segunda-feira, agosto 14, 2006

Castelos na Banda Desenhada (XIII) - Monsanto - Autor: Andreia Rechena

O altaneiro castelo de Monsanto, numa aparição única na BD

Andreia Rechena (que costuma assinar ARechena, como se pode ver na base da vinheta acima reproduzida) é, com quase certeza absoluta, a primeira mulher-autora/artista de Banda Desenhada nascida em Monsanto (como ela diz: tenho de estar sempre a explicar que não é o Monsanto aqui de Lisboa, mas sim a aldeia de Monsanto, na Beira Baixa).
Esta monsantina, com talento e imaginação, anda por aí a fazer banda desenhada, a preto e branco ou a cores, conforme o suporte o permite, vai fazendo ilustrações, ultimamente está a deixar-se seduzir pela pintura..
A vinheta visível no topo do "post" (e, já agora, a prancha sob este texto) pertencem à bd Aldeia de Monsanto, com que Rechena colaborou no fanzine "24h Volta a Portugal em BD", uma edição alternativa bem concebida e realizada com bom gosto pelo activo dinamizador cultural que se costuma apresentar pelo pseudónimo "Phermad".
Prancha completa extraída da bd curta autoconclusiva Monsanto

(deste fanzine há notícia completa no blogue http://fanzinesdebandadesenhada.blogspot.com
na data de 2006, Junho 27)
------------------------------------------
"Post" remissivo
Textos anteriores, dedicados a este tema Castelos na Banda Desenhada, podem ser vistos clicando no respectivo mês na rubrica Archives. Datas de publicação e outros elementos:
2006
(XII) Agosto, 4 - Fictício (8) - Autor: Carlos Roque
(XI) Julho, 13 - Sabugal - Autor: Manuel Morgado (desenho), Marcos Osório (arg.)
(X) Julho, 7 - Fictício (7) - Autor: Bilal
(IX) Maio, 26 - Fictício (6) - Autor: Walter Booth
(VIII) Abril 20 - Castelo de Almada - Autor: Victor Borges (des.), J. Machado Dias (arg.)
(VII)Fev.10 - Fictício (5) - Autor: F. de Felipe
(VI) Jan.18- Fictício (4) -Autor: Moebius
(V) Jan.06- Fictício (3) - Autor: José Morim
2005
(IV) Dez.22- Fictício (2) - Autor: Harold Foster
(III) Nov.17 - Castelo de Trancoso-Autor: Fernando Santos Costa
(II) Nov.10 - Castelo de Faro-Autor: José Garcês
(I) Nov.7 - Fictício (1) - Autor: António Vaz Pereira

7 comentários:

Luís Graça disse...

Também não me lembro de jogar matraquilhos no Foxtrot com outra autora de BD...

gevan disse...

Não sei porquê mas não aprecio muito os trabalhos desta ilustradora quando a cores. Já vi alguns (embora não m lembro onde a não ser o da Sketchbook)

Quanto ao traço, plásticamente nao gosto muito mas aprecio-o bastante pela originalidade dele. Parece um contracenso mas é assim.

Um abraço ao Geraldes Lino!
(como pode ver nao estou aborrecido consigo e para o provar aqui deixo o meu comentário)

your disse...

phentermine nice :)

Geraldes Lino disse...

Olá Gevan
Mas por que motivo haveria de estar zangado comigo? Não foi esse o meu comentário. Apenas estranhei que tivesse deixado de ser um visitante-comentador assíduo, e tão pouco assíduo que nem tinha dito nada acerca da minha crítica à sua bd no [fanzine] "Sketchbook".

Fernando Santos Costa disse...

Amigo Geraldes Lino
Não cumpri (até hoje) a promessa de lhe enviar o último trabalho de BD publicado. Só agora surge essa oportunidade - e vá que, desta feita, seja de vez - enviando-lhe três exemplares dessa publicação, cada um em sua língua: português, castelhano e inglês.
Um grande abraço

gevan disse...

Caro Geraldes. Eu percebi o que queria dizer nas mensagens...No meu post anterior "(como pode ver nao estou aborrecido consigo e para o provar aqui deixo o meu comentário)" estava apenas em tom de brincadeira a fazer uma breve referencia às nossas anteriores conversas em sms..

Eu por acaso vi na altura o seu comentario à minha BD e peço desculpa por nao ter dito nada. MAs como já "falamos" anteriormente, devido ao pouco tempo que tenho para visitar a net, ultimamente tenho-me limitado simplesmente a ler noticias e a fazer poucos comentários..

Um abraço!

Geraldes Lino disse...

Amigo Santos Costa
O que é isso, agora a tratares-me por "você"?
Agradeço-te a promessa de me enviares um exemplar dessa obra em três idiomas: português, castelhano e inglês.
Farei a devida referência aqui no blogue, por se tratar de tema que já iniciei, sob a rubrica: "Autores portugueses editados em língua estrangeira".
Um abraço.
GL