniciou a publicação, visto que já vai na 3ª entrega (informação do meu amigo Pepedelrey na coluna dos "comments", isto é a chamada interactividade...). Da mesma fonte (fidedigna, visto que o Pepe e o Jorge Coelho são inquilinos do mesmo ateliê, as figuras das personagens foram delineadas pelo João Fazenda).
Para quem seja capaz de, por causa de duas simples, mas muito boas, pranchas de BD, comprar uma revista que tem por tema principal a música, já sabe como ela se chama. E acrescento que as capas (são duas, trata-se de uma revista reversível) têm um óptimo grafismo.
-----------------------------------------------------
Postagens anteriores relativas a bandas desenhadas publicadas em revistas não especializadas em BD, que incluem colaborações de autores portugueses. Para possibilitar o visionamento desses excertos visuais, indica-se a data do "post", localizável na coluna "Archives" .
Para completar o panorama da BD nacional que se vai editando em publicações que não são de BD, ver também a rubrica "BD portuguesa nos jornais", cujo "post" mais recente é de Dezembro, 8.

(XXII) Julho 6 - Underworld - João Monteiro (desenho), André Oliveira (argumento)
(XXI) Junho 29 - Gente Jovem - Autor: Algarvio;
(XX) Junho 8 - Visão - Autores: Pedro Massano, José Carlos Fernandes, António Jorge Gonçalves;
(XIX) Março 14 - P'Almada - Autor: Serrano;
(XVIII) Março 10 - Underworld - Autores: Ricardo Reis (desenho), André Oliveira (argumento), Ana Maria Baptista (colorido);
(XVII) Março 6 - Motociclismo - Autor: Luís Pinto-Coelho;
(XVI) Fev. 27 - Jazz.pt - Autor: C. Zingr (Corujo Zíngaro);
(XV) Jan. 23 - Visão Júnior - Autores: Pedro Morais e Luís Almeida Martins
2007 Daqui para cima

(XIV) Dez. 27 - Dominium - Autores: Sub Verso e Bad Kitty;
(XIII) Dez. 9 - Revista "C" - Autores: Miguel Rocha e José Carlos Fernandes;
(XII) Set. 29 - Textos e Pretextos - Ricardo Pires Machado;
(XI) Junho 17 - Ripa na Rapaqueca - Autor: João Ferreira;
(X) Maio 6 - Motociclismo - Autor: Luís Pinto-Coelho;
(IX) Abril 23 - Underworld - Autor: João Maio Pinto;
(VIII) Abril 23 - Revista da Armada - Autor: Antunes;
(VII) Abril 23 - Louletano - Autor: E.T.Coelho (reedição);
(VI) Abril 10 - Revista C - Autores: Miguel Rocha e José Carlos Fernandes;
(V) Abril 2 - Megajogos - Autor: Algarvio;
(IV) Março 13 - Kulto - Autores: Ana Freitas e Nuno Duarte;
(III) Março 3 - Gente Jovem - Autor: Algarvio;
(II) Fev.25 - Vega - Autor: Richard Câmara;
(I) Fev. 18 - Periférica - Autores: Hugo Pena e Jorge Pedro Ferreira
2006 - Daqui para cima

terça-feira, dezembro 11, 2007

Tertúlia de Natal

No encontro de Natal da Tertúlia BD de Lisboa confirmaram presença 56 bedéfilos. Pedro Massano, Zé Paulo, Zé Manel, serão os nomes mais sonantes, mas entre a camada mais nova também se encontram autores já bem conhecidos. Dos de maior proeminência podem referir-se os nomes de Pepedelrey, Álvaro, Rui Lacas, J.Mascarenhas, J.Coelho. A ganhar visibilidade há-os por lá também: Vasco Gargalo, Hugo Teixeira, Machado Dias e André Oliveira (estes dois últimos, argumentistas, "avis rara" da BD), Andreia Rechena, Sá Chaves, Paulo Marques, e outros (estou a nomear de cor todo esta galeria...).
Em conformidade com o critério estabelecido há já muitos anos nos encontros natalícios da Associação Informal Tertúlia BD de Lisboa, não há Homenageado nem Convidado Especial.
Como decerto se recordarão todos quantos já alguma vez nela participaram, na variante "tertúlia de Natal" (que passa a ser realizada, a partir deste ano, na segunda 3ª feira de Dezembro, como aqui no blogue foi divulgado no "post" do dia 1 de Dezembro), todos os participantes oferecem, para ser sorteada, uma qualquer peça, considerada como prenda de Natal.
Logicamente, a oferta relaciona-se com a BD.
Ou seja: um álbum, uma revista, um fanzine. Ou até qualquer objecto (emblema, miniatura, porta-chaves, "t-shirt") que reproduza personagens de banda desenhada.
Também são admitidos desenhos originais.
Para esta (excelente, muito boa, boa, assim-assim, depende) hipótese não são aceites desenhos improvisados "ao momento" nas toalhas de papel. Portanto, quem não tiver prenda para oferecer, não participa neste "sorteio interactivo".
.............................................................................................
O Sorteio Interactivo Bedéfilo das peças de banda desenhada tem a conhecida característica de que todos os participantes são contemplados com uma peça diferente daquela que ofereceram. É uma forma de fazer com que os bedéfilos da tertúlia possam eventualmente tomar conhecimento com algo que não conhece~m (uma obra, um autor, uma revista portuguesa, um fanzine).
.............................................................................................
Esta tertúlia de Natal, que reune habitualmente cerca de 50 bedéfilos (já lá disse em cima que estão confirmados 56), realiza-se sempre em restaurantes diferentes, englobando um jantar.
-----------------------------------------------------
Hoje vai ser um encontro especial no que se refere à actividade editorial. Vejamos:
1) Terá lugar na tertúlia o lançamento do nº 10 do fanzine EROS, vinte anos depois de ter sido começado a ser editado cá pelo bloguista. Este número, dedicado ao tema "Lingerie erótica, inclui um encarte (fechado) intitulado "Gráficos Porno", dedicado, como o título indica, à banda desenhada pornográfica, em contraste com o resto do conteúdo, de índole erótica; 2) Também, como acontece praticamente todos os meses, edito mais um número do fanzine Tertúlia BDzine, o nº 120, contendo uma banda desenhada do consagrado Zé Paulo, um dos visionários da revista (de BD) Visão;
3) Vai ser lançado o fanzine 100 Un hommage a Hergé, em edição da Extractus;
4) Também já rotineira é a distribuição pelos presentes de dois números do fanzine Folha Volante, um (o nº 192) com notícias sobre BD extraídas de revistas ou jornais, neste caso de uma crítica de João Miguel Lameiras intitulada "Mangá em Português" outra referente ao grande êxito editorial bedéfilo, o álbum Sexo, Mentiras e Fotocópias, sendo o nº 193 dedicado a reprodução de BD visionadas em variados suportes: do semanário Sol é a série "As Tias", por Joba e ML; da revista GQ saiu a tira "Da Fêmea Implacável", por Joana Sobrinho; e da revista semanal Time Out Lisbon foi extraída uma tira vertical, sem palavras, creditável a José Carlos Fernandes.
4) E pensava eu que talvez fosse neste Natal que se visse o nº 100 do Tertúlia BDzine, em atraso na colecção há cerca de dois anos. Mas, hélas!, devido a imprevistos (roubo de originais, etc.) já acontecidos ao desenhador, co-autor da respectiva banda desenhada (o argumentista é David Soares, o desenhador é Daniel Maia), com a banda desenhada intitulada A Tertúlia do Horror :-) cuja capa passou a ser conhecida antes de ser editada por ter estado em exposição no Festival de BD de Beja, tal não vai acontecer hoje, porque, disse-me o Dan Maia, ainda não é desta. "Too much work", costuma dizer o talentoso artista por sms. Vamos apontar agora para a tertúlia do dia 1 de Janeiro, início de novo ano (sim, apesar de ser feriado, a tertúlia não deixa de se realizar nessa primeira 3ª feira do mês). E, como diz o povão, "Ano Novo, Vida Nova", o que significará atitudes novas, diferentes, melhores.

sábado, dezembro 08, 2007

Banda Desenhada portuguesa nos jornais (LXXVIII) - Mundo Universitário - Autor: Relvas

Prancha da banda desenhada Mediterrâneo, da autoria de Fernando Relvas
in Mundo Universitário nº 88, de 3 Dezembro

Relvas, banda-desenhista de prestígio, apesar de viver na Croácia colaborou esta semana com uma banda desenhada na rubrica BD do jornal Mundo Universitário, o que será, de certeza, uma boa notícia para quem se habituou a considerar aquele autor-artista como um dos mais importantes na moderna Banda Desenhada Portuguesa.
Claro que não foi fácil de conseguir. Só após muitos e-mails com o Relvas, tive a satisfação de receber um com o respectivo anexo, e aí estava a colaboração tão desejada por mim. Devo dizer que esperava obra mais ao estilo que sempre dele conheci, e dei-lhe conhecimento da minha opinião. Sem desdenhar da qualidade estética da prancha, e do excelente nível literário e ficcional do argumento, disse-lhe que estava à espera de simples banda desenhada e não de "banda desenhada fotografada". A resposta foi de que agora era o que me podia arranjar. E, claro, é obra que não deslustra o prestígio do autor na Banda Desenhada, que tem espalhado o seu talento também pelas áreas do Cartune, da Ilustração e da Caricatura.
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Fernando Relvas (Lisboa, 1954) tem extenso currículo na arte sequencial, tendo-se iniciado, como vários outros autores de nomeada, nos fanzines (O Estripador, O Gorgulho). Todavia, o seu primeiro momento de especial relevância ocorreu na [revista] Tintin, edição portuguesa, com a criação da personagem O Espião Acácio.
Entre 1982 e 1988 relizou várias extensas bandas desenhadas para o semanário Sete, publicadas ao ritmo de uma prancha por semana, em sistema de continuação, sendo de relevar Nunca Beijes a Sombra do Teu Destino, publicada a cores (1986).
Dele há também vários álbuns publicados na década de 1990: "As Aventuras de Vaz Taborda. Em Desgraça", "Çufo", "As Aventuras de Piri-Lau, O Nosso Primo em Bruxelas", estes criados de raiz. Beneficiou da recolha em álbum da bd "Karlos Starkiller" bem assim de "L123", e, a terminar a profícua década, foi um dos participantes no álbum colectivo Uma Revolução Desenhada. O 25 de Abril e a BD.
Ver mais elementos acerca de Fernando Relvas no seu próprio blogue:
http://hardline-approach.blogspot.com

Capa da novela gráfica Palmyra, obra de Fernando Relvas editada em álbum

Relvas casou em Portugal com Nina Goudarovna (estou a escrever de cor, julgo que é mais ou menos assim que se escreve), uma artista (pintora) croata, e emigrou para a Croácia. Entretanto, mantendo considerável actividade, tem as seguintes obras de BD publicadas, sob chancela da editora Lulu:
Palmyra - "graphic novel", Costa 1 e Costa 2 - "travelogs" (volumes com 50 páginas a cor, editadas em "paper back", ou seja, usando o vocábulo português, brochadas).
Ver em:
http://lulu.com/content/702123
-----------------------------------------------
Leia-se ainda a notícia no topo da página, relacionada com o Festival P/Artes - Algarve 07, do qual dei notícia neste blogue (ver "post" abaixo deste). O P/Artes estará agora a terminar. Desejo que tudo tenha corrido bem. Infelizmente não pude participar numa mesa redonda com o Phermad e o Paulo Monteiro, como estava inicialmente previsto, devido à finalização do número 10 do meu fanzine Eros, e dos contactos telefónicos com os participantes do próximo encontro de Natal da Tertúlia BD de Lisboa, que vai ocorrer no próximo dia 11, segunda 3ª feira deste mês (como também têm conhecimento os visitantes que têm visto este blogue).
---------------------------------------------------
"Posts" anteriores

Dez. 1 - Phermad
Nov. 25 - Nuno Saraiva
" 23 - Algarvio (Alexandre Algarvio)
" 18 - José Pedro Costa e Arlindo Fagundes
" 11 - Derradé
Out. 31 - Agonia Sampaio
" 25 - Manaças (Pedro Manaças);
" 16 - Álvaro
" 12 - Pedro Alves
" 10 - Lam (João Lam)
" 3 - Autores: Ricardo Reis, Cristiano Baptista e André Oliveira
Set. 25 - Autor: Antero Valério
Agosto, 14 - Gui e Joca
" 13 - Joba e ML
Julho 12 - Luca
Junho 4 - Esgar Acelerado
Maio 31 - Algarvio
" 28 - Ricardo Cabral
" 14 - José Carlos Fernandes
" 12 - Filipe Andrade (desenho), Filipe Pina (argumento)
" 1 - Vasco Gargalo
Abril 24 - Zé Manel
" 18 - Arlindo Fagundes (arg. e desenho), José Pedro Costa (cor)
Março 30 - Pedro Nogueira
" 23 - José Lopes
" 16 - Zé Paulo (MU nº 60)
" 7 - Lam (MU nº 59)
" 1 - Ricardo Correia (desenho), André Oliveira (arg.), Ana Maria Baptista (colorido)
Fev.12 - Pedro Zamith
" 7 - Nazaré Álvares
" 7 - Marco Mendes
Jan. 23 - Ângela Gouveia
" 16 - Filipe Goulão
2007 - (lista acima)

Dez.6- A.Rechena
Nov.28 - José Lopes
" 21 - Pedro Alves
" 14 - Nuno Saraiva
" 8 - Pedro Morais
Out.31 - Ricardo Ferrand
" 24 - Algarvio
" 17 - Ricardo Cabral
" 11 - Álvaro
" 5 - Pedro Massano
Set.27 - Derradé
" 24 - Nuno Saraiva
Ainda em 2006, mas após as "férias grandes" (entre 8Jun. e 24Set, lapso de tempo em que o MU não foi editado), a lista de colaboradores vê-se daqui para cima

Jun.8 - Estrompa
Maio 31 - António Valjean
" 24 - Pedro Nogueira
" 20 - Zé Manel
" 16 - Ricardo Cabral e Jorge Cabral
" 12 - Pepedelrey
" 4 - J.Mascarenhas
Abril 5 - Cheila Março
29 - Pedro Manaças
" 20 - Júcifer (Joana Figueiredo)
" 15 - Pedro Nogueira
Fev.14 - A.Rechena
" 8 - Derradé
Jan.19 - Pedro Alves
2006 (lista acima)

Dez.12 - Álvaro
Nov.24 - Luís Valente
" 15 - Paulo Marques e Bruno Silva
Out.28 - Fritz
" 13 - Francisco Sousa Lobo
2005 (Lista acima). Neste ano houve mais autores publicados no MU, mas cujas pranchas não foram reproduzidas aqui no blogue)

quinta-feira, dezembro 06, 2007

Festivais, Salões BD e afins - (Faro) - Festival P/Artes Algarve - Edição Zero/Dez.07

Cartaz do novel Festival P/Artes-Algarve 2007, onde a Banda Desenhada terá forte visibilidade
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Algarve é mais praia do que actividade artística, leia-se cultural? Sim, no que concerne à BD. Mas a partir de amanhã, e até sábado (portanto, 7 e 8 Dezembro), vai haver um pingo de visibilidade para a Banda Desenhada, com o Festival P/Artes-Algarve 2007 na sua edição nº 0, isto é, experimental. Já tem havido alguma actividade à volta da BD. Pessoalmente participei em júris de concursos de banda desenhada em Faro (há muitos anos, eu e Victor Mesquita), em Loulé e em Olhão (nesta ultima cidade, o então Presidente da Junta de Freguesia de Olhão, João Peres, estava a ficar convencido por mim a transformar o concurso bedéfilo anual num Salão BD. Mas os alcatruzes da nora política apearam-no, e lá se foi o projecto por água abaixo...

Todavia, há-de sempre aparecer alguém envolvido na paixão bedéfila, a querer remexer as águas estagnadas. É o caso de Phermad (ex-Fermad, a.k.a Fernando Madeira) a impulsionar um novo projecto, o Festival P/Artes-Algarve.

E do que consta este dito festival, de dois dias, curtíssimo (mas o grande Festival de Angoulême também dura apenas três dias...)?
Ora bem, as actividades, como é usual nestas coisas, são bastante diversificadas:
Veja-se, ou melhor dizendo, leia-se, o programa:

Exposições
BD O Menino Triste, de João Mascarenhas; "Aeternu", de Manuel Morgado, Hugo Jesus; [R]Eject, de Andreia Rechena.

"Workshops"
BD Desenhar heróis e vilões /teórico/prático (no programa está mal escrito, assim: práctico. Atenção, organização: erros no programa causa má impressão)
Formadores: Phermad, Rocha (atenção, este chama-se Carlos, não é o consagrado Miguel)
Desenho e caricatura ao vivo

Tertúlias (o Phermad já foi Convidado Especial da Tertúlia BD de Lisboa, parece que gostou)

Sessões de autógrafos
Feira de Fanzines/Livros 2ª BDmão (esta frase é um achado, parabéns Phermad)/Artesanato (contactar organização para fazer pré-inscrição)
Mostra de "Action Figures"
Encontro Nacional de Coleccionadores
Lançamento de livros e fanzines
Música
Apresentação de projectos musicais "all in my space"
Vídeo
Mostra de curtas de animação e ficção
Performance de paranormal
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - --- - - -
FESTIVAL P/ARTES ALGARVE 2007
Data: 7 a 8 Dezembro
Local IPJ - Faro, na Rua da PSP (junto ao Jardim da Alameda/Escola Sec. Tomás Cabreira)
Horário: entre as 14h00 e as 20h30
Organização: Terminal Studios/Direcção Regional do Algarve do IPJ, I.P.


quarta-feira, dezembro 05, 2007

"Workshop" de Fanzines?

O que é um fanzine? Quais as características mais relevantes dos fanzines? Os seus imprevisíveis formatos? Ou serão os títulos, com trocadilhos brejeiros, atrevidos, eventualmente agressivos ou iconoclastas, tipo:
Káganisso, Comic Cala-te, Bidés, Espanta-Pardais, Olho do cu, Fodósgas, Ginalolofrígida, Nuxcuro, Nova Gina (este é para ler várias vezes e rapidamente, para ver ao que soa...).
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Em Odemira, o bloguista que aqui escreve, realizou um "workshop" de franzines. Mas antes fez a descrição do projecto à organização do evento BDTECA, realizado em Odemira.
Quem tiver curiosidade em ver o resultado, basta visitar o blogue "Fanzines de Banda Desenhada", no endereço:
http://fanzinesdebandadesenhada.blogspot.com/

segunda-feira, dezembro 03, 2007

Tertúlia BD de Lisboa - Tertúlia Especial de Natal - ALTERAÇÃO


ALTERAÇÃO IMPORTANTE!

Texto destinado basicamente aos "tertulianos", habituais participantes da Tertúlia BD de Lisboa

Ponto 1 - Em Dezembro de 2007, na 1ª terça-feira, não haverá a tertúlia normal no restaurante habitual;
Ponto 2 - Neste mês de Dezembro só haverá a Tertúlia Especial de Natal, desta vez na 2ª terça-feira, dia 11, num restaurante diferente.
Ponto 3 - Como é habitual neste caso da Tertúlia Especial de Natal (que nos anos anteriores se realizava na 3ª terça-feira do mês de Dezembro), os "tertulianos" mais assíduos, cerca de 4o, serão contactados telefónica ou pessoalmente, para serem informados de qual o restaurante onde se vai realizar essa tertúlia, a tal onde todos levam uma prenda/peça de banda desenhada, para todos sairem de lá com peça diferente e inesperada.

Razões para esta alteração

1ª - Em todos os anos anteriores tive de fazer mais de 60 telefonemas para conseguir reunir um número razoável de participantes.

Isto porque a 3ª terça-feira já é muito próxima do Natal, e muitas pessoas metem férias e vão passar a quadra natalícia fora de Lisboa.

Vou fazer a experiência de optar por um dia menos próximo do Natal, a ver se funciona melhor.

Por outro lado, ao fim de 22 anos, começa a haver poucos autores homenageáveis, já só há quase gente mais nova para "Convidados Especiais". Por isso deixa de haver justificação para fazer em Dezembro, como se fez durante anos, duas tertúlias, uma normal, na 1ª terça-feira (com um homenageado e/ou um convidado especial) e uma segunda, a especial, na 3ª terça-feira, já só de convívio.

Portanto, alteração definitiva à Tertúlia BD de Lisboa:

Repito, para não restarem dúvidas: pretendo fazer, a partir de agora, duas em uma: a Tertúlia Especial de Natal, na 2ª terça-feira de Dezembro, em local diferente, que será divulgado apenas aos "tertulianos" mais assíduos.

O fundador da Tertúlia BD de Lisboa
Geraldes Lino

NOTA: ESTE TEXTO FOI DISTRIBUÍDO EM FOLHA SOLTA, NA TERTÚLIA DE NOVEMBRO, POR TODOS OS PRESENTES
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Nota "A posteriori"
1) Terá lugar na tertúlia o lançamento do nº 10 do fanzine EROS, vinte anos depois de ter sido começado a ser editado por este bloguista. Este número, dedicado ao tema "Lingerie erótica, inclui um encarte (fechado) intitulado "Gráficos Porno", encarte esse dedicado, como o título indica, à banda desenhada pornográfica, em contraste com o resto do conteúdo, de índole erótica.
2) Também, como acontece praticamente todos os meses, edito mais um número do fanzine Tertúlia BDzine, o nº 120, contendo uma banda desenhada do consagrado Zé Paulo, um dos visionários da revista (de BD) Visão.
3) Vai ser lançado o fanzine 100 Un hommage a Hergé, em edição da Extractus
4) E talvez seja neste Natal que se veja editado o nº 100, em atraso na colecção há cerca de dois anos, hélas!, devido a imprevistos (roubo de originais, etc.) acontecidos ao desenhador, co-autor da respectiva banda desenhada (o argumentista é David Soares, o desenhador é Daniel Maia), com a banda desenhada intitulada A Tertúlia do Horror :-) cuja capa já é conhecida por ter estado em exposição no Festival de BD de Beja.

sábado, dezembro 01, 2007

Banda Desenhada portuguesa nos jornais (LXXVII) - Mundo Universitário - Autor: Phermad

Prancha da banda desenhada Grandes Ondas, da autoria de Phermad
in Mundo Universitário nº 87 - 26 Nov. 07

Sonhos eróticos, melhor dizendo, pornográficos, com sexo quase real, quem os não teve já. E eles são, por vezes, o ponto de partida para bandas desenhadas, ou para filmes, por exemplo.
Foi, se calhar, o que aconteceu ao autor do episódio desenhado sequencialmente, talvez influência de algum sonho tido numa tarde de praia. Nada de estranhar no algarvio Phermad. Que já foi Fermad nas suas bandas desenhadas, só não pode deixar de ser Fernando Madeira, mas isso pouca gente sabe...
-------------------------------------------
Há uma lista de "posts" anteriores, visível em Novembro, 25

quarta-feira, novembro 28, 2007

Festivais, Salões BD e afins - (Odemira) - BDTECA - 20 Out. a 20Nov. - 20Nov. a 20Dez.2007

Tendo por fulcro a Banda Desenhada (BD), continuam a realizar-se, de Norte a Sul do país, eventos de índole cultural e artística.

É o que está a acontecer em Odemira, sob o (simples, mas pouco esclarecedor) título de BDTECA (*). Pelo segundo ano consecutivo, por iniciativa da respectiva Biblioteca Municipal, acontece este evento "mix" onde coexistem diversas componentes baseadas na Figuração Narrativa, a saber:

1. Concurso de BD aberta a todos os interessados nesta arte (com uma única regra: desde que tenham idade igual ou superior a 16 anos, mas sem limite de idade.
Nota: este concurso está ainda aberto à participação, como pode ver qualquer interessado, se quiser ver o regulamento neste blogue, num "post" afixado em Outubro, 16.
2. Uma feira de edições de BD (livros, álbuns e revistas, e espero que os fanzines também lá estejam presentes), intitulada Feira do Comic Book e da BD.

3. Exposições: na Biblioteca Municipal José Saramago estará patente "Desenhar a Música", pranchas de uma obra da autoria de José Garcês; além desta, haverá mais cinco exposições que serão montadas em diferentes escolas, entre os dias 20 de Novembro e 20 de Dezembro.
Nota: eis a razão pela qual, no título deste "post" indiquei como datas do evento 20 Out. a 20 Nov., e 20 Nov. a 20 Dez. Porque, sendo a data do evento BDTECA de 20 Out. a 20 Nov., as exposições deslocalizadas, parte integrante do acontecimento bedéfilo prolongam-se até 20 Dezembro.
4. Acções de formação, onde se inclui um "workshop" de fanzines (coordenado exactamente por este bloguista e fanzinista que aqui escreve), que terá como participantes alunos da Escola Profissional de Odemira, jovens entre os 16 e os 18 anos. A função vai efectivar-se entre as 8h30 e as 16h de 29 Novembro).

Nota: Já dei, verbalmente, a sugestão que aqui deixo publicamente:
Em vez de apenas BDTECA, deveria ser:
BDTECA - 2ª Mostra de Banda Desenhada/Odemira 2007
Considero que é redutor aparecer unicamente a palavra BDTECA, sem se saber quantas "bdteca" já se realizaram, onde se realizam, e o ano a que se refere.

Além do facto de o neologismo bedeteca (aqui simplificado para bdteca) ter por significado, ainda não dicionarizado, "local onde se guarda bedê", tal como, por exemplo, videoteca é o local onde se guardam vídeos.

segunda-feira, novembro 26, 2007

Banda Desenhada Portuguesa nos jornais - 2ª prancha da BD de Nuno Saraiva (ver "post" anterior)

Ora aqui está a 2ª prancha (agora ampliável) da bd Tintin por Tintin, da série Na Terra como no Céu criada por (argumento e desenho) Nuno Saraiva.
A prancha inicial, também ampliável, está no "post" colocado sob este. Façam "page down", que vale a pena.

domingo, novembro 25, 2007

Banda Desenhada portuguesa nos jornais (LXXVI) - SOL - Autor: Nuno Saraiva

Prancha inicial da banda desenhada Tintin por Tintin, da autoria (desenho e argumento) de Nuno Saraiva, na sua série, em publicação semanal, Na Terra como no Céu
in revista/suplemento Tabu do semanário Sol, de 20 Out. 07

Há sempre quem goste de posições bombásticas e afirme que hoje em dia já não se publica banda desenhada portuguesa, a não ser nos álbuns.
Neste blogue mostra-se a inconsistência desse tipo de opiniões, muitas vezes a camuflar o simples desconhecimento do que se passa à sua volta.
Uma das várias provas é a série semanal, em duas pranchas cada episódio, Na Terra como no Céu, da autoria completa (argumento, desenho, legendagem e colorido) de Nuno Saraiva, um dos autores mais importantes da moderna banda desenhada portuguesa.
Filosofia de Ponta, com argumento do falecido Júlio Pinto parecia ser o zénite da carreira do N.S. - como o Nuno às vezes assina -, mas esta obra agora em publicação semanal veio mostrar que este ainda jovem autor consegue ter capacidade ecléctica, onde cabem as valências de desenhador, argumentista, legendador e colorista, qualquer delas em elevado nível.
A fim de satisfazer a curiosidade dos mais estudiosos, que gostam de fazer fichas para os autores, informo datas: esta série "Na Terra como no Céu" começou a publicar-se em 16 de Setembro de 2006, apenas com uma prancha semanal, e assim se manteve até Dezembro daquele ano; no início de 2007, a banda desenhada passou a ser mostrada em duas pranchas.

Prancha final (2 de 2) da banda desenhada Tintin por Tintin

(NOTA "A POSTERIORI": A PEDIDO DE VÁRIAS FAMÍLIAS heeuuhhh... foram só dois visitantes que pediram, ok, pronto, 'tava a brincar, exagerei um bocadinho... VOU AFIXAR OUTRO "POST" SÓ COM ESTA PRANCHA. ISTO PORQUE, ASSIM, ELA FICARÁ AMPLIÁVEL, COMO ACONTECE COM A DE CIMA, E OS MEUS AMIGOS PODERÃO VISIONÁ-LA, E SABOREAR O EPISÓDIO NA TOTALIDADE.)

Esta bedê Tintin por Tintin representa uma brincadeira bem humorada em que a personagem principal é um leitor adolescente, tintinófilo precoce, que, após ter finalmente visto/lido (na edição francesa!) o controverso episódio Tintin au Congo, em falta na sua biblioteca, acaba por descobrir que há muito mundo (bedéfilo) para além do Tintin, quando se depara com bandas desenhadas assinadas por uns tais Milo Manara, Eleuterio Serpieri, Mattioli, Crepax, Liberatore, e até com uns portugueses bastante "frescos", um tal Júlio Pinto, que descrevia umas cenas sugestivas, ilustradas por "um desenho marado dum gajo português qualquer", como o próprio Nuno Saraiva, ironicamente, se autoclassifica.
Tenho muita pena que neste blogue apenas seja possível ampliar a imagem de topo, porque os meus amigos visitantes poderiam também desfrutar e gozar com esta segunda prancha.
Grande Nuno, um abraço!

Como aqui se fala de Tintin, logo, está implícito Hergé, acrescento este "post" à série dedicada a lembrar o centenário do nascimento de Georges Remi, sendo o XIV (14º), a seguir ao "post" de Set.27, onde existe um "post" remissivo relacionado com esse tema
----------------------------------------------
"Posts" anteriores desta rubrica

Nov. 23 - Algarvio (Alexandre Algarvio)
Nov. 18 - José Pedro Costa e Arlindo Fagundes
Nov. 11 - Derradé
Out. 31 - Agonia Sampaio;
Out. 25 - Manaças (Pedro Manaças);
Out. 16 - Álvaro
" 12 - Pedro Alves
" 10 - Lam (João Lam)
" 3 - Autores: Ricardo Reis, Cristiano Baptista e André Oliveira
Set. 25 - Autor: Antero Valério
Agosto, 14 - Gui e Joca
Agosto, 13 - Joba e ML
Julho 12 - Luca
Junho 4 - Esgar Acelerado
Maio 31 - Algarvio
" 28 - Ricardo Cabral
" 14 - José Carlos Fernandes
" 12 - Filipe Andrade (desenho), Filipe Pina (argumento)
" 1 - Vasco Gargalo
Abril 24 - Zé Manel
" 18 - Arlindo Fagundes (arg. e desenho), José Pedro Costa (cor)
Março 30 - Pedro Nogueira
" 23 - José Lopes (MU nº 61)
" 16 - Zé Paulo (MU nº 60)
" 7 - Lam (MU nº 59)
" 1 - Ricardo Correia (desenho), André Oliveira (arg.), Ana Maria Baptista (colorido)
Fev.12 - Pedro Zamith
" 7 - Nazaré Álvares
" 7 - Marco Mendes
Jan. 23 - Ângela Gouveia
" 16 - Filipe Goulão
2007 - (lista acima)

Dez.6- A.Rechena
Nov.28 - José Lopes
" 21 - Pedro Alves
" 14 - Nuno Saraiva
" 8 - Pedro Morais
Out.31 - Ricardo Ferrand
" 24 - Algarvio
" 17 - Ricardo Cabral
" 11 - Álvaro
" 5 - Pedro Massano
Set.27 - Derradé
" 24 - Nuno Saraiva
Ainda em 2006, mas após as "férias grandes" (entre 8Jun. e 24Set, lapso de tempo em que o MU não foi editado), a lista de colaboradores vê-se daqui para cima

Jun.8 - Estrompa
Maio 31 - António Valjean
" 24 - Pedro Nogueira
" 20 - Zé Manel
" 16 - Ricardo Cabral e Jorge Cabral
" 12 - Pepedelrey
" 4 - J.Mascarenhas
Abril 5 - Cheila
Março 29 - Pedro Manaças
" 20 - Júcifer (Joana Figueiredo)
" 15 - Pedro Nogueira
Fev.14 - A.Rechena
" 8 - Derradé
Jan.19 - Pedro Alves
2006 (lista acima)

Dez.12 - Álvaro
Nov.24 - Luís Valente
" 15 - Paulo Marques e Bruno Silva
Out.28 - Fritz
" 13 - Francisco Sousa Lobo
2005 (Lista acima. Neste ano houve mais autores publicados no MU, mas cujas pranchas não foram reproduzidas aqui no blogue)

sexta-feira, novembro 23, 2007

Banda Desenhada portuguesa nos jornais (LXXV) - Mundo Universitário - Autor. Algarvio

Uma banda desenhada autoconclusiva, numa só prancha, da autoria (argumento e desenho) de Algarvio

Algo filosófica, esta banda desenhada prova o grau de abrangência temática que a Figuração Narrativa atinge, visto ser, igualmente, uma forma de literatura gráfica.
Algarvio (Alexandre Algarvio), criou uma bedê, desta vez em registo bastante diferente daquele que já lhe será conhecido por quem segue, semana a semana, a rubrica BD do jornal Mundo Universitário. Isto porque, ao longo das sessenta e sete bandas desenhadas impressas regularmente (ao princípio, ao ritmo quinzenal, desde há um ano, em cadência semanal), ele já antes colaborou três vezes, privilegiando a faceta humorística.
------------------------------------------------------
Para ver bandas desenhadas anteriores nesta mesma rubrica "Banda Desenhada portuguesa nos jornais", basta fazer "page down" até chegar ao "post" de 18 Novembro, onde há uma lista, quase exaustiva, com nomes de autores que já colaboraram e respectivas datas.

terça-feira, novembro 20, 2007

Banda Desenhada portuguesa nos fanzines (XX) - Autor: Marco Mendes

Banda desenhada numa só prancha, autoconclusiva, da autoria de Marco Mendes, no fanzine O Projecto de Fecundar a Lua

Uma das características dos fanzines é serem campos férteis para a imaginação, que muitas vezes se mostra logo no próprio título e na ilustração da capa. Esta é uma faceta de valor incomparável, que os distingue, pela positiva, das revistas - estas têm compromissos comerciais, não podem chocar a clientela, nem com o título nem com a imagem da capa (a menos que se trate de revistas pornográficas, mas isso já é outra conversa).
Veja-se como se intitula o fanzine sob apreciação: O Projecto de Fecundar a Lua. Como não sentir a sensação de um sorriso íntimo, de cumplicidade imediata com quem imagina um título destes. E a desconcertante capa, impossível em absoluto numa qualquer revista de bom tom (capa essa que pode ser vista no meu outro blogue Fanzines de Banda Desenhada), no endereço http://fanzinesdebandadesenhada.blogspot.com/
é mais um prova do que venho escrevendo e dizendo há muitos anos: os fanzines são os campos experimentais por excelência, são os espaços de liberdade porque sim, porque essa característica está na sua génese, eles abarcam e suportam toda a imaginação dos artistas mais irreverentes.
Inicia-se aqui uma banda desenhada em apenas duas pranchas, cada uma delas ocupada por imagem única (vinheta-prancha), em que o autor (Marco Mendes), usa uma das usuais e inteligentes convenções da BD, que é a de indicar que o falante está fora do campo visual. Percebe-se isso pelo facto de o apêndice do balão-fala apontar para fora da vinheta.

Infelizmente, este blogue já não tem a capacidade inicial de ampliar todas as imagens postadas, apenas amplia a que aparece no topo do "post". Por esse motivo, a fala das personagens, neste caso, ficam praticamente ilegíveis. Daí que eu tenha decidido reproduzir as legendas e as falas das personagens. Aqui vai a de Marco Mendes:

Legenda com o comentário do autor, neste caso também narrador:
"Não há nada mais deprimente do que o Porto no Verão. Enquanto não podemos ir de férias, eu e a Lígia ficamos em casa o dia todo a trabalhar. Ela estuda e escreve para o doutoramento e eu faço uns desenhecos, respondo a uns emails, pego num livro, mas tudo sem grande vontade.
O tempo está uma merda, ainda ontem choveu."

A seguir, no balão-fala, a personagem (fora de campo) diz:

"Lígia? Não curtes os meus sapatos? O André ontem fartou-se de gozar! Diz que parecem uns cascos!!"

Termina a curta banda desenhada com esta segunda vinheta-prancha, em que a personagem feminina (a também ilustradora Lígia Paz, muito bem retratada), sem tirar os olhos do écrã, termina o diálogo com uma ironia cúmplice, retorquindo:

"Têm um ar um bocado ortopédico, mas como tu és meio deficiente até nem te ficam mal..."

Para os interessados em ver mais algo deste fanzine (a capa, por exemplo), e da BD nele contida (e, já agora, o endereço do blogue do Marco Mendes), pode visitar o meu outro blogue, o Fanzines de Banda Desenhada, no endereço:

http://fanzinesdebandadesenhada.blogspot.com/

domingo, novembro 18, 2007

Banda Desenhada portuguesa nos jornais (LXXIV) - Mundo Universitário - Autores: José Pedro Costa e Arlindo Fagundes

Prancha da banda desenhada Arqueologia, da autoria de José Pedro Costa (desenho e colorido) e Arlindo Fagundes (argumento)
in rubrica BD do semanário Mundo Universitário, nº 85 de 12 Nov. 07

Desenhar bem e, em simultâneo, criar bons argumentos, são qualidades indispensáveis para se ser autor completo de banda desenhada.
Digo completo porque há quem desenhe muito bem, mas não tenha grande talento ficcional, assim como a maioria dos argumentistas não tem capacidade para o desenho. Conjugar em elevado nível ambas as componentes da BD, argumento e desenho, é o que distingue os autores de referência.
Arlindo Fagundes corresponde inteiramente a esta última premissa. Sabe-o quem conhece as suas principais obras na Figuração Narrativa, La Chavalita - Pitanga barbeiro a domicílio, e A rapariga do poço da morte, ambas editadas em álbum, a primeira há cerca de vinte anos, a segunda em data recente.
Pois é esse mesmo Arlindo Fagundes - um indiscutível excepcional contador de histórias - quem aparece a assinar o argumento da banda desenhada Arqueologia, em que o desenho, de excelente qualidade, pertence a José Pedro Costa. Ou seja: trocaram as tarefas, em comparação com a anterior colaboração no MU (2007, Abril 18), em que o desenho, argumento e legendagem pertenceram a Fagundes, e o colorido ao Costa.
Também José Pedro Costa não é nenhum novato: foi premiado num concurso de BD organizado pelo hoje praticamente extinto Clube Português de Banda Desenhada, foi publicada no respectivo Boletim a sua extensa adaptação aos quadradinhos da obra O Malhadinhas, de Aquilino Ribeiro, e uma outra bedê, titulada A Boneca, no mesmo fanzine. A sua actividade principal tem sido a ilustração, especialmente para livros dedicados à juventude, bem conhecios os da colecção O Triângulo Jota, para os quais fez todas as capas e ilustrações do texto. O êxito destes episódios juvenis foi de tal ordem que deu direito a adaptação televisiva da responsabilidade da RTP1.
Esta dupla já antes tinha passado pela rubrica BD do Mundo Universitário, e reapareceu agora no nº 85, de 12 de Novembro, deste semanário de distribuição gratuita nas nossas universidades, com uma tiragem de 35.000 exemplares.
Façamos as contas: se houver 25.000 estudantes universitários que folheiem o jornal, quinze mil que o leiam, mesmo que parcialmente, haverá uns dez mil que estacarão na página BD, normalmente a penúltima (excepcionalmente já tem aparecido na que penso ser bastante visível, a última página).
Seja onde for, este espaço contínuo no Mundo Universitário é uma realização excepcional para a banda desenhada portuguesa, existente há já quase três anos, e onde foram publicadas, até agora, sessenta e sete episódios autoconclusivos, de muitos autores e diferentes estilos.
----------------------------------------
Para ver "posts" anteriores, de igual tema, e, eventualmente, do mesmo autor, basta clicar na coluna "archives" nas datas indicadas:

Nov. 11 - Derradé
Out. 31 - Agonia Sampaio;
Out. 25 - Manaças (Pedro Manaças);
Out. 16 - Álvaro
" 12 - Pedro Alves
" 10 - Lam (João Lam)
" 3 - Autores: Ricardo Reis, Cristiano Baptista e André Oliveira
Set. 25 - Autor: Antero Valério
Agosto, 14 - Gui e Joca
Agosto, 13 - Joba e ML
Julho 12 - Luca
Junho 4 - Esgar Acelerado
Maio 31 - Algarvio
" 28 - Ricardo Cabral
" 14 - José Carlos Fernandes
" 12 - Filipe Andrade (desenho), Filipe Pina (argumento)
" 1 - Vasco Gargalo
Abril 24 - Zé Manel
" 18 - Arlindo Fagundes (arg. e desenho), José Pedro Costa (cor)
Março 30 - Pedro Nogueira
" 23 - José Lopes (MU nº 61)
" 16 - Zé Paulo (MU nº 60)
" 7 - Lam (MU nº 59)
" 1 - Ricardo Correia (desenho), André Oliveira (arg.), Ana Maria Baptista (colorido)
Fev.12 - Pedro Zamith
" 7 - Nazaré Álvares
" 7 - Marco Mendes
Jan. 23 - Ângela Gouveia
" 16 - Filipe Goulão
2007 - (lista acima)

Dez.6- A.Rechena
Nov.28 - José Lopes
" 21 - Pedro Alves
" 14 - Nuno Saraiva
" 8 - Pedro Morais
Out.31 - Ricardo Ferrand
" 24 - Algarvio
" 17 - Ricardo Cabral
" 11 - Álvaro
" 5 - Pedro Massano
Set.27 - Derradé
" 24 - Nuno Saraiva
Ainda em 2006, mas após as "férias grandes" (entre 8Jun. e 24Set, lapso de tempo em que o MU não foi editado), a lista de colaboradores vê-se daqui para cima
Jun.8 - Estrompa
Maio 31 - António Valjean
" 24 - Pedro Nogueira
" 20 - Zé Manel
" 16 - Ricardo Cabral e Jorge Cabral
" 12 - Pepedelrey
" 4 - J.Mascarenhas
Abril 5 - Cheila
Março 29 - Pedro Manaças
" 20 - Júcifer (Joana Figueiredo)
" 15 - Pedro Nogueira
Fev.14 - A.Rechena
" 8 - Derradé
Jan.19 - Pedro Alves
2006 (lista acima)

Dez.12 - Álvaro
Nov.24 - Luís Valente
" 15 - Paulo Marques e Bruno Silva
Out.28 - Fritz
" 13 - Francisco Sousa Lobo
2005 (Lista acima. Neste ano houve mais autores publicados no MU, mas cujas pranchas não foram reproduzidas aqui no blogue)

sexta-feira, novembro 16, 2007

Exposição de Banda Desenhada na Escola Secundária António Arroio - Autor-artista: Pedro Massano

Imagens de pranchas reproduzidas no convite para a exposição indicada no título do "post", relacionadas com obra inédita, Le trésor du vice-roi, de Pedro Massano

De improviso, posso definir Banda Desenhada, ou numa expressão mais correcta, Figuração Narrativa, como "arte de imbricar duas componentes indissociáveis, texto ficcional, escrito ou implícito, com imagens sequenciais, de forma a construir um todo homogéneo, visionável e legível".
Pedro Massano é autor de obra já bem vasta nesta complexa, exigente e trabalhosa forma de arte, tendo-se iniciado em 1972 nos suplementos "Quadradinhos" do jornal A Capital, e "A Mosca", do jornal Diário de Lisboa.
A partir daí foi sempre a avançar, tendo integrado aquele grupo a que já chamei "os visionários da Visão" (revista artisticamente revolucionária, editada entre 1975 e 76), cria posteriormente um pássaro altamente crítico "O Abutre", e publica-o em sete álbuns. Nesta área dos álbuns, não facilmente acessível, tem mantido invulgar actividade, com obras importantes e de elevada qualidade (A Lei do Trabuco e do Punhal, A Conquista de Lisboa, Le Deuil Impossible, destes dois últimos títulos, cada um deles com dois tomos publicados).
Explanar aqui o seu currículo, mesmo em síntese, daria para uns largos milhares de caracteres, o que não viria muito a propósito deste "post" basicamente informativo, relacionado com uma exposição inaugurada ontem, 15 de Novembro, na Escola Secundária António Arroio, que irá permanecer visitável (o público tem acesso autorizado) até 14 de Dezembro deste ano de 2007.Mais imagens da obra inédita Le trésor du vice-roi, elaboradas para a editora Glénat, após a publicação, por aquela editora francesa, de dois tomos da obra Le deuil impossible, dedicados ao rei D.Sebastião.
Estas pranchas estão visionáveis publicamente, pela primeira vez, o que implica visita inevitável e obrigatória para todos quantos apreciam o talento de Pedro Massano, e dão o devido valor à arte sequencial vulgarmente conhecida por BD.

Há neste blogue, em 2006, Maio 31, um "post" com uma entrevista a Pedro Massano.

quinta-feira, novembro 15, 2007

Mangá "made in" Portugal (VIII) - Autora: Inês Freitas

Prancha (2ª de 4) da mangá Ser Artista, da mangaka Inês Freitas que também usa o pseudónimo "Myuuhailurusu"

Realizar bandas desenhadas ao estilo das japonesas, ou seja, das mangás, é forte tendência actual, muito visível nas desenhadoras.

Inês Freitas, jovem (muito jovem mesmo: 15 anos apenas) de talento gráfico emergente, deixou-se cativar por esse estilo muito específico, de características que tanto fascina muita gente bedéfila, como igualmente repele parte do povo apreciador de banda desenhada.


Outra prancha (3ª de 4) da mangá em apreço. A capa e a última prancha vão ficar reproduzidas virtualmente no meu outro blogue, no endereço:

http://fanzinesdebandadesenhada.blogspot.com/

terça-feira, novembro 13, 2007

Exposição de Banda Desenhada em Galeria de Arte em Faro - Autores-artistas: Luís Peres, Phermad, Rocha, Serafim

Cartaz da exposição de Banda Desenhada na galeria de exposições do Instituto Português da Juventude - IPJ, de Faro, vendo-se pormenores de pranchas de Luís Peres, Phermad, Rocha e Serafim

Ver bandas desenhadas em exposição tem componentes fascinantes: observar, com detalhe, as pranchas originais, ainda com mal apagados traços de lápis do "layout", eventuais correcções, as tintas no seu esplendor intacto.
Ora isto é já é possível, ou vai sê-lo brevemente, em dois locais distintos e opostos (geograficamente falando), um no Sul (Faro, galeria de exposições do IPJ, de 8 de Novembro a 10 de Dezembro), outro no Norte, mais concretamente no Porto, no espaço de diulgação cultural do bar "Maus Hábitos", de 15 de Novembro a 23 de Dezembro (ver "post" abaixo deste).
No Sul, podem apreciar-se bandas desenhadas e ilustrações (atendendo aos autores, com certeza mais Banda Desenhada do que Ilustração), neste caso representando autores-artistas algarvios (ou residentes no Algarve): Luís Peres, Phermad, Rocha e Serafim.
No Norte, idêntico programa (mas, se calhar, conhecendo os representados, mais Ilustração do que Banda Desenhada), dos seguintes autores-artistas: Marco Mendes, Guilherme Carneiro, Filipe Abranches, Jucifer, Lucas Almeida et al (ver no "post" abaixo, os restantes nomes, bastantes).

Exposição de BD no Espaço de Divulgação Cultural do bar Maus Hábitos, no Porto - Autores-artistas: Marco Mendes, Miguel Carneiro, José Feitor, et al

Cartaz da exposição patente a partir de 15 de Novembro no espaço cultural do bar "Maus Hábitos", no Porto
Cartaz da autoria de Nuno Sousa

Ver bandas desenhadas em exposição tem componentes fascinantes: observar, com detalhe, as pranchas originais, ainda com mal apagados traços de lápis do "layout", eventuais correcções, as tintas no seu esplendor intacto.
Isto vai ser possível brevemente, ou já o é neste momento, conforme o caso, em dois locais distintos e opostos (geograficamente falando), um no Norte (Porto, espaço cultural do bar "Maus Hábitos", de 15 de Novembro a 23 de Dezembro), outro no Sul (Faro, galeria de exposições do IPJ, de 8 de Novembro a 10 de Dezembro).
No Norte, podem apreciar-se bedês e ilustrações (se calhar, mais da arte da Ilustração do que da Banda Desenhada), dos seguintes autores-artistas: Marco Mendes, Miguel Carneiro, José Feitor, André Lemos, Ana Torrie (não conheço e, curiosamente, usa um invulgar apelido, também pertencente ao resto do nome de Stuart Carvalhais, será ainda da família?), Janus, Zé Cardoso, Mauro Cerqueira (também não conheço estes dois, fazem BD ou apenas Ilustração?), Filipe Abranches, Rosa Baptista, Jucifer e Lucas Almeida, numa mostra colectiva intitulada "Se cá nevasse fazia-se cá ski - Um percurso pela periferia".
A inauguração deste mostruário artístico terá fundo musical, a cargo dos Lobster, e visionamento de filmes de Artur Varela (se é quem penso, com este nome, ele também ilustrador e banda-desenhista, não presente na exposição. Porquê?). Haverá mais um motivo de interesse: o lançamento do fanzine Animais, de José Feitor (que já foi editor do Zundap, e voltou à acção fanzinística, o gosto pelos fanzines é um vírus sem anti-vírus possível, ficas a saber, José Feitor).
No Sul, idêntico programa (mas, com certeza, mais Banda Desenhada que Ilustração), neste caso representando autores-artistas algarvios (ou residentes no Algarve): Luís Peres, Phermad, Rocha e Serafim. (ver "post" acima).

domingo, novembro 11, 2007

Banda Desenhada portuguesa nos jornais (LXXIII) - Mundo Universitário - Autor: Derradé

Prancha de banda desenhada constituída por tiras, da autoria de Derradé
Referenciar datas festivas, em registo humorístico, está no âmbito, porque não? da Banda Desenhada. Derradé, banda-desenhista e cartunista com agudo sentido de humor, mete-se com o S. Martinho, na 3ª tira da prancha reproduzida no topo do "post".
Dário Rui Duarte, é D.R.D. como outros são Ph.D..., conhecem-no por Derradé os bedéfilos, sabem-no os mais atentos como criador do anti-herói "Bubas", com o qual já colaborou antes na minha rubrica BD do jornal Mundo Universitário.
Por causa daquela tira, resolvi temporizar a publicação da prancha de forma a coincidir o mais possível com o festivo S. Martinho, à conta do qual se comem mais castanhas e se bebe mais vinho.
Mas como o dia do cujo santo, este ano, calhou a um domingo, e o dia de saída do semanário Mundo Universitário é à 2ª feira, pus a questão à minha chefe, a jornalista Raquel Louçã Silva, directora do jornal: "que é que acha mais correcto, editar a bedê na 2ª feira a seguir ao dia do santinho, ou na 2ª feira anterior, quase uma semana antes?"

Raquel Louçã Silva, jovem directora do semanário Mundo Universitário

A chefe, com aquele ar zangado que tem sempre (observe-se a foto que acima reproduzo, sacada da 2ª página onde ilustra o editorial), atirou-me em tom de voz sapiente: "Uma notícia não pode ser dada depois do acontecimento". Faz todo o sentido, sim senhora.
---------------------------------------------
Para ver "posts" anteriores, de igual tema, e, eventualmente, do mesmo autor, basta clicar na coluna "archives" nas datas indicadas:
Out. 31 - Agonia Sampaio;
Out. 25 - Manaças (Pedro Manaças);
Out. 16 - Álvaro
" 12 - Pedro Alves
" 10 - Lam (João Lam)
" 3 - Autores: Ricardo Reis, Cristiano Baptista e André Oliveira
Set. 25 - Autor: Antero Valério
Agosto, 14 - Gui e Joca
Agosto, 13 - Joba e ML
Julho 12 - Luca
Junho 4 - Esgar Acelerado
Maio 31 - Algarvio
" 28 - Ricardo Cabral
" 14 - José Carlos Fernandes
" 12 - Filipe Andrade (desenho), Filipe Pina (argumento)
" 1 - Vasco Gargalo
Abril 24 - Zé Manel
" 18 - Arlindo Fagundes (arg. e desenho), José Pedro Costa (cor)
Março 30 - Pedro Nogueira
" 23 - José Lopes (MU nº 61)
" 16 - Zé Paulo (MU nº 60)
" 7 - Lam (MU nº 59)
" 1 - Ricardo Correia (desenho), André Oliveira (arg.), Ana Maria Baptista (colorido)
Fev.12 - Pedro Zamith
" 7 - Nazaré Álvares
" 7 - Marco Mendes
Jan. 23 - Ângela Gouveia
" 16 - Filipe Goulão
2007 - (lista acima)
Dez.6- A.Rechena
Nov.28 - José Lopes
" 21 - Pedro Alves
" 14 - Nuno Saraiva
" 8 - Pedro Morais
Out.31 - Ricardo Ferrand
" 24 - Algarvio
" 17 - Ricardo Cabral
" 11 - Álvaro
" 5 - Pedro Massano
Set.27 - Derradé
" 24 - Nuno Saraiva
Ainda em 2006, mas após as "férias grandes" (entre 8Jun. e 24Set, lapso de tempo em que o MU não foi editado), a lista de colaboradores vê-se daqui para cima
Jun.8 - Estrompa
Maio 31 - António Valjean
" 24 - Pedro Nogueira
" 20 - Zé Manel
" 16 - Ricardo Cabral e Jorge Cabral
" 12 - Pepedelrey
" 4 - J.Mascarenhas
Abril 5 - Cheila
Março 29 - Pedro Manaças
" 20 - Júcifer (Joana Figueiredo)
" 15 - Pedro Nogueira
Fev.14 - A.Rechena
" 8 - Derradé
Jan.19 - Pedro Alves
2006 (lista acima)
Dez.12 - Álvaro
Nov.24 - Luís Valente
" 15 - Paulo Marques e Bruno Silva
Out.28 - Fritz
" 13 - Francisco Sousa Lobo
2005 (Lista acima. Neste ano houve mais autores publicados no MU, mas cujas pranchas não foram reproduzidas aqui no blogue)