terça-feira, maio 04, 2010

Mariana Perry - Síntese biográfica da Convidada Especial da Tertúlia BD de Lisboa - Ano XXIV - 310º Encontro


À Espera dos Castores, uma alegoria dedicada à Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, de que se vê a vetusta fachada na vinheta inicial desta prancha a cores, da autoria de Mariana Perry (desenho) e André Oliveira (argumento).
Esta bd foi reproduzida na rubrica BD, por mim coordenada durante quatro anos no jornal Mundo Universitário, neste caso na edição de 11 Fev. 2008


Programa de hoje, 4 de Maio de 2010

Ciclo: Nova BD Portuguesa (*)

Convidada Especial
MARIANA PERRY

Mariana Perry da Câmara Vieira nasceu em Macau a 10 de Janeiro de 1984 (Alô, George Orwell), filha de portugueses, neta de espanhola, bisneta de irlandeses, italianos e angolanos. Uma caldeirada genética.

Com uma bedeteca privada em casa alimentada pelos pais, Mariana não podia fugir ao fascínio da BD. O seu talento inato revelou-se cedo: em 1994 ganhou o Concurso Internacional de Desenho de Juniors Sakuro, realizado por uma entidde japonesa, e aos quinze anos criou a sua primeira banda desenhada, Big Brother is Watching numa só prancha, para a aula de Português na Escola Portuguesa de Macau.

Em 2002, já na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa e a fazer parte do respectivo núcleo de BD, onde pontificavam Ricardo Cabral e Álvaro Áspera, editores do Blast Magazine, no qual Mariana colaborou com a bd Ictiofobia, em quatro pranchas.

Só cinco anos mais tarde voltaria à BD: foi com Um Sentir Só, uma prancha a preto e branco, sob argumento de André Oliveira, bd publicada no fanzine Tertúlia BDzine nº 118 - Out. 2007 (um número que incluiu mais três episódios, cada um desenhado por autor diferente, todos em colaboração ficcional com o mesmo argumentista).

E de novo em dupla com o prolífico André Oliveira, desenhou o episódio autoconclusivo, numa só prancha, A Espera dos Castores, uma bd a cores publicada no semanário Mundo Universitário (nº 94 - 11 Fev. 08)
---------------------------------------
(*) Este ciclo de NOVA BD PORTUGUESA,
a decorrer permanentemente desde Junho de 1985, tem a finalidade de distinguir, com DIPLOMA DE INCENTIVO, gente da BD, a vários níveis:

1) Autores jovens em princípio de carreira, mas com obra publicada - embora porventura escassa - quer em fanzines, jornais, revistas ou, eventualmente, em álbum (por edição alternativa, seja com apoio autárquico ou de empresa privada, até mesmo em edição de autor).

2) Autores já com obra significativa, mas demasiado novos para serem homenageados.

3) Autores que fizeram banda desenhada, de forma esporádica, há uns tantos anos, tendo desistido da BD e optado por diferente actividade (incentivo de tipo retroactivo).

4) Desenhadores adultos que só tardiamente tiveram BD editada, sendo-lhes dado este incentivo pela TBDL, independentemente da sua idade.
--------------------------------------------------------------
"A posteriori", coisa só possível no território virtual bloguístico, decidi fazer, pela primeira vez, uma lista dos participantes (45) por ordem alfabética, neste 310º Encontro da TBDL:

1.Adelina Menaia; 2.Álvaro; 3.Amorim; 4.Ana Saúde; 5.André Oliveira; 6.António Isidro; 7.Bruno Martins; 8.Carlos Páscoa; 9.Falcato; 10.Fernando Andrade; 11.Geraldes Lino; 12.Helder Jotta; 13.Hugo Teixeira; 14.Isabel Viçoso; 15.Joana Afonso; 16.João Antunes; 17.João Ataíde; 18.João Figueiredo; 19.João Paulo Batista; 20.João Paulo Sá-Chaves; 21.João Vasco Leal; 22.Luís Bacharel; 23.Machado-Dias; 24.Mariana Perry (Convidada Especial); 25.Marisa Falcón; 26.Miguel Ferreira; 27.Miguel Marreiros; 28.Milhano; 29.Moreno; 30.Nelson Martins; 31.Nuno Amado "Bongop"; 32.Nuno Duarte (é o desenhador, não o homónimo argumentista); 33.Paulo Marques; 34.Pedro Bouça; 35.Pedro Data; 36.Pedro Santos; 37.Pepedelrey; 38.Rui Domingues; 39.Sandra Rosa; 40.Simões dos Santos; 41.Teresa Cardia; 42.Tiago Pimentel; 43.Vasco Câmara Pestana; 44.Vidazinha; 45.Virgínia Soares

Para se verem as numerosas postagens anteriores relacionadas com este tema, basta clicar no item Tertúlia BD de Lisboa, inscrito no rodapé

2 comentários:

teresa disse...

talentosa....

Geraldes Lino disse...

Sem dúvida