sábado, julho 22, 2006

"Post" remissivo abrangente - Guia cronológico para consulta de alguns dos temas tratados neste blogue

A planificação que desenvolvo neste blogue privilegia a existência de vários temas, que vão sendo acrescentados, de quando em quando, por novos "posts".

Obviamente, cada visitante terá preferência por algum (ou alguns) deles, e este "post" remissivo terá por principal função facilitar a respectiva localização.

Outra das funções será a de dar visibilidade aos temas tratados há já algum tempo e que, por isso mesmo, se encontram - como dizer? - escondidos na rubrica "Archives".

Lista de alguns dos temas, e respectivas datas em que foram afixados os "posts":

1. Autógrafos desenhados
Registo gráfico de desenhos que possuo autografados pelos seus autores, muitos deles de grande prestígio. Afixarei, nesta exposição virtual, os desenhos que me foram oferecidos, desenhados expressamente para mim, quer em folhas soltas, quer nas páginas de rosto dos álbuns onde estão publicadas as obras.

2005
(I) Dez., 26 - Autor: Aragonés
2006
(II) Jan., 12 - Autor: Milo Manara; (III) Fev.,11 - Quino; (IV) Março, 25 - Moebius; (V) Abril,13 - Mordillo; (VI) Maio, 19 - John Buscema


2. Autor de BD como personagem da sua banda desenhada
Um tema que sempre me chamou a atenção, este de os autores/artistas da BD - aliás como noutras artes, designadamente pintura (estou a lembrar-me do quadro "As Meninas" e de Velásquez a mostrar-se a ele próprio no acto de pintar) e cinema (quem não viu o realizador Hitchcock a passear por algum dos seus filmes?) - se incluirem na própria obra. Os exemplos são inúmeros... Como, "post" a "post", aqui ficará demonstrado.

2005 - (I) Out., 25 - Uderzo (desenhador) e Goscinny (argumentista); (II) Nov., 16 - João Maio Pinto (desenhador) e Esgar Acelerado (argumentista)

2006 - (III) Maio, 5 - Robert Crumb; (IV) Junho, 16 - Nuno Saraiva; (V) Julho, 7 - Augusto Trigo

3. Autor de BD a contracenar com o seu herói - Com semelhanças em relação à anterior, esta rubrica engloba cenas em que o autor-artista se autoretrata ou autocaricaturiza, em diálogo com o seu herói, mas fora da banda desenhada.

2006 (I) Fev.,27 - Chester Gould e Dick Tracy; (II) Abril, 18 - Hergé e Tintin

4. Castelos na banda desenhada (fictícios e reais) - Tema para mim apaixonante desde sempre, que me tem levado a deslocar-me a locais quase desertos, serve-me agora de tema propiciador à amostragem de excelentes enquadramentos, tanto de autores portugueses como de estrangeiros.

2005 - (I) Nov., 7 - Autor: António Vaz Pereira; (II) Nov., 10 - Castelo de Faro - Autor: José Garcês; (III)Nov.,17 - Castelo de Trancoso - Autor: Fernando Santos Costa; (IV)Dez.,22 - Autor: Harold Foster

2006 - (V) Jan., 6 - Autor: José Morim; (VI) - Jan., 18 - Autor: Jean Giraud; (VII) - Fev.,10 - Autor: F. de Felipe; (VIII) Abril, 20 - Castelo de Almada - Autor: Victor Borges (desenho), Machado-Dias (argumento); (IX) Maio, 26 - Autor: Walter Booth; (X) Julho, 6 - Autor: Bilal; (XI) Julho, 13 - Castelo de Sabugal - Autor: Manuel Morgado (desenho), Marcos Osório (argumento)

5. Linguagem e convenções gráficas da BD - Picado e Contrapicado - Através da leitura e, quase em simultâneo, visionamento de bandas desenhadas, faz-se a aprendizagem da fruição da Arte Sequencial. O que não impede que haja cursos, e professores, obviamente, a chamarem a atenção para a linguagem da Banda Desenhada. Não é intenção didáctica e/ou pedagógica a desta rubrica, mas tão somente a de explorar as imagens de excepcional beleza que há em muitas obras banda-desenhísticas, e que, não raro, passam despercebidas aos leitores/visionadores mais apressados - ou apenas mais embrenhados - na trama ficcional. Aconselha-se, sinceramente, a visita (através de clicagem na rubrica Archives) às imagens seleccionadas para ilustração do tema, da autoria dos autores-artistas mencionados nos seguintes "posts":

2006

(I) Março, 17 - Autores: Phill Jimenez e Andy Lanning; (II) Abril, 11 - Autor: Gibrat; (III) Abril,11 - Autor: Gibrat; (IV) Maio, 7 - Autor: Rui Lacas; (V) Maio, 9 ~Autor: Moebius; (VI) Maio, 13 - Autor: Victor Mesquita; (VII) Junho, 11 - Autor: Joe Sacco

6. Lisboa na Banda Desenhada

Sobre este tema escrevi há alguns anos um artigo na revista Atlantis, e comissariei uma exposição intitulada Lisboa na BD, que beneficiou de grande visibilidade, por ter tido por palco privilegiado o Museu da Cidade. Por ser um assunto que me entusiasma bastante - pois engloba dois motivos que me são caros, Lisboa e Banda Desenhada -, resolvi desenvolvê-lo mais uma vez, agora no universo internético, por intermédio do meu querido blogue. O que já fiz através de "posts" visíveis por consulta na coluna Archives, nas datas a seguir indicadas:

2006

(I) Maio,21 - Autor: Victor Mesquita; (II) Junho, 19 - Autor: Zé Paulo; (III) Julho, 18 - Autores: António Jorge Gonçalves (desenho), Nuno Artur Silva (argumento)

7. Língua portuguesa em mau estado: na Banda Desenhada, no "Cartoon", nos fanzines e na internet

De repente sinto uma estranha sensação de estar no papel de "advogado do diabo", ou seja, ao fazer críticas de índole ortográfica à BD, parece que decidi atacar a Banda Desenhada, como se a BD fosse o "mau da fita" das incorrecções ortográficas... Que fique claro: Tenho bem a noção da frequência de erros na literatura, nos jornais, nas legendas da televisão (ui!!) e dos filmes. Todavia, como o meu blogue tem a ver com BD, é nela que mais bato. Mas, para não ser considerado uma espécie de "5ª coluna" ataco igualmente o "Cartoon", os fanzines e a internet.

2005

(I) Out. 27 - "Vê-mo-nos" (??) erro na obra "Pequeno Nemo no reino dos sonhos", tradução portuguesa de "Little Nemo in Slumberland"

(II) Nov. 12 - "pareçe" (??), "esqueçendo" (??), erro repetido no comentário de um visitante do blogue "Kuentro"

(III) Nov. 28 - "gingeira" (??), erro detectado num "cartoon" assinado por "Avis Rara"

(IV) Dez. 11 - "Benvindo" (??), erro muito comum, neste caso detectado na banda desenhada "A família Slacqç" publicada na revista de BD "Visão"

2006

(V) Jan. 7 - "Inflacção" (??), erro publicado no balão de um "cartoon"

(VI) Jan. 16 - "Uma" (??) fanzine. A asneira da moda, mudar-se o género masculino dos fanzines para o feminino. Erro detectado no fanzine "Aqui no Canto"

(VII) Fev. 22 - "Univos" (??), assim apareceu escrito no balão de um "cartoon" publicado no suplemento "O Inimigo Público"

(VIII) Março, 10 - Se não "poderem" (??), e, obviamente, no volume dedicado ao "Príncipe Valente", da novel editora "Livros de Papel", deveria estar escrito "se não puderem"

(IX) Abril, 15 - "Alcançar-mos" (??)

(X) Maio, 29 - Não "teve" representada (??), um erro que reflecte a maneira actual de falar dos portugueses, mas que é grave quando se escreve, o que aconteceu no "site" da Marinha Portuguesa, em espaço cultural

(XI) Junho, 23 - "Ter-mos" (??). E nós, apreciadores da obra Korrigans, de Civiello (desenho) e Mosdi (argumento), a termos de apanhar com erros destes (e não me venham dizer que é uma simples gralha devida ao computador, porque estou farto de ver repetir esta confusão verbal). Desta vez detectei o insistente erro no episódio Os Filhos da Noite, primeiro da acima citada série Korrigans, publicada pela editora VitaminaBD.

7 comentários:

Hugo Jesus disse...

Estou a ver que partilhamos a paixão de percorrer caminhos, muitas vezes desertos, ou quase, para visitar castelos! Muito bem! :)

Abraço,
Hugo Jesus

Geraldes Lino disse...

Olá Hugo Jesus
Então já somos pelo menos dois. E quanto mais os castelos são solitários, pouco acessíveis, e não retocados, melhor.
Abraço também.
GL

Geraldes Lino disse...

Olá Hugo Jesus
Então já somos pelo menos dois. E quanto mais os castelos são solitários, pouco acessíveis, e não retocados, melhor.
Abraço também.
GL

Anónimo disse...

Here are some links that I believe will be interested

Anónimo disse...

Hey what a great site keep up the work its excellent.
»

Anónimo disse...

Great site lots of usefull infomation here.
»

Anónimo disse...

Where did you find it? Interesting read Stop smoking site Facility management courses in chennai Free web site promotion information online