segunda-feira, maio 04, 2009

Tertúlia BD de Lisboa - 297º Encontro (Ano XXIII) - Convidado Especial: João Lemos

Prancha de Avenger Fairy Tales #o1, da autoria de João Lemos

Ciclo: Nova BD Portuguesa (*)
Convidado Especial
JOÃO LEMOS

João Miguel Pereira Lemos nasceu em Cascais, em 1977, e desde sempre se lembra de sentir vontade de desenhar, talvez porque, ao lado dos livros de História Natural, Geografia e Antropologia que havia em casa dos pais, ele encontrava álbuns de banda desenhada com Astérix, os Schtroumpfs, comic-books da Marvel e da DC, obras de Bilal, Hugo Pratt (Corto Maltese, naturalmente), Moebius, e também uma revista portuguesa, Selecções BD.
Estudou na Escola António Arroio, participou nos cursos de BD e Animação no CITEN (afecto à Gulbenkian), sendo o de BD dirigido por Diniz Conefrey, e o de Cinema de Animação por Fernando Galrito e Isabel Aboim.
Já exerceu actividades em diversas áreas, designadamente no Departamento de Pedagogia do Museu Nacional de Arqueologia, e como livreiro.
Numa ida a Angoulême, em 2005, estabeleceu ligação com o mercado americano de BD, graças a um portfólio entregue a Joe Quesada.
Em 2008 foi-lhe publicada nos EUA a história curta Dance, pela Hero Initiative, bem como o primeiro número de Avengers Fairy Tales, com argumento de C.B.Cebulski.
Está actualmente envolvido em vários projectos, sendo Shiki o de maior envergadura, em que o argumento é feito numa parceria entre ele próprio e o conceituado argumentista americano C.B.Cebulski. Aliás, a sua experiência como argumentista já vem de longe: a banda desenhada SIMUM, publicada no meu fanzine Ad Hoc (nº 2 - Agosto 99) teve argumento e guião em co-autoria sua e de Filipe Goulão, sendo este último a realizar a componente gráfica.
Noutra área de actividade artística tem feito ilustrações para romances, e antologias de Poesia de Frederico Mira George.
...................................................................................
Para ver postagens anteriores dedicadas a este tema, basta clicar na categoria Tertúlia BD de Lisboa, indicada em rodapé

3 comentários:

Lelé Batita disse...

Olá! Se quiseres ler o que escrevemos pela morte do Vasco Granja clica em http://peroladecultura.blogspot.com
Talvez te surpreendas. Beijos e abraços.

Geraldes Lino disse...

Cara desconhecida "Lelé Batita"
Ontem à noite estive no velório do meu amigo Vasco Granja, numa despedida definitiva.
Hoje estou com o tempo limitado, logo a partir das 20h estarei a organizar a tertúlia (TBDL).
Mas apesar disso vou agora mesmo escrever um texto rápido acerca dele.
Amanhã lerei o teu texto. Por acaso até estou com curiosidade em ver ess blogue. Fala de BD?

Geraldes Lino disse...

Ah, agora já sei quem és, cara amiga Matilde (como te chama o nosso comum amigo Diferr).
Gostei btt da visita ao teu blogue, tem várias componentes apelativas, está bem escrito, e tem umas coisinhas (poucas, hélas) de BD (btt mais de Caricatura e/ou Cartunismo,#»§#*§
Com um talento para a BD e Ilustração tão grande como é o daquele com quem vives (e já há uns tantos anos...), espero que divulgues algumas das muitas coisas que ele, se calhar por falta de tempo (coitado do professor, que nem tempo tem para exercer arquitectura...), nunca mostra publicamente.
Bjs para ti, abraço para ele.