domingo, abril 27, 2008

Livrarias especializadas em Banda Desenhada

Inaugurou-se ontem uma nova livraria especializada em banda desenhada, a Asa Negra, em Almada. Pertence a Hugo Teixeira, jovem autor de mangá (é o que se chama um "mangaka") e à sua namorada, Ana Vidazinha, leitora atenta de BD (e argumentista "privativa", até agora, do Hugo).
Desejo-lhes prosperidades, e que a livraria consiga manter-se com bom volume de vendas, óptimo sinal para a BD e para eles.


A abertura de mais uma livraria representa um sintoma positivo do "estado de saúde" da banda desenhada.
A existência de um significativo número de livrarias e/ou lojas que vendem publicações de BD (europeia, comics e mangás), de Norte a Sul do país, pode querer dizer que há numerosos apreciadores, de todas as idades, em número suficiente para justificar o animador panorama que irei expor.

Como já aqui referi, na listagem de blogues, sítios e portais portugueses de BD, faço anualmente um texto para a Bedeteca de Lisboa, sob o título "Movimentos", onde abarco uns tantos assuntos, designadamente o que classifico como "Livrarias de BD".

Relativamente ao ano de 2007, elaborei uma lista (que serviu de base a este "post"), que assim fica actualizada, com a neófita casa almadense.
Temos, portanto:

Almada - Asa Negra - C.C. Faraó - Praça M.F.A. - loja 4.
Aveiro - Secção 9 - Rua da Banda da Amizade, nº 46

 
Coimbra - Dr. Kartoon - Rua da Manutenção Militar, nº 15
Coimbra - Dungeon Comics - Av. Sá da Bandeira, 115 - C.C. Golden, loja 5 - Piso 1
Coimbra - Naraneko - C.C.Girassolum - 2º andar, loja 229
Faro - Ghoul Gear - Rua Dr. João Lúcio, nº 2-B

Funchal - Sétima Dimensão - Rua Câmara Pestana, nº 18 - 2º andar - Sala 2
Leiria - Shop Suey Comics - Rua Barão de Viamonte, nº 50
Lisboa - BdMania - Rua das Flores, nº 7
Lisboa - Casa da BD - Mercado de Santa Clara - Abre apenas às 3ªs e sábados, tal como a Feira da Ladra, onde se localiza. 


Lisboa - Jikai - C.C. Lumiar - Alameda das Linhas de Torres, nº 236 A - loja 71

Lisboa - Kingpin Books /ex- Kingpin of Comics) - Rua Quirino da Fonseca, 16-B

Lisboa - Livraria do Duque - Calçada (escadinhas) do Duque

Lisboa - Mongorhead Comics - Rua da Alegria, nº 32-34



Porto - Comic Store - R. da Constituição, 707 - r/c H

Porto - Mundo Fantasma - Shopping Center Brasília - Rua Luís Veiga Leitão, 98-120




 
Setúbal - Nono Império - C.C. Aranguês - Av. Bento Gonçalves, nº 31-Loja 31AB
-------------------------------------------------------------------
Livrarias, não especializadas, 
mas com bastante BD

Braga
Centésima Página - Av. Central
FNAC

Coimbra - FNAC

Funchal - FNAC

Lisboa
Bertrand - Rua Garrett, Av. de Roma
Buchholz - Rua Duque de Palmela, 4
Bulhosa - Campo Grande, CC.Oeiras Parque
FNAC - C.C. Chiado, Rua do Carmo
NLF - Nouvelle Librairie Française - Av. Luís Bívar, 91
Pó dos Livros - Av. Marquês de Tomar, 89
Tema - Av. da Liberdade, 9 - loja 1 e Av. Lusíada, C.C.Colombo, loja 2003

Matosinhos - FNAC

Moura - Ao Sabor da Leitura - Praça Sacadura Cabral

Porto
Bertrand - Boavista, Santa Catarina, Antas
FNAC - no Norte Shopping e na Rua Stª Catarina
Livraria Britânica
Livraria Leitura - Centro Comercial Cidade do Porto
Worten Arrábida Shopping

Vila Nova de Gaia
El Corte Inglés
FNAC

Viseu - Pretexto - Rua Direita
---------------------------------------------------------------
Alfarrabistas, uns especializados, 
outros mistos, mas com bastante BD

Lisboa
- Freitas (especializado) Rua do Crucifixo, nº 76 - 4º andar - sala T - 963961690
- Loja das Colecções (especializado) - Rua da Misericórdia, 115
- Vilelivros (misto) - Calçada (mais conhecida por "escadinhas") do Duque, nº 19 A


Porto
- Chaminé da Mota (especializado)- R. das Flores, nº 28
- Tintim por Tintim (especializado) - R. da Conceição, nºs 27-29
--------------------------------------------
Nota: Caso os amigos visitantes detectem qualquer lacuna, i.e., alguma livraria da especialidade não mencionada, ou não especializada mas com bastante banda desenhada, agradeço que o indiquem no espaço dos comentários.
Desde já grato pela amável colaboração de quem o fizer.

38 comentários:

Jorge Machado-Dias disse...

Continua a faltar-te a
SHOP SUEY COMICS
Rua Barão de Viamonte, 50
2400 LEIRIA

Eles são jovens e é importante que se divulgue!

Jorge Machado-Dias disse...

Tenho que ser um bocado crítico acerca desta afirmação sobre o "sintoma positivo do "estado de saúde" da banda desenhada" que o Geraldes Lino afirma neste post.

Comparemos: Portugal (com mais ou menos 10.000.000 de habitantes) tem 16 lojas especializadas em BD (retirei as lojas que não são propriamente especializadas em BD, caso dos alfarrabistas, da Nouvelle Librairie Française e da Tema) enquanto que os nossos pais galegos (com mais ou menos 2.800.000 habitantes) têm 13!!!

Quer isto dizer, se os calculos não me falham, que temos 1 loja especializada em BD para cada 625.000 habitantes, enquanto os galegos têm 1 loja por cada 215.000 habitantes.

Para já não falar da extrema dificuldade em que sobrevivem 80 % das nossas lojas especializadas, devido à falta de público.

Acresce que a BD galega teve um forte impul$$$o dado pelo seu governo autónomo aos autores "da casa", que estiveram em grande nos dois últimos Festivais de BD de Barcelona, enquanto que em Portugal a BD foi cortada do miserável apoio das Bolsas de Criação Literária, que mesmo assim possibilitaram obras interessantes a Miguel Rocha, José Carlos Fernandes e, se não me engano, Filipe Abranches.

É tudo uma questão de mentalidades, embora esteja em absoluto acordo com o que diz José Carlos Fernandes na sua crónica "A Época do Pechisbeque" no BDjornal #22.

Não embandeiremos em arco por abrir mais uma loja especializada em BD. Tratemos é de comprar BD, que é o que muitos dos autopropalados fanáticos bedéfilos não fzem!!!

Geraldes Lino disse...

Caro Machado-Dias
Ainda ontem dei por essa falta, que já tinha acontecido na listagem para o "Dossiê" da Bedeteca, e que corrigi "a posteriori".
Desta vez foi mesmo um lapso, e não desconhecimento, porquanto estive em Leiria a participar no evento bedéfilo leiriense, e estive na livraria, com o jovem e simpático casal dono da casa.
Vou agora mesmo corrigir a lacuna, antes que mais alguém me venha chamar a atenção.
Voltarei para comentar o teu comentário, passe a redundância.

Geraldes Lino disse...

Volto de novo ao teu comentário, Machado-Dias.
Imagina que, neste pequeno país (a que às vezes chamo "quintal de Espanha"), em vez de fecharem cinemas, como tem acontecido com frequência, até mesmo nos centros comerciais, o que se traduz num sintoma negativo, abria um novo cinema. Eu classificaria isso como sintoma positivo.
Se em Almada, uma cidade portuguesa relativamente importante, não havia nenhuma livraria especializada em BD, eu congratulo-me pela abertura de uma, ainda por cima pertencente a dois jovens, e não a um magnate qualquer, sem qq interesse na BD, nem minimammente conhecedor, apenas interessado no negócio.
Quando comparas o estado da BD em Portugal, com o da Espanha (e não precisas de ir a Barcelona, onde se realiza o mais importante festival BD espanhol), compreendo o teu desânimo. Eu próprio faço um pouco o papel de "advogado do diabo" ao estar a contradizer-te, pq, no fundo, a minha sensação de desânimo em relação a este país que me coube em sorte (?) é igual à tua.
Mas como foi aqui que nasci (e foi em Lisboa, já fui beneficiado...) e aqui vivo, sei que não posso comparar a nossa realidade sócio-económica e cultural com a maioria dos países europeus. Os portugueses constituem o povo com menor índice de escolaridade, com os mais baixos níveis de leitura "per capita", e com o mais elevado nível de iliteracia, quem menos vai ao cinema, quem menos vai ao teatro.
É por ter consciência dessa pobre realidade em que estamos inseridos, das limitações cada vez mais evidentes deste país periférico, que sempre teve por única solução emigrar para Brasil, França, Alemanha, Canadá, Estados Unidos (e que tanto preconceito tem contra os imigrantes), é por isso que saúdo quando abre uma livraria (de BD ou outra), um cinema ou um teatro, mesmo que isso, em termos estatísticos, seja apenas uma gota de água que não chega para satisfazer a exigência de quem conhece a realidade de outros países mais ricos e desenvolvidos, como é, por exemplo, o país aqui mesmo ao lado.

Ismael Fancito. disse...

Não se alegre demasiado pelo número de livraria galegas. A banda desenhada em galego é muito escassa. Ainda que quiçá algum dia uma editorial galega que não dependa de subvenções se atreva a publicar uma BD que se possa ler em Portugal e Galiza.
Uno-me às felicitações a estes novos livreiros!

Bongop disse...

Para mim existe um problema de "moda" neste país, existe uma juventude que gasta apenas em cenas que eles consideram "cool"... ora só temos de tranformar a 9ªarte numa "cena cool". Eu posso dizer que já consegui "puxar" alguns colegas do meu filho para esta arte! O problema acontece quando eles começam à procura de BD e não encontram... Ainda interessados vêm ter comigo e perguntam onde podem comprar, pois não encontram nas redondezas. Depois... desistem... Só há à venda aquilo que não lhes interessa!

Hugo Jesus disse...

Falta aqui uma loja:

Naraneko
Centro Comercial Girasolum
2º Andar - Loja 229
3030 Coimbra

Hugo Jesus disse...

Falta aqui uma loja:

Naraneko
Centro Comercial Girasolum
2º Andar - Loja 229
3030 Coimbra

Hugo Jesus disse...

Falta aqui uma loja:

Naraneko
Centro Comercial Girasolum
2º Andar - Loja 229
3030 Coimbra

Hugo Jesus disse...

Peço desculpa pelo multiplo "post". O browser passou-se! :S

mmmnnnrrrg disse...

Jorge, as bolsas não eram miseráveis e também foram atribuídas a Richard Câmara, David Soares e Diniz Conefrey - todas elas obras publicadas exceptuando a de Richard Câmara.
Geraldes, as FNAC's não aceitam pequenos editores e é quase ofensivo ver essa cadeia de lojas no meio de outras lojas de bd. nesse caso a Bertrand também merecia estar na lista.

Geraldes Lino disse...

Hugo de Jesus
Obrigado pela informação. Tenciono acrescentar. Só que, entretanto, decidi separar as que não são especializadas, porque me chegaram informações de Viseu e de Moura (e tb conheço uma em Beja) livrarias que têm btt BD, embora o seu espaço seja maioritariamente para obras literárias (ficção, poesia, ensaio, etc.). Aliás, lembrei-me ainda de outra em Lisboa, nessas condições, a Byblos, que tem grande espaço para a BD.
Vou portanto alterar o "post".
Gostaria que me dissesses se essa "Naraneko" é especializada ou é das que, a par de livros tradicionais, guarda um certo espaço para a BD.

Geraldes Lino disse...

Marcos
Já ontem, depois de ter largado a net (finalmente, ao fim de cerca de 5 horas de email, blogues, meus e dos outros), ocorreu-me que, de facto, ao incluir nesta postagem livrarias tipo FNAC, tb teria de pôr outras, tais como a Byblos, a Bertrand, a Bucholz, a Bulhosa (e hoje, por tlm, já me indicaram mais duas, uma de Viseu, outra de Moura, e sei que há uma em Beja, com btt material). Por isso, contrariando-te, não vou desistir de mencionar essas, não faria sentido, apenas vou separá-las numa alínea específica.
De resto, discordo quando dizes que não devia pôr a FNAC pq não aceitam pequenos editores. Eu sei que o José Vilela sempre colocou lá os livros do Príncipe Valente da pequeníssima editora "Livros de Papel" (que era dele e do Manuel Caldas). E agora que se separaram, ele criou a sua pequena editora "Bonecos Rebeldes", e continua a pôr lá as suas edições.

Geraldes Lino disse...

O Bongop, quando nos conhecemos, disse-me o local da sua residência, mas já não me recordo. Portanto, aí onde vive (onde?), não há nenhuma livraria especializada, depreendo do que diz. E alguma que lá haja, de estilo tradicional, pouca BD tem. Será isso?

mmmnnnrrrg disse...

bem... parece que aceitam uns e não aceitam outros... afinal nada mudou na bd nos últimos 20 anos...

Geraldes Lino disse...

Marcos
Quando escreveste o teu mais recente comentário, eu ainda estava a completar o "post", só agora, 22h25, o estou a dar por quase terminado (isto pq ainda há moradas de que não tenho a certeza).
Suponho, por isso, que deves ter constatado a falta de alguma livraria, que , entretanto, acrescentei.
Já agora: de Cascais, que conheces bem, podes indicar-me alguma? Eu sei que há lá uma, onde estive há uns anos, para comprar um fanzine lançado naquela cena de evento dedicado ao V Império ou assim, e vi que tinha bedê, mas não me lembro como se chama.

Escalla disse...

Só para dizer que fiz uma versão abreviada desta lista (limitei a Lx) tanto para uso meu como para de outros, tenho link para o post original com o devido respeito pelo trabalho de fazer uma lista que planeio consultar sempre que for a uma cidade diferente :)
Pode ver os resultados aqui:
http://dadosrosa.blogspot.com/2008/04/livrarias-especializadas-em-banda.html

Hugo Jesus disse...

A Nareneko é uma loja especializada em BD, aliás, é uma loja especializada em BD japonesa! ;)

Quanto às Fnacs, se é para as pôr, devias por todas as cidades onde as há: Lisboa, Porto, Matosinhos, Vila Nova de Gaia, Braga, Funchal, Coimbra e restantes cidades... não era? E todas as Bertrands (?) e os El Corte Inglés? Acho que são tantas que esta lista deveria ser mesmo apenas para as livrarias especializadas (na minha opinião).

Bongop disse...

"O Bongop, quando nos conhecemos, disse-me o local da sua residência, mas já não me recordo. Portanto, aí onde vive (onde?), não há nenhuma livraria especializada, depreendo do que diz. E alguma que lá haja, de estilo tradicional, pouca BD tem. Será isso?"

Eu moro em Oeiras, e aqui os quiosques apenas vendem Witch, Winx, Cebolinha e afins... mesmo estes quiosques que vendem este tipo de BD são poucos. Quem quer outro tipo de BD só na Bulhosa do CC Oeiras Parque, para onde só se vai de carro (isto para 95% dos habitantes de Oeiras)! Ora os miúdos teriam de ir a pé... ou seja, não vão!

Jorge Machado-Dias disse...

Marcos, falei naqueles que ganharam as bolsas, de cor e não me lembrava de todos. Mas quanto ao "misarabilismo" da dita bolsa, eu sei que não era bem assim, mas é sempre bom exigir mais, pode ser que alguém se lembre de as relançar, o que, apesar de tudo, duvido.

Jorge Machado-Dias disse...

Geraldes Lino, já agora: a Ghoul Gear já não é na Travessa da Trindade, mas na Rua Dr. João Lúcio, 2 B - 8000-329 FARO

Jorge Machado-Dias disse...

É preciso também corrigir aquele comentário acerca das editoras pequenas na FNAC - dizendo-se que o Vilela (Bonecos de Papel) é um pequeno editor e também lá está. Está sim, senhor, mas atenção: é distribuído pela Gradiva, não por ele próprio!!!

Geraldes Lino disse...

Olá Sandra Rosa, a.k.a. "Escalla". Fui ver o seu blogue, onde colocou parcialmente o trabalho que fiz (estou a fazer, continuo a actualizá-lo). Foi bonito da sua parte ter-me comunicado, e agradeço o "link" com que complementou a citação ao meu trabalho.

Geraldes Lino disse...

Caro Machado-Dias
Estou desde ontem em Faro, e uma das coisas que fiz logo foi procurar a Ghoul Gear. Deparou-se-me uma porta fechada, e, através da montra, vi um espaço vazio.
Agradeço-te a tua informação, foi muito oportuna. Já mudei o endereço no "post". Conto passar por lá talvez ainda hoje.

Geraldes Lino disse...

Caro Hugo Jesus
Agradeço a informação acerca da Naraneko, que já fui visitar via Google. De facto é uma loja especializada em mangá e animé, e merece ser registada visto que, afinal de contas, mangá não é mais do que banda desenhada (tornou-se moda chamá-la pelo nome japonês, nada a fazer contra).
Quanto a não concordares em eu pôr as fnacs e bertrands, repara que a minha ideia inicial foi elaborar um trabalho dedicado em exclusivo às livrarias/lojas especializadas em BD, o título do "post" é bem esclarecedor, e o bloco inicial e principal tem exactamente essa finalidade.
Mas à medida que ia avançando com o trabalho, decidi elaborar mais dois blocos, um para as livrarias que têm espaço significiativa para a BD, e outro bloco para os alfarrabistas que também se dedicam à BD.
Por exemplo, nas livrarias não englobo a grande "Barata", na Av. de Roma em lisboa, porque já teve um grande espaço no andar térreo, e agora relegou a BD para a cave, espaço essencialmente dedicado aos livros infantis (já protestei directamente com a filha, que faz parte dos herdeiros do grande livreiro Sr. Barata, mas ela não pareceu concordar com os meus argumentos, mesmo tendo-lhe eu chamado a atenção para o insólito facto de haver lá álbuns do Manara...)

drmakete disse...

Gerlades Lino, parabéns pela lista.
Abraço,
drmakete

kitt disse...

O Porto tambem tem pelo menos 3 Bertrands,Boavista(em frente ao Shopping cidade do Porto),Sta Catarina(Via Catarina Shopping,Antas(Dolçe Vita Shopping,

kitt disse...

E as Fnacs no Porto são no Norte Shopping,e na Rua Sta Catarina,e o El Corte Ingles em Gaia,e ate a recentemente inaugurada Worten Arrabida Shopping,vende bd.
Não sabia que havia outra loja de bd na Boavista,so costume ir ao Mundo Fantasma.

Rui Ramos disse...

A lista do Porto está bastante incompleta.

Está a faltar:

1- Tintim por Tintim - R. Dr. Ricardo Jorge
É uma loja/alfarrabista especializada em BD antiguinha do tempo dos meus pais e minha infância.

2- Livraria Britânica - R. José Falcão.
É uma loja que vende livros em inglês e também vende BD.

3- Bertrand - R. Júlio Dinis (abriu recentemente) vende alguma BD.

4- Bertrand - Dolce Vita (perto do Estádio do Dragão) tem uma secção razoável de BD (traduzida formato FB, comics (em inglês) e mangas).
Para além disso, vende revistas sobre banda desenhada como a Bodoi, a DBD, Lanfeust Mag

5- Fnac - Sta Catarina apresenta uma secção razoável de BD FB (em francês e traduzida), comics (traduzidos e em inglês) e mangas.

6- Livraria Leitura - abriu uma loja enorme no centro comercial Cidade do Porto.
Shopping Cidade do Porto
Rua Gonçalo Sampaio, 350 Lj. 238
4150-368 Porto
A secção de BD é relativamente pequena mas existe.

A secção de revistas é enorme e apresenta revistas sobre banda desenhada como a DBD e a Bodoi.

7 - Quiosque na Rua Morgado Mateus perto da Biblioteca Municipal do Porto.
Este quiosque vende revistas sobre todos os temas e a BD não foi esquecida.
Vende várias revistas sobre BD (para além das supracitadas).
Também vende BDs em formato álbum e comic em português, espanhol e inglês.
Vale a pena uma visita.

Há revistas que só encontro neste quiosque.

Geraldes Lino disse...

Caros amigos visitantes Kitt e Rui Ramos:
Já acrescentei os elementos que vocês me indicaram, mas como há alguns pormenores nas vossas informações que não ficaram muito claras, peço o favor de me esclarecerem:
1) A Kitt diz que no Porto há 3 Liv. Bertrand (Boavista, Santa Catarina e Antas);
1) O Rui Ramos diz que há uma Bertrand na R. Júlio Diniz e outra no Dolce Vita;
As minhas dúvidas são: são 3 ou 2?
A Rua Júlio Diniz refre-se a qual das que a Kitt menciona?
O Dolce Vita (Centro Comercial?) localiza-se onde, dos 3 pontos referidos pela Kitt?
2) FNAC - A Kitt diz que há uma no Norte Shopping e outra na Rua Sta. Catarina (esta conheço eu);
2) O Rui Ramos apenas indica uma, a da Rua Stª Catarina
Podem fazer o favor de me esclarecer?
Atenção, Rui Ramos: escapou-lhe o pormenor de eu ter incluído, nos Alfarrabistas do Porto esse chamado Tintim por Tintim (o Hugo Jesus foi quem primeiro me indicou essa livraria, classificando-a de alfarrabista (o que não tem nada de pejorativo, é uma especialização em obras antigas, e btt útil).

kitt disse...

"Quiosque na Rua Morgado Mateus perto da Biblioteca Municipal do Porto.
Este quiosque vende revistas sobre todos os temas e a BD não foi esquecida.
Vende várias revistas sobre BD (para além das supracitadas).
Também vende BDs em formato álbum e comic em português, espanhol e inglês.
Vale a pena uma visita."

Eu conheço Rui comprei la durante muitos anos la revistas,mas a dona é Xone,o dono ate é simpatico,mas eu nao aturo malucos.

Paulo Ferreira disse...

Sò um pequeno reparo, a loja "Timtim por Timtim" no Porto é um alfarrabista que se dedica exclusivamente à BD, desde a mais antiga até aos nossos dias.

Geraldes Lino disse...

[desconhecido] Paulo Ferreira
Tomei em consideração o seu comentário e alterei o "post". Aliás, fiz duas alterações: Alterei o título, e no texto relativo ao alfarrabista Tim-Tim (classifiquei-o de especializado), na parte concernente aos alfarrabistas do Porto, e passei o Vilelivros, de Lisboa, para a nova categoria de alfarrabista misto (visto que também vende livros de ficção, de poesia, dicionários, etc.).
Gostaria que me dissesse, caso saiba, o nº da porta do Chaminé da Mota, na rua das Flores (já lá fui algumas vezes, mas nunca reparei no número da porta, mal sabia eu que iria fazer esta listagem...)

Anónimo disse...

Ouvi alguém dizer que existia uma loja de BD em www.bdportugal.com - mas andei a perguntar e ninguém conhece.

Optimus Prime disse...

A Bertrand Via Catarina fechou mas abriu mesmo em frente uma maior no Gran Plaza.

Optimus Prime disse...

Este ultimo post é meu.

Miguel Soares disse...

Boa noite, tenho alguns livros de banda desenhada antigos que queria vender. Eles são de 1975 e 1977, onde estão incluidos a primeira aparição do super-homem e a morte do super-homem. Para mais informações: mcrsoares@live.com.pt

Augusto disse...

Tenho os anos completos da revista A PARÓDIA, dos anos 1900,1901,1902.
Estou interessado em vender, se estiverem interessados em adquirir, queiram contactar-me.