quarta-feira, março 17, 2010

Publicidade (Didáctica, Política, Comercial) em Banda Desenhada (I)





Entre muitos dos temas que sempre me interessaram e que tenho imaginado tratar aqui no blogue, a publicidade através da banda desenhada é um deles.
Possuo, na minha vasta e heterogénea colecção de BD, bastantes publicações (tipo folhetos e revistas, portuguesas e estrangeiras), com bons exemplos de arte sequencial ao serviço da publicidade em diversos quadrantes: didáctico, artístico, comercial, político, e outros menos facilmente classificáveis.
Há muitos anos que tenho ido guardando exemplos desta especialidade com poucos interessados (digo eu...) e até tentei convencer um amigo chamado Carlos Pinheiro - o qual tinha estabelecido contacto com a entidade que superintende na publicidade - a fazermos uma exposição sobre o tema na respectiva sede, isto quando ele me disse também se interessar pelo assunto, e ter algum material antigo.
A ideia nunca se concretizou, e reconheço que não é fácil uma iniciativa do género, porque mexe com pormenores que têm de ser salvaguardados.
Pela parte que me toca, e de há uns anos a esta parte, como bloguista, ainda não me tinha decidido a começar, exactamente preocupado com os melindres vários. Até que me ocorreu tapar os elementos publicitários.
Pondo em prática a solução, calhou serem estas três bedês autoconclusivas a inaugurarem mais uma categoria (ou etiqueta) bloguística.
Graças à amabilidade de Raquel Louçã Silva - a quem aqui publicamente agradeço -, directora do jornal gratuito Mundo Universitário, foram-me enviados os respectivos exemplares do MU onde se mostram as bandas desenhadas que reproduzo neste "post", da autoria do desconhecido na BD, Pedro Lourenço. (*)
Peço desculpa aos visionadores do blogue e à empresa cervejeira que teve a ideia de utilizar a BD - a quem faço uma vénia - pelo facto de tapar a marca. Isto porque mostrar publicidade alheia, ostensivamente sem esta precaução, seria susceptível de más interpretações.
"À mulher de César não basta ser séria, é preciso que o pareça"...
----------------------------------------------------------
As imagens reproduzidas no topo a ilustrar o "post" tiveram publicação inicial (de cima para baixo):
in jornal MundoUniversitário, 11 Jan.10
in jornal Mundo Universitário, edição de 22 Fev. 10
in jornal Mundo Universitário, edição de 22 Fev. 10
--------------------------------------------------
(*) O autor não assinou as pranchas, por modéstia ou, mais provavelmente, porque se calhar trabalha para uma agência que não autoriza os colaboradores a assinarem as peças publicitárias. Tive conhecimento do nome do ilustrador, autor da bd, por "portas travessas"...
Mas não o conheço. Dão-se alvíssaras a quem o conhecer e me dê o contacto!

6 comentários:

Black Math disse...

Mais um grande Post Sr.Geraldes Lino, a muito que sou um leitor atento do seu blog :)

Gostaria tambem de sugerir uma publicação que encontrei recentemente nas Bancas especializadas assim como li recentemente num artigo do JN, acerca de uma nova edição do Fanzine Portugês "Zona" o "Zona Fantastica" não sei se é do seu conhecimento esse lançamento, seja como for aqui fica a divulgação :)

grande abraço, Pedro

Geraldes Lino disse...

Caro desconhecido "Black Math":
Eu conheço essa publicação, e também o editor, que, desde há uns meses, até já se tornou participante da minha Tertúlia BD de Lisboa.
Só que o meu blogue Fanzines de Banda Desenhada, não sei se conhece, caso negativo veja-o no endereço http://fanzinesdebandadesenhada.blogspot.com
esse blogue anda mais lentamente do que este. Mas hei-de lá falar do fanzine Zone, sim.
Saudações bedéfilas.

Anónimo disse...

o blog do Pedro Lourenço:
http://ink-and-paper.blogspot.com/

Geraldes Lino disse...

Caro amigo Anónimo (por acaso és uma anónima, identificaste-te, beijinho para ti, cara amiga, agradeço a informação), fui ver o blogue que me indicaste do Pedro Lourenço, e deixei lá um comentário.
Espero que me responda, pq preciso de falar com ele.
Aliás, numa expo em que participou no Porto, vi lá os nomes de uma data de gente que eu conheço (André Lemos, Esgar Acelerado, Filipe Abranches, Isabel Carvalho, João Fazenda, João Maio Pinto, José Feitor, Marco Mendes, Miguel Carneiro, Paulo Patrício, Pedro Zamith, Teresa Câmara Pestana), algum deles terá um qq contacto (email, tlm) do Pedro Lourenço.

pedro lourenço disse...

viva geraldes! muito obrigado pelas palavras. a joana figueiredo já me havia indicado o seu post e, na mesma altura em que o vi, escrevi-lhe umas palavras via facebook. peço-lhe que me envie o seu email pelo endereço que está no meu blog. continuaremos por aí a conversa. um abraço,
pedro

Geraldes Lino disse...

Viva Pedro Lourenço
Agradeço ter vindo até ao meu blogue, pq preciso de ter o seu contacto para o dar a alguém que me pediu que lhe indicasse um ilustrador/autor de BD, e eu acho que o seu estilo corresponde àquilo que eles pretendem.
Quanto a você ter-me escrito pelo facebook, peço descupa mas já recebi umas dezenas de pedidos de amizade por essa via, e começo a ficar entupido (para manter contacto com toda a gente, não poderia fazer mais nada), por isso já não respondo a nomes que desconheço, o que era o seu caso, pq ainda não tinha fixado o seu nome.
Irei visitar de novo o seu blogue.
Abraço,
Geraldes Lino