domingo, janeiro 01, 2012

Tertúlia BD de Lisboa (330º Encontro)

Uma das mais importantes finalidades da Tertúlia BD de Lisboa é a de proporcionar a oportunidade aos novos autores de banda desenhada de se darem a conhecer aos numerosos participantes daquela associação informal.

Assim acontecerá em 3 de Janeiro de 2012, com Claudino Monteiro como Convidado Especial da TBDL, no seu 330º encontro, o que funcionará como incentivo,
Trata-se de um autor praticamente desconhecido, que falará de si próprio, da sua ainda curta obra, e dos seus projectos nas áreas em que desenvolve a sua actividade, designadamente na BD.

Aliás, de uma forma bem pragmática, ele será apresentado aos tertulianos por uma bd de quatro pranchas totalmente de sua autoria (argumento, desenho e colorização) feita propositadamente para o fanzine Tertúlia BDzine (nº 168), que será distribuído a todos os participantes em mais este encontro bedéfilo, que, tal como sempre, terá lugar no Parque Mayer, no único restaurante que ainda lá funciona.

As imagens que ilustram este "post" pertencem a:
1ª) "Decoração Urbana. Quotidiano de uma fabulosa" (Desenho de Claudino Monteiro, argumento de Eduardo d'Orey)
2ª) "Revisionismo. Desencontro de culturas" (Desenho de Claudino Monteiro, argumento de Eduardo d'Orey)
3ª) "Cigarro" (Desenho e argumento de Claudino Monteiro)
4ª) Capa de A Peste nº7 (Ilustração de Claudino Monteiro)

-------------------------------------------------------------
CLAUDINO MONTEIRO

Biobibliografia

Claudino Mendes Brito Monteiro é filho de cabo-verdianos, mas nasceu em Lisboa, a 15 de Abril de 1981, tendo a nacionalidade portuguesa.

Completou o 12º ano na área de Artes e Ofícios na Escola Secundária António Gedeão (concelho de Almada).
Frequentou depois a Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa - FBAUL, no curso de Artes Plásticas/Pintura, até ao 3ºano, que ficou incompleto.
Em Dezembro de 2011 terminou um curso de Técnico de Multimédia (nível 4), o que lhe possibilita trabalhar actualmente como web designer.

Aos onze anos ganhou um prémio num concurso cujo tema era "retratos dos pais pelos filhos", para o qual fez o seu primeiro retrato realista, tendo por modelo o próprio pai.

Ainda no período escolar ganhou três prémios na área da Ilustração, para campanhas publicitárias de produtos alimentares.

Em 2003, já depois de ter desistido da faculdade, participou num concurso de banda desenhada promovido pelo Centro Comercial Almada Fórum, tendo obtido o 2º lugar.

Após ter estado a trabalhar na Escócia, entre 2003 e 2005, voltou para Portugal, tendo concorrido com a bd O Último Cigarro (quatro pranchas a preto e branco) ao concurso de 2006 do Festival Internacional de Banda Desenhada da Amadora. Não obteve qualquer prémio, mas foi com ela - embora com o título alterado para Cigarro - que iniciou a sua colaboração em A Peste (nº5 - 2007), onde também foi reproduzida a bd Revisionismo. Desencontro de Culturas sob argumento de Eduardo d'Orey, e fez também a ilustração da capa, tarefa que voltou a executar nos nºs 6 e 7.

Na mesma publicação, além das duas bedês citadas, tem mais as seguintes: Decoração Urbana. Quotidiano de uma fabulosa (nº6 - 2009), de novo a colaborar com o mesmo argumentista (e editor de A Peste), e a bd Revolta Torta, desta feita "a solo", no fascículo editado em 2010,com o nº7, último publicado até ver. Nesse mesmo número, outra vez como autor completo, realizou as curtas (2 pranchas cada), O Motorista que queria ser porteiro de discoteca e Porque não se vende BD em Portugal.
No que se refere à bd intitulada Revolta Torta, feita em quatro pranchas a preto e branco, Claudino diz que ela já cresceu para muitas mais páginas que talvez em 2012 vejam a luz do dia.

O que de certeza vai já ser publicada no início de 2012, no dia 3 de Janeiro, é a sua primeira banda desenhada a cores, em quatro pranchas, a Reunião dos Seres Encantados, no Tertúlia BDzine nº 168, um fanzine que é oferecido a todos os participantes na Tertúlia BD de Lisboa.

Claudino Monteiro tem talento diversificado, o que lhe permite abarcar vários quadrantes artísticos. Além de trabalhar essencialmente como Web-Designer, e de realizar BD de forma esporádica, faz caricaturas em casamentos, baptizados e outros eventos, retratos por encomenda (neste caso, com frequência), e também executa "design" para tatuagens.

Podem ver-se alguns exemplos destes seus trabalhos em:
http://www.klaw.hourb.com/
http://www.wix.com/klawdyno/klaw

-------------------------------------------------------------
Lista de presenças na TBDL (elaborada "a posteriori")

1. Adelina Menaia
2. Afonso Oliveira
3. Álvaro
4. Ana Saúde
5. António Isidro
6. Cátia Alves
7. Clara Queiroz Pourbaix
8. Claudino Monteiro (Convidado Especial)
9. Eduardo d'Orey
10. Geraldes Lino
11. Helder Jotta
12. Isabel Viçoso
13. João Alves
14. João Antunes
15. João Figueiredo
16. João Sequeira a.k.a. JAS
17. Manuel Valente
18. Miguel Ferreira
19. Milhano
20. Moreno
21. Nuno Duarte "Outro Nuno"
22. Nuno Fonseca
23. Olivier Pourbaix
24. Paulo Marques
25. Pedro Bouça a.k.a. Hunter
26. Pedro Faria
27. Pepedelrey
28. Petra Marcos
29. Rechena
30. Rui Domingues
31. Sá-Chaves, João Paulo
32. Sandra Oliveira
33. Simões dos Santos
34. Vasco Câmara Pestana
-------------------------------------------------------------
Os visitantes do blogue interessados em ver postagens anteriores relacionadas com este tema poderão fazê-lo clicando no item Tertúlia BD de Lisboa, visível no rodapé

4 comentários:

Jabof disse...

Bem Geraldo, eu sou um aspirante a arquiteto, mas tenho uma paixão enorme de desenhar, de inventar história, ou seja, de criar uma Banda Desenhada, primeiro, eu so queria enviar esta mensagem para si, mas como não uso frequentemente isto, não sei ainda como o contactar, então deixo um comentário.

Sei que ja esteve por dentro da banda Desenhada que é feita em portugal, e por isso gostaria de fala rcom sigo, não sei, para talvez obter algusn conselhos, para algumas duvidas que eu tenho.

E claro, grande Post, muito bom!

Obrigado Jabof

Geraldes Lino disse...

Jabof, julgo que você seja brasileiro, porque sempre que conheço algum, normalmente tratam-me por Geraldo, tal como você, mas a verdade que o meu nome está escrito no blogue, e é Geraldes Lino.
Para podermos contactar, deixe aqui o seu email, ou nº de tlm.
Saudações bedéfilas.

Geraldes Lino disse...

Jabof, julgo que você seja brasileiro, porque sempre que conheço algum, normalmente tratam-me por Geraldo, tal como você, mas a verdade que o meu nome está escrito no blogue, e é Geraldes Lino.
Para podermos contactar, deixe aqui o seu email, ou nº de tlm.
Saudações bedéfilas.

Jabof disse...

Bem, na verdade eu sou português XD, nem sei como dei esse erro, peço desculpa.

Bem um meu email é Jabof@live.com, se puder depois enviar um email, para eu o poder contatar.