quinta-feira, agosto 18, 2005

BDjornal - Jornal de banda desenhada e não só

Jorge Machado-Dias e Pedranocharco há anos que se fundem, de tal maneira que não se sabe bem onde acaba o homem e começa a editora. Em "íntima" colaboração já editaram álbuns, elaboraram fanzines, estão agora envolvidos num projecto inédito, sem par entre nós, com raros congéneres no mundo da BD.

Estamos a falar de um mensário (bem, desta vez é bimestral, abrange os meses de Julho e Agosto, esperemos que seja excepção) cujo título, BDjornal, está a ter uma projecção insuspeitada, graças a uma distribuição de bom nível.



Falo assim com conhecimento de causa. Em Lisboa, a minha habitual jornaleira - o termo correcto é ardina, mas tento evitar palavras que possam ser consideradas quase arcaicas... - tem lá tido o BDjornal, com grande satisfação minha. E neste momento que me encontro no Algarve, encontrei hoje à venda, aqui em Faro - num quiosque de nome "Tim Tim", 'tou a falar a sério! - o flamante nº4 do BDjornal, acabadinho de distribuir.

Não haverá bedéfilo, que se preze de o ser, que não se disponha a dar os €2.00 por um exemplar desta "avis rara" do universo editorial da BD, para mais deparando-se-lhe uma capa apelativa constituída por variadas imagens, a saber:

- Vinheta de "A Trilogia de Nikopol", de Enki Bilal, referente a artigo do próprio editor, que tem a ver com o filme "Immortel" ("O Imortal", título português), realizado por ele mesmo, Bilal;

- O rosto de Maria Keil, decana das ilustradoras portuguesas, entrevistada por Pedro Leitão, ele próprio ilustrador e banda-desenhista, com intervenções de Clara Botelho Uma observação: sob o título "Maria Keil conversa com Pedro Leitão" aparece o nome de Clara Botelho. Deveria estar Pedro Leitão e Clara Botelho, não é verdade, senhor editor?
Aproveito a oportunidade para informar que Maria Keil irá ser homenageada, como autora de BD, que também fez, a 6 de Setembro, primeira 3ª feira do próximo mês, na Tertúlia BD de Lisboa.
(Para quem visitar este blogue pela primeira vez, pode saber mais acerca da citada tertúlia num "post" anterior, é só ver no índice aqui ao lado);

- Reprodução de capas das revistas Tex, Dylan Dog e Conan, sob título que remete para entrevista com os responsáveis da brasileira Mythos, uma editora actualmente com presença visível nos escaparates das livrarias especializadas e nas bancas;

- Selos e BD, imagens que são apenas uma pequena amostra do que se pode ver na página 29, a ilustrar artigo de Pedro Cleto, especialista da BD em geral e deste tema em particular, para o qual já tem organizado exposições em eventos bedéfilos;

-A figura de Batman, que se irá mostrar de novo na página 5, onde consta um levantamento de títulos de filmes baseados em adaptações de obras de Banda Desenhada ao Cinema, com o respectivo ano de realização, nomes dos seus realizadores e actores, trabalho efectuado por J. Machado-Dias com a colaboração de Clara Botelho;

- Imagem referente a "Seaguy, o gajo marítimo", como escreve David Soares, autor de BD, também ensaísta e crítico da especialidade;

- Reprodução da primeira prancha da bd "Adélia", de Maria João Careto, editada em encarte de 16 páginas, com duas bedês daquela jovem bejense: "Adélia" e "Allegra". Vale a pena ler/ver.

No miolo do jornal há muito mais para ler e ver, embora sem referência na primeira página (ou capa, para quem assim preferir). Exemplos de textos a merecer leitura:

- "Ghost World" (Mundo Fantasma), uma análise crítica desta obra de Daniel Clowes, escrita por Nuno Franco;

- Parte 2 e conclusão do artigo biográfico "Eduardo Teixeira Coelho", escrito por Leonardo De Sá e António Dias de Deus;

- Fanzineteca - Notícias acerca de fanzines editados recentemente;

- Prémios Eisner 2005, lista e fotos da autoria de João Lameiras, o sortudo colaborador da Editora Devir, que teve direito a estar presente no dia 15 de Julho, na 17ª edição anual dos "Will Eisner Comic Industry Awards", em San Diego, Califórnia;

- Notícia sobre a 23ª edição do Salão BD de Barcelona, levado a efeito entre 9 e 12 de Junho.
Estive lá no primeiro ano, e alguns anos depois. Agora é a vez dos mais novos, e o João Lameiras, com presença em San Diego e Barcelona, começa a parecer-se comigo nas minha primeiras idas a Lucca, Angoulême, Barcelona, num glorioso ano em que fiz uma tripla...

- Notícias sobre os Encontros de BD de Santo Tirso, já na 3ª edição (força, malta jovem, suponho que os líderes do projecto são aqueles que conheci o ano passado no Festival da Amadora, junto a uma modesta banca, a divulgarem os "Encontros", tb no título foram modestos, se calhar realistas) , os quais tiveram lugar entre 17 e 19 de Junho. Fala-se igualmente do novel Festival Internacional de Pinhal Novo (Palmela), realizado de 1 a 3 de Julho;

- Aviso oportuno sobre a exposição patente na Biblioteca Nacional, em Lisboa, visitável desde 30 de Junho até 24 de Setembro, dedicada ao tema "Ilustradores de D. Quixote", onde se podem admirar extraordinárias ilustrações, designadamente de Salvador Dalí, Alfredo de Morais e Eduardo Teixeira Coelho;

- Uma notícia relativa aos 20 anos da Tertúlia BD de Lisboa, com texto parcialmente extraído deste blogue, mas complementado com sugestivas fotografias do próprio J. Machado-Dias.
Em tempo: por incrível distracção minha, escrevi aqui no blogue (mas já emendei) que a tertúlia se realiza na terceira 3ª feira, quando na realidade é na primeira 3ª feira. A confusão deve-se ao facto de eu ser também o organizador da Tertúlia Lisboa dos Fanzines, que se tem realizado sempre na tal terceira 3ª feira, mas que já este mês passará para a última 3ª feira, para evitar confusões;

- Regulamento do Concurso de BD & "Cartoon" - Moura 2005, com a síntese extraída aqui do "Divulgando BD";

- A caricatura de um cota qualquer que me é vagamente familiar. O autor da caricatura chama-se Nelson Santos, diz o editor que é jovem, e classifica-o como promissor talento.
Não pondo em dúvida o talento para um género tão difícil, eu acho que o rapaz começa mal, podia ter escolhido como modelo um gajo menos pencudo;

- Um cartune desopilante, intitulado "fanático da BD", assinado por Pedro Alves, um cartunista que costumava encher-me o email com cartunes diários ('Tão, Pedro, ainda 'tás com o tal problema?).

Por tudo o que ficou dito, o conteúdo deste número está excelente (com excepção da tal caricatura, blaarrrgh :-), e é de esperar que se esgotem os 5000 exemplares, muito bem impressos e com muito sumo.

1 comentário:

miriam disse...

boa noite! =)

estou a desenvolver uma dissertação de mestrado centrada na obra de maria keil e gostaria muito de saber como poderei adquirir este nº do BDjornal.
peço desculpa se não estou a perguntar à pessoa correcta mas ao procurar por entrevista MK vim ter ao seu blog.
desde já muito obrigada pela atenção!

cumprimentos.
miriam