sexta-feira, janeiro 20, 2006

Exposição de banda desenhada infantil portuguesa no CNBDI - Amadora

Capa do bem apresentado catálogo
"Em traços miúdos" é o título bem achado da exposição inaugurada ontem, 16 de Janeiro, no Centro Nacional de Banda Desenhada e Imagem - CNBDI (Amadora), onde estará visitável até 19 de Maio.

Dividida essencialmente em duas áreas, uma sob o título "No Tempo dos Avós" - em que se podem apreciar "Os Marcos Fundadores", Cottinelli e Stuart, e "Revistas, Heróis e Aventuras", onde se encontram imagens criadas por Eduardo Teixeira Coelho, Artur Correia, Augusto Trigo e Catherine Labey; a outra, incide no tema "Três Nomes para Novos Leitores", e nela se podem visionar pranchas de José Abrantes, Pedro Leitão e Ricardo Ferrand.

Em ambas as partes há lacunas evidentes, mas também tem de se olhar para as dimensões limitadas do espaço, e, no conjunto, está-se perante uma significativa amostragem da banda desenhada dedicada às crianças e até, em alguns casos, aos adolescentes.


O Quim, O Manecas e o Xuan de Bigo - Página original de O Século Cómico, de 4 de Novembro de 1915, da autoria de Stuart. Pertence à colecção do estudioso A. J. Ferreira, que a cedeu para o evento

Na componente de retrospectiva, subtitulada "Os Marcos Fundadores", podem apreciar-se peças de grande raridade e qualidade, designadamente a prancha desenhada por Stuart Carvalhais, que acima se reproduz, extraída do catálogo editado.

Já ficou dito no parágrafo anterior, mas não posso deixar de relevar a existência dessa peça que complementa exemplarmente a mostra, um catálogo, bem apresentado graficamente, e com um conteúdo literário, opinativo e informativo de muita qualidade.

Inquestionável, o interesse dos quatro artigos (bilingues, o segundo idioma é o inglês) publicados no catálogo.
São assinados por Sara Figueiredo Costa - "Um Percurso em Quatro Andamentos" -, José António Gomes - "A banda desenhada: algumas notas sobre o seu carácter formativo";
Paulo Lages - "Teatro aos Quadradinhos"; Manuel João Ramos - "...E pró papá também".

Gostei tanto da inteligente citação de uma frase de C. S. Lewis, feita por Sara Figueiredo Costa, que lha copio, com o intuito de sugerir tema possível para eventual futura discussão: "uma história para crianças que apenas agrade a crianças é uma má história para crianças". Lapidar.

1 comentário:

Anónimo disse...

Where did you find it? Interesting read »