domingo, outubro 21, 2012

Autor de BD como personagem da sua banda desenhada (XV) - Pedro Brito




Nascido e residente no Barreiro, Pedro Brito (autor de BD, ilustrador, cineasta) faz, com frequência, a travessia por barco para chegar a Lisboa e regressar à sua cidade suburbana.

Muitas vivências reais, mas também algumas cenas imaginárias, foram decerto causadas por estas viagens de ida-e-volta, Barreiro-Lisboa-Barreiro, que Brito plasmou numa banda desenhada a que deu o simples título de 18.40, hora de partida do barco que, fica-se a saber em nota ligada a asterisco, "não se efectua aos sábados, domingos e feriados" (atenção: esta bd é datada de 2000).

Vivência real é, de certeza, a de por vezes, ele chegar ao cais no momento em que o barco já iniciou o movimento.
Cena imaginária é a de, em desespero, Pedro Brito avançar água adentro - qual Jesus Cristo a andar sobre as águas do Mar da Galileia -, e acabar por encontrar o "caminho por cima das pedras" graças a um estranho ser, quiçá anfíbio, que o guia até uma porta submersa, que é, nem mais nem menos, a providencial entrada para o barco, o mesmo que partira sem ele.
Seguidamente, na última vinheta da 4ª prancha, o intérprete principal da bd, encharcado, ouve atentamente o conselho de uma caridosa senhora, preocupada que ele (autor? personagem?) se possa constipar.

Uma banda desenhada meio imaginária, meio autobiográfica, quase encaixável no tema do próximo 23º Festival Internacional de Banda Desenhada da Amadora que, como já toda a blogosfera repetiu à saciedade, é exactamente a autobiografia na BD.

Nota: Acrescento, a posteriori, o seguinte:
Os passageiros, sentados, que Pedro Brito encara, na 3ª vinheta da 4ª prancha, são, da esquerda para a direita:

Alex Gozblau, Miguel Rocha, Rui Brito, João Fazenda e João Paulo Cotrim.
(Informação do Rui Brito, porque eu, confesso, não os tinha reconhecido)

----------------------------------------------------
Esta bd foi publicada num mini-álbum(13,5x19cm altura) intitulado "Transcomix - Lisboa ao Quadrado", em edição da Bedeteca de Lisboa (nos bons tempos em que o dito equipamento cultural da Câmara Municipal de Lisboa editava BD).
Data da edição: 2000
Tiragem: 150.000 exemplares
Capa, contracapa e miolo (20 páginas) a cores
Conteúdo composto por bandas desenhadas curtas, da autoria de:
João Fazenda, Miguel Rocha, André Carrilho (d.) e João Paulo Simões (arg.), e Pedro Brito.
Obra editada no âmbito do "Dia Europeu Sem Carros"
----------------------------------------------------------------------
As imagens que ilustram a postagem são as seguintes (de cima para baixo)

1,2,3,4,5 - Pranchas da bd "18.40"
6 - Fotos de Pedro Brito (autor das fotos: desconhecido)
7 - Capa do mini-álbum
------------------------------------------------------------

Pedro Brito

Síntese biobibliográfica


Pedro Miguel Ferreira de Brito nasceu no Barreiro, a 4 de Outubro de 1975.

Licenciado em Design de Comunicação pelo IADE - Instituto de Artes Visuais, Design e Marketing/Lisboa, em 1998, começou a explorar a linguagem da bd e ilustração em 1992 na companhia de Marcos Farrajota, criando em conjunto o fanzine “Mesinha de Cabeceira”, colaboração que se manteve até 1996.

Em 1997 funda em parceria com Rui Brito e Jorge Deodato as Edições Polvo, sendo o responsável gráfico das publicações.

Publicou sete títulos de banda desenhada, realçando “Tu és a mulher da minha vida, ela a mulher dos meus Sonhos” com João Fazenda (Edições Polvo) tendo recebido o Prémio Melhor Álbum Português de Banda Desenhada – Festival BD Amadora 2001 e Prémio do Público 2001. Este livro foi publicado recentemente por duas editoras estrangeiras, Six Pieds Sur Terre (Suíça) e Taurus Media (Polónia).

Desde 1997 colabora com a produtora de cinema de animação Animanostra, tendo já realizado, cinco curtas metragens e participado em várias produções como “Angelitos”, “Jardim da Celeste” e “Ilha das Cores”. Foi também assistente de realização do filme “Olhos do Farol” de Pedro Serrazina produzido pela Sardinha em Lata.
------------------------------------------------------------
Para os interessados em visionar as postagens anteriores do tema Autor de BD como personagem da sua banda desenhada, basta clicarem nesse item que aparece escrito ao fundo, no rodapé.

 --------------------------------------------------------------------------------------
 Entretanto, para se ver a lista de autores e personagens anteriormente focados, aqui a ponho visível:

(XIV) - Outubro 8 - Nuno Saraiva
(XIII) - Março 29 - Fernando Bento
2011 (daqui para cima)

(XII) - Maio 23 - JCoelho
2010 (daqui para cima)

(XI) - Fev. 25 - Pedro Manaças
2009 (daqui para cima)

(X) - Fev. 10 - Moebius
2008 (daqui para cima)

(IX) - Fev. 27 - C. Zngr (Carlos Corujo "Zíngaro")
2007 (daqui para cima)

(VIII)-Set. 11 - Art Spiegelman
(VII) - Ag. 29 - Nuno Markl
(VI) - Ag. 20 - Pedro Morais (desenhador), Luís Almeida Martins (argumentista)
(V) - Jul. 7 - Augusto Trigo
(IV) - Jun. 26 - Nuno Saraiva
(III) - Maio, 5 - Crumb
2006 (daqui para cima)

(II) - Nov. 16 - João Maio Pinto (desenhador), Esgar Acelerado (argumentista)
(I) - Out. 25 - Uderzo (desenhador), Goscinny (argumentista)
2005 (daqui para cima)
  

5 comentários:

Jo Fevereiro disse...

Excelentes, tanto a história quanto a solução gráfica. Parabéns ao Pedro Brito!

Geraldes Lino disse...

Caro (desconhecido para mim) Jo Fevereiro
Transmitirei ao Pedro Brito o seu elogio.
Diga-me, por favor: você tem algum blogue?
Saudações.

Geraldes Lino disse...

Caro (desconhecido para mim) Jo Fevereiro
Transmitirei ao Pedro Brito o seu elogio.
Diga-me, por favor: você tem algum blogue?
Saudações.

Geraldes Lino disse...

Caro Jo Fevereiro
Jádei com o seu blogue
http://jofevereiro.blogspot.com
e, por meu turno, deixei lá um comentário.

Geraldes Lino disse...

Caro Jo Fevereiro
Jádei com o seu blogue
http://jofevereiro.blogspot.com
e, por meu turno, deixei lá um comentário.