domingo, março 25, 2007

Afonso Henriques, Álvaro Cunhal, António Salazar, dos três qual o maior português? A Banda Desenhada tem a sua perspectiva


A visão lúcida e sarcástica do autor-artista Nuno Saraiva, numa excelente banda desenhada autoconclusiva em duas pranchas
in TABU, revista/suplemento do semanário SOL, de 23 Fev. 07

Claro que uma forma de arte inteligente e crítica, como é a Banda Desenhada (só os incultos e medíocres a depreciam) teria de apresentar uma perspectiva mordaz acerca do tão controverso concurso "Grandes Portugueses", que visa encontrar, através de mensagens de telemóvel tipo SMS, aquele que o público considera o mais importante entre os "Grandes Portugueses" de sempre.

Consta que a ideia foi importada da conspícua (ma non troppo, pelo que se vê...) BBC. E, ao que parece, a dita British Broadcasting é considerada intocável e acima de qualquer crítica, ou seja, qualquer projecto televisivo que nasça lá, por mais estapafúrdio, adquire automaticamente, entre os responsáveis da televisão do Estado, o estatuto de intocável. O que não é o caso desta vez, de forma alguma, na minha opinião.

Mas como o processo se pôs em andamento, neste país pacóvio onde sempre se copiou a estranja, vamos ver hoje - vamos, salvo seja, eu não conto ligar o caixote -,mas verá quem quiser, estamos em Democracia (coitada, o que lhe obrigam a engolir aqueles que nunca a desejaram), o sensacional embate entre Afonso, Álvaro e António (de há uns anos para cá, é assim, pelo nome próprio e não pelo apelido, que se tratam os concorrentes, mesmo que sejam idosos, se calhar é para ser mais democrático, e eu não quero destoar).

Sensacional embate esse que ditará, para a eternidade - pelo menos até ao próximo concurso, talvez aquele onde se vote "qual o concurso televisivo mais estúpido de sempre" - ditará, dizia, quem entre os três (parece que) mais votados até agora, Afonso, Álvaro ou António, ou, usando os apelidos como era usual AC.TV (Antes dos Concursos da TV), os candidatos Henriques, Cunhal ou Salazar, vai ser entronizado "post mortem" pelos portugueses.
Engraçada e original banda desenhada, da autoria de José Nunes
blog: os-dedos.blogspot.com
in revista Atlãntico, Março 07
Os tais que uma sujeita loura que falava (matraqueava) na televisão, quando se referia àqueles espectadores (que ela generalizava para "os portugueses") que se davam ao trabalho de votar no concorrente que teria de sair da "Casa", se a Carla Vanessa Conceição, se o Alberto do Jardim das Bananas.
Aliás, por falar em bananas: se aquela ilha, que ainda é Portugal, fosse mais populosa, em vez de um trio seria um quarteto a disputar a honra desta eleição bacoca: Afonso, Alberto, Álvaro, António, por ordem alfabética, respeitosamente.

4 comentários:

Zarzanga disse...

pois mesmo sendo um eventoidiota, gostava de saber quem foi a meia duzia de fascistas cheios de tempo para telefonar...?por menos crédito que dê ao concurso(alem de nos 10finalistas nao haver 1mulher ke seja,1gaja para amostra)o resultado foi bastante incómodo.... e agora com quem é que nos zangamos,mmm?

pm disse...

E se tivesse sido o Cunhal a ganhar?
Isso só significava que tinha havido muitos sms dos camaradas.

O trabalho do NS está bom!
Boa crítica ao que de mau esse ditadorzinho deixou ao país.

Luís Leal Pinto disse...

Será "reaça" que está por detrás de um programa tão redundante... geralmente um país é um colectivo... mas há que ache que é uma individualidade. O pior é que é um programa pago pelo dinheiro dos demais... seria melhor um programa de bd, talvez fosse mais isento, mas isso não dá tacho a uma ex-adida cultural da embaixada portuguesa em Londres, que, por acaso, só por acaso, foi deputada, e ainda tem a carteira profissional de jornalista...
há com cada uma...

GEvan.. disse...

Nao vi muito este programa mas pelo q pude ver, acho q toda a polémica em torno dela é exageradamente negativa..

O importante nao foi eleger o melhor portugues, o importante foi a informação cultural que o programa deu aos portugueses e espanta-me porq é q esse facto nunca é apresentado. Quantos programas culturais é q a tv (diga-se os 4 canais "livres") nos dá hoje em dia? tirando a RTP (1 e 2) dificilmente a conseguimos obter..

Eu louvo a RTP por conseguir apresentar programas culturais em diversos formatos, ao invés de programaçao burrificante apresentada pela alternativa..