quarta-feira, novembro 07, 2007

Banda Desenhada portuguesa nos fanzines (XIX) -- Autora: Andreia Rechena

Prancha (2 de 4) da banda desenhada Transporte, da autoria de Andreia Rechena

Experienciar novos grafismos, eis o que atrai Andreia Rechena para a Banda Desenhada. Rechena, monsantina migrada para Lisboa, é uma jovem autora-artista com um estilo muito próprio e invulgar. Claro que essa atitude de se expressar por uma estética insólita tem custos, um dos quais é o choque com a incompreensão, ou, no limite, a rejeição.
Daí a sua tentativa de transmitir essa vivência psicológica da rejeição, editando [R]Eject - Os ficheiros esquecidos, um fanzine onde engloba projectos seus (e de outros autores, como é o caso de Daniel Maia) rejeitados por causas várias, nem sempre directamente relacionadas com a qualidade.
No caso desta bedê, Rechena admite que nem foi bem isso que aconteceu, a queixa terá mais a ver com o factor esquecimento. E porquê? Porque a peça obteve uma menção honrosa no concurso anual organizado no âmbito do Festival Internacional de Banda Desenhada da Amadora (cujo tema era o Transporte), mas, como sucede a quase todas as obras participantes, a visibilidade máxima que conseguem é a de ficarem expostas durante o período do festival, e em seguida ficarem em poder da entidade organizadora, que se limita a arquivá-las (com a excepção de, por vezes, as bedês vencedoras dos 1º, 2º e 3º prémios terem direito a reprodução no catálogo do festival).
--------------------------------------------
Aos interessados em ver mais uma prancha desta bedê, e a capa do fanzine [R]Eject, bastar-lhes-á clicar no endereço abaixo indicado:
http://fanzinesdebandadesenhada.blogspot.com/

3 comentários:

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.