quinta-feira, novembro 05, 2015

Clube Português de Banda Desenhada - Inauguração de nova sede, agora na Amadora


Reactivação do Clube Português de Banda Desenhada 
- CPBD. 
Após quarenta anos de existência, sempre com sede em Lisboa, onde foi fundado, o clube passa agora a ter nova localização.

Aqui fica a notícia:


ABERTURA DAS NOVAS INSTALAÇÕE
DA SEDE 
DO CLUBE PORTUGUÊS DE BANDA DESENHADA 
NA AMADORA

Av. Brasil 52-A, 
Falagueira
Amadora

Foto por Carlos Gonçalves


7 de Novembro de 2015, pelas 18h30

Inauguração das exposições:

100 Anos do Aparecimento de Quim e Manecas” 
–  Exposição patente até 28 de Dezembro de 2015.

José de Lemos 20 Anos Depois da Sua Morte” 
–  Exposição patente até 28 de Dezembro de 2015.

Historial dos 40 Anos da Existência do CPBD” 
– Exposição permanente


Horário das exposições: sábados, quinzenalmente, das 15h00 às 19h00

Por amável cedência da Câmara Municipal da Amadora, o Clube Português de Banda Desenhada irá  ocupar novas instalações, sitas na Av. Brasil 52-A, na Falagueira, Amadora a partir do dia 7 deste mês (sábado) pelas 18H30. 

Este será o momento histórico para o CPBD abrir as portas ao público da sua nova sede, a fim de poderem visionar três Exposições de Banda Desenhada que estarão visitáveis aos sábados, quinzenalmente, das 15H00 às 19H00. 

Estas Exposições são dedicadas à comemoração dos “100 Anos do Aparecimento de Quim e Manecas”, dois endiabrados garotos criados por Stuart Carvalhais, outra recorda algumas das obras de  “José de Lemos 20 Anos Depois da Sua Morte” e a última traça um “Historial dos 40 Anos da Existência do CPBD”.

QUIM & MANECAS
Sinopse: Quim e Manecas são duas personagens criadas em 1915 por José Herculano Stuart Torrie d’Almeida Carvalhais (1887-1961). 
Exemplo de pioneirismo e modernidade no panorama artístico da sua geração, Stuart de Carvalhais, como ficou conhecido, foi um homem de sete ofícios, desenhador, fotógrafo, actor, decorador, cenógrafo, figurinista e designer gráfico. 
Na BD, o seu maior êxito foram as “Aventuras do Quim e do Manecas”, publicadas inicialmente entre 1915 e 1918, no Século Cómico. As personagens estão em destaque no Amadora BD na celebração do centenário do seu surgimento, e o CPBD associa-se ao Festival da Amadora com esta exposição.

JOSÉ DE LEMOS
Sinopse: Nascido em 1910 e falecido em 1995, José de Lemos é um nome fundamental da história do desenho de humor português. 
Desenhador e ilustrador de grande mérito e originalidade, integra a chamada segunda geração dos modernistas. 
Trabalhou para várias publicações, destacando-se O Papagaio e o Diário Popular (onde protagonizou a rubrica Riso Amarelo), cuja existência acompanhou desde a primeira hora. 
O seu estilo facilmente identificável caracteriza-se pela economia do traço, aliada a uma dimensão onírica e humorística. 
A mostra de homenagem conta com originais e reproduções deste grande autor, com gentil cedência de algum material pela Casa da Cultura de Setúbal, através do seu dinamizador Teófilo Duarte.

HISTÓRIA DO 
CLUBE PORTUGUÊS DE BANDA DESENHADA - CPBD
Sinopse: Um olhar sobre a actividade do CPBD. 
Criado em 28 de Junho de 1976, e da actividade desenvolvida desde então podem destacar-se a apresentação da 1ª grande mostra de BD em Portugal, a exposição “100 Anos de Histórias aos Quadradinhos em Portugal” (Um Panorama da Banda Desenhada Portuguesa) em 1978, a criação, em 1982, do “I Festival de Banda Desenhada de Lisboa”, e a criação dos primeiros grandes prémios da BD nacional, os prémios “O Mosquito” e “A Vinheta”, e a promoção das primeiras feiras de fanzines. 
Merece ainda destaque a colaboração de várias décadas com a imprensa escrita, e a publicação (desde Março de 1977) do “Boletim do CPBD”, o mais antigo fanzine de BD que se publica em Portugal.
Organização: Clube Português de Banda Desenhada
Apoio: Câmara Municipal da Amadora

Nota a posteriori: No dia 6 Novembro, véspera da inauguração, pelas 17h30, estiveram presentes na nova sede do CPBD duas personalidades importantes: a Presidente da Câmara Municipal da Amadora, Carla Tavares, e o vereador da Cultura daquele município, António Moreira. 


------------------------------------------------
Quem quiser ver postagens anteriores dedicadas ao Clube Português de Banda Desenhada poderá fazê-lo clicando no respectivo item visível em rodapé

Sem comentários: