quarta-feira, dezembro 30, 2009

Autores portugueses editados no estrangeiro (I) Vasco Colombo na revista "El Tebeo de la Biennal"

Prancha 1 de 4 Prancha 2 de 4 Prancha 3 de 4 Prancha 4 de 4

(Sim, de facto as legendas estão quase imperceptíveis, mas tudo se resolve com o tal clic em cima das imagens, todos os iniciados o sabem, esta conversa é mesmo só para iniciantes)

Julgo que estas pranchas constituirão surpresa para muitos bedéfilos, visto que a presente banda desenhada foi editada em Espanha e, salvo erro, nunca publicada em Portugal.
Quanto ao nome de Vasco Colombo, seu autor, é praticamente desconhecido na BD para os bedéfilos mais jovens, porque a sua actividade tem-se cingido, desde meados da década de 1990, à Ilustração.

Capa de Xavi Muntada

El Tebeo de la Biennal
(Biennal 87) é uma publicação misto de revista e catálogo, dedicada à banda desenhada, em edição do Ayuntamiento de Barcelona, e inclui obras de autores de vários países: Espanha (Barcelona, Sevilha); Grécia (Atenas, Tessalónica); Itália (Bolonha, Milão, Modena, Roma); Portugal (Lisboa, Porto) .

Vasco Colombo e António Jorge Gonçalves são os representantes portugueses, cada um com uma bd de quatro pranchas, a cores.
Optei por mostrar apenas a de Vasco Colombo, por ter sido feita propositadamente para aqui ser publicada, enquanto que a de AJG aproveita excerto de uma bd sua com publicação anterior.
Apesar de realizada há já doze anos, Algarve, 7 da manhã, a bd do Colombo (um dos irmãos, o outro é o Jorge) mostra uma preocupação bem presente nos dias de hoje - a cada vez mais visível escassez da preciosa água -, embora a finalize com uma situação misteriosa e desconcertante, mas de cambiantes positivos embora em registo de gag.

Vasco Colombo
El Tebeo de la Biennal
Texto em catalão, conquanto as bandas desenhadas sejam publicadas no idioma original, como está indicado na ficha técnica:
Totes les historietes es publiquen en el seu idioma original
Vale a pena ler o texto de apresentação da peça por Joan Navarro (que tive o prazer de conhecer nesse ano 1987), do qual transcrevo um excerto na língua catalã (que, na leitura, se compreende com relativa facilidade):

"PRESENTACIÓ
(...) El Tebeo de la Biennal recull, en aquesta ocasió, els traballs presentats per diverses ciutats del Sud d'Europa, de Lisboa a Atenas. Una participació molt rica en el sentit que reflecteix les diversas tendêncies per les que travessa el còmic europeu.
Es una participació en conjunt singular, per quant existeix des de principis de segle una marcada diferência entre la historieta creada al Sud d'Europa i les dues tendències dominants des dels anys 30: la historieta anglo-saxona, e la franco-belga.
Vaurem si de gent com la que ara publiquen per primera vegada surten els continuadors de noms tan illustres com Eduardo Teixeira Coelho, Jesús Blasco, Carlos Giménez, Hugo Pratt ó Liberatore, que com a minim han contribuit a fer que la historieta del Sud d'Europa sigui la más important per a nosaltres.

Joan Navarro
--------------------------------------------------
El Tebeo de la Biennal
Formato ligeiramente mais largo do que o A4
Capa e contracapa a cores
Miolo: 64 páginas, umas a cores, outras a preto e branco
Edição de : Ayuntamiento de Barcelona
Data da edição: 1987

-------------------------------------------------

Na lista de autores colaboradores, há um aspecto curioso no que se refere ao endereço de Vasco Colombo:
Rua do Bonfim, 158, 1º dto.
4000 Porto (Italia) (sic)
---------------------------------------------------
 

Pequena síntese biográfica 
Vasco Colombo - Lisboa, Fevereiro 1966
Na BD, a sua colaboração mais marcante está reproduzida no semanário Sete (Se7e), em fins da década de 1980, onde foram publicadas várias bandas desenhadas de sua total autoria (desenho, argumento, legendage, colorização). Entre elas distingo a intitulada "No Trilho da Loucura", de que possuo um álbum-protótipo artesanal, que me foi oferecido por um amigo.
Colombo foi também um dos colaboradores da obra bilingue (português/francês), de reduzidíssima divulgação em Portugal, Oito Séculos de História de Portugal, livro de excelente aspecto, encadernado com capa dura a imitar tecido, destinado aos emigrantes portugueses em França.

1 comentário:

celular net disse...

Adorei o conteúdo do seu site. Aproveite e visite o meu site http://www.celularespiao.net Conheça este incrível celular batizado de Telefone Espião. A única maneira de você fazer uma escuta de celular. Funciona de modo discreto e grava todas as chamadas recebidas e efetuadas do celular alvo. Lista todas as chamadas com numero, dia, duração da ligação, e hora. Vendemos o celular em duas versões para sua escolha.