sábado, janeiro 20, 2007

Festivais, Salões BD e afins - (Coimbra) @Comics - Evento de BD em Coimbra

Cartaz do evento @Comics, da autoria de João Carlos Ferreira Gonçalves
Desdobrável do evento @Comics, fazendo divulgação pública de um evento inédito em Coimbra

Já há Festivais e Salões de Banda Desenhada em vários pontos do país: Amadora, Lisboa, Moura, Beja, Almada (mais propriamente, Sobreda) e Viseu. Estranhamente, Coimbra, uma cidade universitária, parecia alheia à BD, ao nível de eventos. Até agora.
A partir de Fevereiro, dias 2 e 3, há que juntar a chamada Lusa-Atenas ao percurso obrigatório dos bedéfilos.
Parecendo apostar os seus organizadores, neste início, na componente cultural, o forte da programação - a decorrer ao longo dos dois dias mencionados -, incide em palestras, debates e workshops, o que cria, desde logo, uma inédita atmosfera cultural.
Essa programação apresenta-se com aliciantes fortes, tanto na variedade de temas, como na categoria dos participantes.
Observe-se, por exemplo, a lista de temas das palestras e debates, que decorrerão ao longo dos dois dias, respectivos oradores e moderadores (estes últimos ainda não completamente definidos, no momento em que estou a afixar este "post"):

Tema do 1º dia, 2 de Fevereiro: "Banda Desenhada Norte-Americana e Oriental"
Palestra "A BD e o Cinema", por João Miguel Lameiras;
Debate "Banda Desenhada como propaganda política", por Nuno Saraiva.
Moderador: Ernesto Costa;
Debate: "BD como fonte de valores éticos e morais", por Pedro Massano

Tema do 2º dia, 3 de Fevereiro: "Banda Desenhada de Autor/BD Sátira"
Palestra "Evolução da BD franco-belga e italiana no Século XX", por Pedro Moura
Debate: "BD portuguesa: que futuro?, por Leonardo De Sá, Marco Mendes e Miguel Carneiro
Palestra "BD sátira: impacto no mundo", por Osvaldo de Sousa (das 16h às 17h30); mais tarde, das 18h às 19h o mesmo orador orientará um debate dedicado ao mesmo tema.

Neste último dia, sábado, realizar-se-á a cerimónia de entrega de prémios do Concurso de "Cartoons", que terá a presença dos três jurados, Carlos Pessoa, Leonardo De Sá e Osvaldo Macedo de Sousa.

Entremeando os momentos de debate e/ou palestras acima descritos, a realizar em espaços que presumo adjacentes, haverá dois workshops, sendo um deles intitulado "Iniciação à Banda Desenhada", o outro "Mangá*: traços e coloração", para os quais ainda não estão indicados formadores no e-mail que recebi, nem no site da entidade organizadora, um grupo de gente nova, activa e culta, responsável pela Secção "Actividade @ Comics - PGI Departamento de Engenharia Informática" (Pinhal de Marrocos, 3030-290 Coimbra).

(*) O acento na palavra "Mangá" é de minha responsabilidade, visto que, se é assim que se deve pronunciar, é assim que se deve escrever.

Local do evento:
IPJ - Instituto Português da Juventude - Coimbra
Rua Pedro Monteiro, 73
3000 - 329 Coimbra

Para mais informações, incluindo o regulamento de um concurso de "cartoon", convém consultar o "site" da organização, no endereço:
http://comics.no.sapo.pt

7 comentários:

Santos Costa disse...

Olha, Lino, fico sempre satisfeito quando vejo o anúncio de mais um ou dois festivais de BD, a demonstrar que a arte está viva e assim deve continuar. No entanto, é com assombro que continua a existir uma enorme desproporção entre os eventos e a realidade da BD em Portugal, País onde não há uma revista de BD de grande amplitude (ou de referência) e as editoras não arriscam a editar autores portugueses. Valha à BD lusa o acoito dos jornais e das revistas; o tenaz e constante aparecimento de fanzines; os que nunca depuseram as armas e continuam a lutar, como é o teu caso.
Depois - hás-de reparar - são sempre os mesmos nas circunstâncias, a velha guarda, cuja militância os leva a esta espécie de seminários... com as obras na gaveta.

Santos Costa disse...

Volto para comentar um outro pormenor, que é este: a palavra "comics".
Olha, Lino, tu que és um "purista" da língua, "desanca" nesta forma de tratar a nossa arte em "linguagem trapeira", seja esta de onde for. "Comics", lido e dito a quem menos prevenido, soa a cómicos. E a nossa situação, em Portugal, relativamente à arte, não é nada cómica.

Geraldes Lino disse...

Olá Santos Costa
Sim, de facto deixámos de ter revistas especializadas em BD. Mas estamos a atravessar um período em que há vários jornais e revistas, não da especialidade, a publicar, além de outro suporte, que não mencionaste, a Internet, onde há cada vez mais sítios e blogues onde os próprios autores-artistas dão a conhecer as suas bedês. Sempre é uma compensação.
Eu sou um dos primeiros a ter pena desse desaparecimento das revistas especializadas (como sabes, fui colaborador do Jornal da BD, da revista Selecções BD - 1ª e 2ª séries, deixei de ter esses espaços para escrever os meus artigos), e os autores-artistas portugueses deixaram de ter a oportunidade de serem publicados em suporte de papel.
Mas, repetindo, a Net veio dar novo alento a quem desenha (vários banda-desenhistas mostram o que fazem em blogue e "sites") e a quem escreve (vários plumitivos estão a brilhar nos respectivos blogues (casos do Pedro Moura, da Sara Figueiredo Costa, do Rezendes, do Machado-Dias, do Enanenes).
Eu tenho tendência para o pessimismo mas, neste caso, estou a olhar para a garrafa meio cheia, não para a garrafa meio vazia:-)
Quanto ao termo Comics aplicado à BD: não me escandaliza muito, porque em Espanha, em Barcelona, o mais importante Salão de BD chama-se Salon del Cómic e, como sabes, os espanhois chamam tebeos e historietas à BD. Entre nós, um dos grandes historiadores da Banda Desenhada, o Dr. António Dias de Deus, chamou, ao seu magnífico trabalho sobre Banda Desenhada, "Os Comics em Portugal".
Abraço.

sxwwdfox disse...

SUCCESS STARTS TODAY!! you can earn more than 5000 dollars a week makingso so easy visit here

Anónimo disse...

Olá Geraldes,
Vou falar à Raquel deste encontro de BD em Coimbra. Talvez possamos fazer a divulgação no cabeçalho da sua página no MU.
Não sou uma grande entendida em BD mas admiro muito o seu trabalho de perseverança e "resistência". Não é para todos.
Beijinhos e mantenha esse olhar fixo na "garrafa meio cheia" :)

Lina Manso

Luís Graça disse...

Não há dúvida de que os aliciantes são muitos.
Manifesto a minha vontade em ir a Coimbra.
Sem compromisso.

Geraldes Lino disse...

Olá Lina
Fiquei sensibilizado por constatar que fez uma visita ao meu blogue.
No que se refere à hipótese de incluir notícia acerca do evento que se vai realizar em Coimbra, de que falo aqui no blogue, não vai haver possibilidade de o fazer na página de BD, porque eu dei à Raquel um texto acerca do lançamento, no dia 30 deste mês, no ANA Museu (Aeroporto de Lisboa) de um livro de BD que trata das actividades de espionagem com passagem por Lisboa.
Ora o evento bedéfilo que se vai realizar em Coimbra, de que falei aqui no blogue, é logo nos primeiros dias de Fevereiro (para o qual fui convidado, mas que não pude aceitar porque coincide com o aniversário do meu filho), já não dá para ser incluído na página de BD, pois ali já não tem espaço disponível.
A menos que a Lina Manso arranje outra página para pôr uma pequena nota relativa ao evento coimbrão.