quinta-feira, abril 06, 2006

2º Festival Internacional de Banda Desenhada de Beja - 8 a 29 de Abril

Cartaz da autoria de Susa Monteiro

Já prestes a inaugurar-se no próximo sábado, dia 8, aí está a continuação do evento bedéfilo alentejano.

Após a surpresa positiva que representou a edição de estreia em 2005, que causou óptima impressão pelo excelente aspecto gráfico e conteúdos diversificados, eis a confirmação, pela análise do programa, de que os organizadores do Festival Internacional de Banda Desenhada de Beja - com destaque para o "deus ex maquina" Paulo Monteiro - têm bom gosto, trabalham bastante e bem, e estão a demonstrar que Beja vai passar a ser viagem anual obrigatória para os bedéfilos portugueses mais atentos.

Para começar, o cartaz do festival tem o cunho muito pessoal da jovem arista Susa Monteiro, que insiste no grafismo sóbrio que caracterizou o do festival do ano transacto, igualmente de sua autoria. Facto invulgar, sublinhe-se, em eventos bedéfilos, o respectivo cartaz ser feito em dois anos consecutivos pelo mesmo autor. Mas tal só significa que, reagindo bem às críticas positivas, a organização entendeu reincidir na escolha do grafista. Nada a obstar, antes pelo contrário.
O cartaz deste ano, num formato diferente (o anterior era oblongo), de cores frias mas atraente, transmite de imediato a ideia de se estar perante uma realização (um Festival de BD) de elevado nível artístico. Se se tiver em conta a imagem do do ano anterior, será essa a realidade.

De resto, começando pelo enunciado das exposições, ter-se-á já uma noção do que espera o visitante. Há três locais destinados a essas mostras individuais.
Vejamos quais, e respectivos autores/artistas expostos:

Casa da Cultura
Autores estrangeiros:
Carlos Pacheco (Espanha)
George Pratt (Estados Unidos)
Javier Olivares (Espanha)
Lourenço Mutarelli (Brasil)
Autores portugueses:
Daniel Maia
Filipe Abranches
Lam
Pedro Nora
A Viagem da Virgem - participantes: J.Coelho, Pepedelrey, Rui Gamito e Rui Lacas.

Black Box Stories - com José Carlos Fernandes e Ken Niimura, Luís Henriques, Miguel Rocha, Roberto Gomes, Susa Monteiro e Vítor Hugo.

Exposições colectivas:

Venham + 5, com Agonia Sampaio, Carlos Apolo, Carlos Páscoa, Daniel Maia, Dinis Vale, Kike Benlloch, Lam, Lobato, Luís Guerreiro, Manu Aine, Maria João Careto, Paulo Monteiro, Pedro Amorim, Pedro Ganchinho, Pedro Nogueira, Ricardo Quaresma, Susa Monteiro, Véte, Víctor Cabral e Zé Francisco.

Casa das Artes - Museu Jorge Vieira
Horácio
Maria João Careto.

Museu Regional de Beja
Pedro Morais

PROGRAMA

Casa da Cultura
Casa das Artes – Museu Jorge Vieira / Museu Regional de Beja / Teatro Municipal Pax Julia / Bar Azrael

8 de Abril (Sábado)

15h00
Abertura do Festival, na Casa da Cultura
Autores/Artistas presentes (Nomes por ordem alfabética)::
Agonia Sampaio, Carlos Apolo, Carlos Páscoa, Daniel Maia, Dinis Vale, Filipe Abranches, Horácio Gomes, Javier Olivares, JCoelho, João Paulo Cotrim, José Carlos Fernandes, Ken Niimura, Lam, Lobato, Lourenço Mutarelli, Luís Almeida Martins, Luís Guerreiro, Luís Henriques, Manu Aine, Maria João Careto, Miguel Rocha, Nuno Duarte, Paulo Monteiro, Pedro Amorim, Pedro Ganchinho, Pedro Morais, Pedro Nogueira, Pedro Nora, Pepedelrey, Ricardo Quaresma, Roberto Gomes, Rui Gamito, Rui Lacas, Susa Monteiro, Véte, Víctor Cabral, Vitor Hugo e Zé Francisco.

15h15
Lançamento do Splaft! n.º 2 (Bedeteca de Beja).
Visita às exposições, com a presença dos autores.

16h15
Lançamento do BDjornal n.º 12 (pedranocharco).
Apresentação de J. Machado-Dias “Um balanço possível”.
Local: Bedeteca de Beja/Casa da Cultura.

16h30
Lançamento de Black Box Stories (Devir), de José Carlos Fernandes e Luís Henriques.
Apresentação do projecto Black Box Stories, por João Miguel Lameiras, com a presença de José Carlos Fernandes, Luís Henriques, Ken Niimura, Miguel Rocha, Roberto Gomes, Susa Monteiro e Vitor Hugo.
Local: Bedeteca de Beja/Casa da Cultura.

Lançamento de WE3 (Devir), de Grant Morrison e Frank Quitely.
Apresentação de José de Freitas e João Miguel Lameiras.
Local: Bedeteca de Beja/Casa da Cultura.

17h15
Conferência
Plano Editorial das Edições Devir para 2006,
por José de Freitas.
Local: Bedeteca de Beja/Casa da Cultura.

das 18h00 às 19h00
Sessão de autógrafos com as presenças de:
José Carlos Fernandes, Ken Niimura, Luís Henriques, Miguel Rocha, Roberto Gomes e Vitor Hugo.
Local: Bedeteca de Beja/Casa da Cultura.

Sessão de autógrafos com as presenças de:
Filipe Abranches, Javier Olivares e Lourenço Mutarelli.
Local: Mercado do Livro.

19h30
Abertura das exposições na Casa das Artes – Museu Jorge Vieira.

20h00
Abertura da exposição no Museu Regional de Beja.

23h00
Concerto (A Música também tem lugar nos eventos bedéfilos):
Viagem a Marte com os Fat Freddy. Guedes Ferreira (guitarra), Filipe Leite (contrabaixo), Nuno Oliveira (bateria) e Pedro Maia (imagem).
DJ Nuno Fonseca
Local: Bar Azrael.

9 de Abril (Domingo)

15h00
Lançamento do fanzine Venham + 5 n.º 2 (Bedeteca de Beja) com a presença dos autores.
Lançamento de Space & Co., de Lam - Colecção Toupeira n.º 2 (Bedeteca de Beja), com a presença do autor.
Apresentação de Paulo Monteiro.
Local: Bedeteca de Beja/Casa da Cultura.

15h15
Lançamento de A Viagem da Virgem (El Pep), obnra colectiva com a participação de:
J.Coelho, Pepedelrey, Rui Gamito e Rui Lacas.
Apresentação de Pepedelrey.
Local: Bedeteca de Beja/Casa da Cultura.

15h30
Lançamento de Carne Viva, de Horácio Gomes (Nova Comix).
Apresentação pelo autor
Local: Bedeteca de Beja/Casa da Cultura.

das 15h45 às 16h45
Sessão de autógrafos com a presença de:
Lam, JCoelho, Pepedelrey, Rui Gamito e Rui Lacas.
Local: Bedeteca de Beja/Casa da Cultura

9 de Abril, Domingo, das 16h45 às 17h45
Sessão de autógrafos com as presenças de:
Horácio Gomes, Maria João Careto, Javier Olivares, Pedro Morais e Lourenço Mutarelli.
Local: Bedeteca de Beja/Casa da Cultura.

21h30
Ciclo: Cinema e Banda Desenhada
Filme: American Splendor, de Robert Pulcini e Shari Springer Berman.
Inspirado na banda desenhada de Harvey Pekar.
Apresentação do filme por Domingos Isabelinho.
Idade: M/12. Preço. 3 euros.
Local: Teatro Municipal Pax Julia (Auditório).

De 10 de Abril, segunda-feira, a 13 de Abril, quinta-feira, das 10h00 às 11h30 e das 15h00 às 16h30
Oficina de Banda Desenhada
Público alvo: alunos do 1º e 2º ciclos (Escolas com marcação).
Local: Bedeteca de Beja/Casa da Cultura.

11 de Abril, terça-feira, das 21h00 às 22h30
Workshop de Banda Desenhada com Filipe Abranches (1ª sessão, havendo mais duas sessões nos dias 12 e 13, à mesma hora).
Conversa com o autor.
Inscrições a partir de 3 de Abril na Casa da Cultura (18 vagas).
Local: Bedeteca de Beja/Casa da Cultura.


De 15 de Abril, Sábado, às 20h00, a 16 de Abril, Domingo, às 08h00
Maratona - 12h a desenhar (!!!)
Trabalhos a publicar no fanzine Café e cigarros (Bedeteca de Beja).
Sessão aberta a todos os autores, sem tema ou limite de páginas.
Local: Bedeteca de Beja/Casa da Cultura

Comentários deste bloguista:
Uma ideia que julgo absolutamente original.
Quantos concorrentes aguentarão o tempo todo?
Como sairão os últimos desenhos? Todos torcidos, com riscos inesperados...
Haverá alguns corajosos entre os novos autores já conhecidos, tipo Pepedelrey, Filipe Abranches, Paulo Monteiro, Gamito, Lacas?
E mulheres, haverá alguma com coragem? (Hipóteses possíveis: Maria João Careto, Susa?!)

De 17 de Abril, segunda-feira, a 21 de Abril, sexta-feira, das 10h00 às 11h30 e das 15h00 às 16h30
Oficina de Banda Desenhada
Público alvo: alunos do 1º e 2º ciclos (Escolas com marcação).
Local: Bedeteca de Beja/Casa da Cultura.

17 de Abril, segunda-feira, às 21h30
Ciclo de Cinema e Banda Desenhada com o filme:
Imortal, de Enki Bilal. Inspirado na banda desenhada do realizador.
Idade: M/12. Preço: 3 euros
Local: Teatro Municipal Pax Julia (Auditório).

18 de Abril, terça-feira, das 21h00 às 22h30
Workshop de Banda Desenhada com Miguel Rocha (Em 3 sessões, em dias consecutivos)
Conversa com o autor.
Inscrições a partir de 3 de Abril na Casa da Cultura (18 vagas).
Local: Bedeteca de Beja/Casa da Cultura.

26 de Abril, quarta-feira, às 21h30
Ciclo Cinema e Banda Desenhada, com o filme:
A História da Violência, de David Cronenberg. Inspirado na banda desenhada de John Wagner e Vince Locke.
Idade: M/12. Preço: 3 euros
Local: Cine-Teatro Pax Julia (Auditorio).

De 26 de Abril, quarta-feira, a 28 de Abril, sexta-feira, das 10h00 às 11h30 e das 15h00 às 16h30
Oficina de Banda Desenhada
Público alvo: alunos do 1º e 2º ciclos (Escolas com marcação).
Local: Bedeteca de Beja/Casa da Cultura.

28 de Abril, sexta-feira,22h00
Lançamento do livro de poesia Erotismo na Cidade, de Encandescente (Edições Polvo).
Sessão de poesia com
Henrique Matos e António Santos,
inserida nas exposições de Horácio e Maria João Careto.
Local: Casa das Artes – Museu Jorge Vieira.

29 de Abril, Sábado
15h00
Lançamento do fanzine
Café e Cigarros (Bedeteca de Beja).
Local: Bedeteca de Beja/Casa da Cultura

Lançamento da revista Bíblia.
Apresentação de Tiago Gomes.
Local: Bedeteca de Beja/Casa da Cultura.

Lançamento de Pão de Law – Edição Especial, de Daniel Maia (Arga Warga).
Apresentação da editora por Daniel Maia.
Local: Bedeteca de Beja/Casa da Cultura.

Lançamento de All Girlz
Apresentação de Daniel Maia.
Local: Bedeteca de Beja/Casa da Cultura.

das 17h00 às 18h00
Sessão de autógrafos com:
Andreia Rechena, Cláudia Dias, Carla Pott, Daniel Maia, Joana LaFuente, Marta Gomes, Petra Marcos e Raquel Laranjo.
18h00
Apresentação do projecto Blazt (Núcleo Blast), por Daniel Maia e Ricardo Machado.
Local: Bedeteca de Beja/Casa da Cultura.

Apresentação do projecto Sketchbook (Núcleo de BD – AJCOI), por Diogo Valadas.
Local: Bedeteca de Beja/Casa da Cultura.

20h00
Tertúlia BD de Lisboa em Beja, de Geraldes Lino.
Lançamento dos TERTÚLIA BDzine n.º 101, com uma bd de Lam, e n.º 102, com uma bd de Zé Francisco.
Convidado especial: Lam.
Local: Restaurante Alentejano.

00h00
Encerramento do Festival
Festa

Mercado do Livro
Editoras presentes:
Arga Warga, Assírio & Alvim, + BD/Mundo Fantasma, Bedeteca de Beja, Bedeteca de Lisboa, Booktree, Chili Com Carne/Mmmnnnrrrggg, CNBDI, Edições ASA, Edições Devir, Edições Polvo, Editorial Teorema, Editorial Verbo, El Pep, Gailivro, Gradiva, Media Vaca, Meribérica,, Nova Comix, Núcleo de BD – AJCOI, Núcleo Blast, pedranocharco, Vitamina BD, Witloof.

Horário do Festival
Casa da Cultura
Sábado, dia 8 das 15h00 às 20h00
Sábados, das 10h00 às 20h00
Domingos, das 15h00 às 20h00
2ª a 6ª, das 10h00 às 22h00

Casa das Artes – Museu Jorge Vieira3ª a Domingo, das 14h00 às 20h00
Encerra às 2ªs e feriados

Museu Regional de Beja3ª a Domingo, das 9h30 às 12h30, e das 14h00 às 17h15
Encerra às 2ªs e feriados

7 comentários:

quarentaom disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
quarentaom disse...

APELO em divulgação na internet:

ÚTEROS ARTIFICIAIS: Uma Investigação Cientifica Prioritária


[ em ANEXO está explicado a origem do TABÚ-SEXO ]


As Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas têm de Assumir a sua História!!!

As Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas têm de Assumir que a SOBREVIVÊNCIA não caiu do céu!!!
As Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas têm de Assumir que a SOBREVIVÊNCIA só foi possível graças a um Largo Trabalho Sociológico...... nomeadamente, uma Boa Gestão dos Recursos Humanos...... nomeadamente, o facto de elas terem conseguido MOTIVAR os machos sexualmente mais fracos no sentido de eles se interessarem pela SOBREVIVÊNCIA da SUA Identidade!!!
Dito de outra forma, agora que possuem as 'costas quentes' - graças à existência de Armas de Alta Tecnologia - as Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas não podem... pura e simplesmente... deitar os machos sexualmente mais fracos... para o 'caixote do lixo' da sociedade!!!!!!......


Como seria de esperar, o FIM do Tabú-Sexo está a provocar o Declínio Acelerado de muitos Povos Tradicionalmente Monogâmicos...
Com o FIM do Tabú-Sexo veio a acontecer aquilo que seria exactamente de esperar: a percentagem de MACHOS SEM FILHOS disparou... e... exactamente como seria de esperar... os machos de maior sucesso passaram a ter filhos de sucessivos casamentos...


Com o fim do Tabú-Sexo também vieram a suceder os seguintes fenómenos:
-1- a proibição da Poligamia passou a ser uma coisa que JÁ NÃO FAZ SENTIDO; de facto, basta observar o seguinte: muitas fêmeas das Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas passaram a procurar machos de melhor qualidade... oriundos de Sociedades Tradicionalmente Poligâmicas...
[ Nota: Nas Sociedades Tradicionalmente Poligâmicas apenas os machos mais fortes é que têm filhos... ou seja... estas Sociedades procuram seleccionar e apurar a qualidade dos seus machos... ]
-2- muitos machos das Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas passaram a ir à procura de fêmeas Economicamente Fragilizadas... oriundas de outras Sociedades...
[ Nota: Aqueles machos ( dotados de Boa Saúde... ) que não estão interessados em seguir este caminho..., devem possuir o LEGÍTIMO Direito de ter acesso a Úteros Artificiais ]


Mais, a Prostituição deve ser uma actividade rigorosamente controlada pelo Estado... de forma a que:
-1- seja concedido às profissionais do sexo todas as condições consideradas necessárias...
-2- os lucros obtidos com a exploração da 'Prostituição de Luxo'... possam comparticipar uma 'Prostituição a Custos Controlados'... mais barata ( para os Machos Sexualmente Mais Fracos - rejeitados pelas Fêmeas ) ... e sem 'beliscar' a dignidade das profissionais do sexo.



***************************************



ANEXO: A origem do TABÚ-SEXO

--- Nos tempos mais antigos... as mulheres teriam possuído toda a Liberdade e Independência.

--- Depois, mais tarde, pela necessidade de luta pela sobrevivência... ou ... pela ambição de ocupar e dominar novos territórios... alguém fez uma descoberta extraordinária: --> A REPRESSÃO DOS DIREITOS DAS MULHERES!
--- A Repressão dos Direitos das Mulheres tinha como objectivo tratar as mulheres como uns meros 'úteros ambulantes'... para que... as sociedades ficassem dotadas duma VANTAGEM COMPETITIVA DEMOGRÁFICA!!!!!!
--- De facto, quando as guerras eram lutas 'corpo-a-corpo' o factor numérico ( número de combatentes disponíveis ) era de uma importância decisiva... visto que...esse factor era ( frequentemente ) determinante na decisão das Batalhas e das Guerras...

--- Depois, pela necessidade de luta pela sobrevivência... ou ... pela ambição de ocupar e dominar novos territórios... alguém fez uma nova descoberta extraordinária: --> O TABÚ-SEXO!
--- O Tabú-Sexo tinha como objectivo proporcionar uma melhor rentabilização dos Recursos Humanos da Sociedade!?!?!?!...
--- De facto, o Ser Humano não é nenhum Extraterrestre: tal como acontece com muitos outros animais mamíferos, duma maneira geral, as fêmeas humanas são 'particularmente sensíveis' para com os machos mais fortes...
--- Analisando o Tabú-Sexo:
- a sociedade dificultava o acesso das mulheres à independência económica;
- as mulheres que não casassem eram alvo de crítica social...
[ portanto... como é óbvio... as mulheres eram 'pressionadas' no sentido do Casamento ]
- não devia haver sexo antes do Casamento;
- as mulheres não deviam procurar obter prazer no sexo;
- as mulheres que se sentissem sexualmente insatisfeitas, não podiam falar nesse assunto a ninguém, pois o desempenho sexual dos machos não podia ser questionado;
- era proibido o divórcio;...
...........torna-se óbvio que o Verdadeiro Objectivo do Tabú-Sexo eram montar uma autêntica armadilha às fêmeas... de forma a que... estas fossem conduzidas a aceitar os machos sexualmente mais fracos!!!
--- Dito de outra forma, o VERDADEIRO OBJECTIVO do Tabú-Sexo era proceder à integração social dos machos mais fracos!!!

--- Nota: Quando as guerras eram lutas ' corpo-a-corpo', para além do factor numérico ser de de muita importância... frequentemente... o que decidia as guerras era a MOTIVAÇÃO com que os combatentes ( os homens ) lutavam...
--- Concluindo, ao permitir que fosse realizada uma Boa Gestão dos Recursos Humanos da Sociedade... o Tabú-Sexo fez com que... as sociedades ficassem dotadas duma VANTAGEM COMPETITIVA!!!...

MAIS:
--- Quando as batalhas eram lutas corpo-a-corpo... essas batalhas seriam autênticas carnificinas... portanto... era necessário uma grande disciplina... para não existirem homens cada um a fugir para o seu lado...
--- Ora, os responsáveis militares, da altura, não andavam a dormir... e sabiam que para se construir um exército disciplinado era necessário realizar previamente um Largo Trabalho Sociológico de Longo Prazo... no sentido de formar 'Homens Rudes'...; portanto, não é de admirar que tenham surgido na sociedade ' frases-feitas ' do tipo:
- " um homem nunca chora ";
- " não és homem não és nada se... ";
- " a tropa foi feita para os homens ";
- etc...

Que eu me lembre... eis três casos curiosos:
-1- as mulheres tinham de ficar em casa a cuidar dos filhos ( ou seja, era necessário assegurar a Capacidade de Renovação Demográfica...) , caso contrário, o inimigo impunha uma Guerra de Desgaste Demográfico... e ao fim de uma geração ( sem Renovação Demográfica do ‘outro lado’... )... ganhava a guerra 'com uma perna às costas'.
-2- as viúvas não podiam voltar a casar... pois... não era nada benéfico para a moral dos combatentes... eles pensarem que... se eles viessem a morrer no campo de batalha... depois a mulher ia 'curtir' com outro...
-3- existia uma forte repressão sobre os homossexuais... visto que ... a Sociedade necessitava de 'Homens Rudes' para combater nas batalhas ( autênticas carnificinas de lutas corpo-a-corpo... ).



P.S.
É preciso desmascarar esta SOCIEDADE HIPÓCRITA que pretende que sejam classificados como 'PRECONCEITOS'... determinados comportamentos... que foram ABSOLUTAMENTE NECESSÁRIOS para a sua SOBREVIVÊNCIA!!!......

Carlos Rico disse...

Estás a ver, Lino? Eu não te disse que tens de arranjar solução para eliminar este tipo de comentários que nada têm a ver com os assuntos tratados pelo blogue?
Trata disso quanto antes porque senão arriscas a que o pessoal não se interesse pelos comentários...
"Úteros artificiais"? "Fêmeas económicamente fragilizadas"? "Prostituição de luxo"? Mas onde é que isto tem ligação com a BD?... 'Tá tudo louco...

Geraldes Lino disse...

Tens razão Rico. Mas como não sei fazer essa barragem a intrusos como este (cujo texto até não é totalmente desinteressante...) vou ter de pedir a alguém que me faça isso.

Geraldes Lino disse...

Tens razão Rico. Mas como não sei fazer essa barragem a intrusos como este (cujo texto até não é totalmente desinteressante...) vou ter de pedir a alguém que me faça isso.

Anónimo disse...

That's a great story. Waiting for more. Hard brutal porn Acne scars Viagra costs adderall and menstrual bleeding Tadalafil 20mg price Are proscar and propecia same adderall increase sex drive thongs Prices of liposuction in philippines Reputable online casino for roulette adderall+and+adult+add C 3744011 all shelves 6 2002 bmw x5 clearwater florida Gmc hummer fire truck hotwife black dress http://www.nissan-skyline-video.info sex in a vw combi sexy teenshot Used dodge durangos Tire clifton park new york

Anónimo disse...

What a great site Potassium deficiency and low blood pressure Running back workouts Zyban and alcohol chrysler official website Running marathons california cobalt blue tank ring Registrar freenet