quarta-feira, outubro 25, 2006

Balão de BD - O 1º "balão de fala" na Banda Desenhada, no YELLOW KID, de Richard Felton Outcault, no dia 25 de Outubro de 1896 (1 de 2)


Imagem da prancha da obra Yellow Kid publicada inicialmente no New York Journal, de 25 de Outubro de 1896

A primeira vez que aparece o "balão de fala", um dos mais importantes elementos da gramática da Banda Desenhada, foi exactamente nesta prancha intitulada The Yellow Kid and his new phonograph, pertencente à obra The Yellow Kid, em 25 de Outubro de 1896, faz hoje 110 anos.

Em Hogan's Alley, o autor-artista americano Richard Felton Outcault introduziu, como personagem principal, The Yellow Kid.
(Imagem parcial da prancha publicada no jornal americano New York World, em 17 de Maio de 1896)

Antes de usar o balão, Richard F. Outcault escrevia as falas da personagem "puto amarelo" no bibe amarelo

Reprodução (parcial) duma prancha de The Yellow Kid, publicada originalmente no jornal New York World, em 12 de Abril de 1896

---------------------------------------------

É favor visitar o "post 2 de 2", que completa este tema, afixado em Nov. 19

5 comentários:

Silvares disse...

Olá Geraldes Lino.
Faço este comentário para te felicitar pelo blog e também para fazer notar que há vários exemplos de iluminuras medievais em que os autores faziam sair faixas da boca de certas personagens como falas escritas. Um antepassado dos balões da nossa querida BD.
Abraço.

Geraldes Lino disse...

Olá Silvares (és aquele Silvares que co-editava o fanzine "Kenos", e que já foi o Convidado Especial da minha Tertúlia BD de Lisboa?
Respondendo ao teu pertinente comentário: eu sei que tu sabes que eu sei :-) dessas filacteras, visíveis nas iluminuras e em ícones de carácter religioso, matrizes dos modernos balões da BD. O que acontece é que essas iluminuras, ou ícones, não eram ainda bandas desenhadas, por não serem publicadas em mais do que um exemplar, portanto não tinham difusão pública, condição "sine qua non" para serem consideradas BD.
De resto, eu apenas estou a mostrar (aproveitando a passagem da data, que, pelo menos por cá, e não sei se nos USA, passaria despercebida) a obra que foi considerada, por especialistas, a primeira banda desenhada, por ter usado esse pormenor-paradigma da BD que é o "balão".
Mas, como eu avisei em rodapé, o assunto não encerrava ali (já não tinha tempo para o resto do "post").
Entretanto pensei diferentemente, e decidi que o texto que eu queria acrescentar ali servirá para novo "post", para aquele não ficar demasiado extenso.
Nesse texto, que gostaria que lesses, falarei exactamente da minha não aceitação da decisão tomada por um grupo de especialistas (tendo estado Portugal representado por Vasco Granja)considerando o Yellow Kid a primeira banda desenhada de toda a História da BD pelo facto de usar balões.
Abraço.

Santos Costa disse...

Lino
Mandei-te o prometido para o teu mail. Não te esqueças de o abrir e de dizeres alguma coisa.
Um abraço

Silvares disse...

Sim, sou esse Silvares :-)
O Kenos não terá sido o mais interessante dos fanzines em que participei mas, enfim, também serve como referência.
Fico à espera de próximos posts sobre o assunto do Rapaz Amarelo.
Saudações bedéfilas :-)

Geraldes Lino disse...

Olá Silvares
Por vezes fico a meio dos "post" porque o tempo foge e urge que acabe outros projectos em que estou envolvido, e os temas que surgem passíveis de tratar no blogue surgem diariamente.
Mas prometo que hei-de dizer mais qq coisa.
Abraço.