segunda-feira, maio 22, 2006

Banda Desenhada infantil portuguesa (I) - Autores: Pedro Morais (desenho), Luís de Almeida Martins (arg.)


 
Para fomentar o gosto por qualquer arte, é crucial começar-se por apresentá-la de forma atractiva à infância. Mas, no que concerne à Banda Desenhada, a oferta é escassa.

Louve-se, pois, a iniciativa da revista Visão, ao lançar uma espécie de filhota mensal, a Visão Júnior (sai na primeira 5ª feira de cada mês), direccionada ao público infantil, nela reservando precioso espaço para a BD.

"Júnior & Joana" constitui o título genérico dos sucessivos episódios publicados ao longo de vários meses, abarcando habitualmente quatro pranchas, a cores (utilizando o desenhador-colorista, para esse efeito, o computador, ou, como no caso das duas pranchas aqui expostas, as sempre bonitas aguarelas).

As personagens foram criadas "fisicamente" e desenhadas, com saber e perícia gráfica por Pedro Morais, sob argumentos coerentes e imaginativos de Luís Almeida Martins.


 
"O Tesouro da Ilha", assim se intitula a engraçada aventura (publicada na Visão Júnior nº 16, de Setembro de 2005) de que se reproduzem neste "post" duas das quatro pranchas (a primeira e a última), em que participam os intérpretes habituais da série, Júnior, Joana e o Gão, insólito animal que consegue ser gato e cão simultaneamente.

Afinal de contas, a banda desenhada infantil pode ter algo em comum com as histórias de fadas, ou entrar pelo universo onírico, como é o caso deste episódio, em que tudo não passou de um sonho - a roçar o pesadelo.

3 comentários:

pampam disse...

Obrigado Lino pela divulgação da série "Júnior & Joana".
Aproveito para dizer que a revista "Visão Júnior" sai na primeira quinta-feira de cada mês.

mariana disse...

belos desenhos, uma iniciativa única no panorama nacional! compro sempre para os filhos...

Geraldes Lino disse...

Obrigado Morais pelo teu comentário. E aí tens um forte elogio pela blogófila (e bedéfila?), que não conheço, Mariana